ANÁLISE: PNY GeForce GTX 750 Ti OC

ANÁLISE: PNY GeForce GTX 750 Ti OC

Além da Asus GeForce GTX 750 Ti OC, também recebemos outro modelo diferenciado da GTX 750 Ti desenvolvido pela PNY, forte parceira da Nvidia. Apesar da placa GeForce GTX 750 Ti OC da PNY não ser tão bonita visualmente, ela chama bastante atenção pelo seu alto overclock de fÁbrica, com GPU trabalhando em 1202MHz, 182MHz acima do modelo referência. As memórias também foram overclockadas, agora trabalhando em 6GHz, 600MHz acima do modelo referência, isso tudo sem precisar de conector de energia extra, tornando a placa uma das melhores opções do mercado com esse chip.

Em cenÁrio internacional, a placa custa US$10 acima de um modelo com características referência, com preço final de US$159,99. Vale destacar que esse modelo possui 2GB de memória, existindo ainda um modelo com 1GB de memória que tem preço de U$129,99 para a placa referência.

No Brasil, a placa estÁ sendo comercializada com exclusividade pela rede Saraiva ao preço sugerido de R$799,99; mas, à vista, sai por quase R$700.


Abaixo uma tabela comparando as características técnicas desse modelo da Asus com alguns outros GPUs. 


Fotos
Abaixo temos algumas fotos da placa, que possui o mesmo tamanho do modelo referência, mas com sistema de cooler melhorado ocupando toda a placa e não apenas sobre o GPU. JÁ na caixa fica claro o destaque da PNY sobre o alto clock de sua placa e do resultado comparado a um modelo tradicional da GTX 750 Ti.


Apesar do acabamento não ter nenhum destaque, é bom. Na parte traseira, as mesmas conexões do modelo referência, seu único problema, jÁ que não tem sentido algum uma conexão HDMI tipo C, sendo que TODOS os monitores vem com padrão tipo A (aquela maior encontrada em qualquer TV). Para utilizar um cabo HDMI, serÁ necessÁrio um adaptador (que não acompanha a placa) ou um cabo específico para esse padrão menor.

Nas fotos abaixo temos lado a lado três placas: a GeForce GTX 750 Ti OC da PNY, mais um modelo overclockado da Asus e uma GTX 750 Ti referência da Nvidia. 

A placa da Asus é bem diferente das demais: além do sistema de cooler mais robusto e PCB maior, ela possui uma conexão de alimentação de energia e conexões de vídeo diferente. Ela também corrigiu o problema do HDMI do modelo referência e da PNY, com uma conexão tradicional, além de uma VGA extra.

{break::Sistema utilizado, Temperatura, Consumo}Como de costume, utilizamos uma mÁquina top de linha baseada em uma mainboard ASUS Rampage IV Extreme e processador Intel Core i7 3960X overclockado para 4.6GHz para os testes. Abaixo, algumas fotos da placa montada no sistema:

MÁquina utilizada nos testes:
- Mainboard ASUS Rampage IV Extreme
- Processador Intel Core i7 3960X @ 4.6GHz
- Memórias 32 GB DDR3-1866MHz Patriot Viper III Black
- SSD Intel 330 Series 180GB
- HD 2TB Sata3 Western Digital Black
- Fonte Cooler Master Silent Pro Hybrid 1300w
- Cooler Master Hyper 212 EVO

Sistema Operacional e Drivers
- Windows 7 64 Bits
- Intel INF 9.3.0.1020
- NVIDIA GeForce 335.23
- AMD Catalyst 14.3

Configurações de Drivers
3DMark 
- Anisotropic filtering: OFF
- Antialiasing - mode: OFF
- Vertical sync: OFF
- Demais opções em Default

Games: 
- Anisotropic filtering: Variado através do game testado 
- Antialiasing - mode: Variado através do game testado 
- Vertical sync: OFF 
- Demais opções em Default 

Aplicativos/Games
- 3DMark 11 (DX11) 
- 3DMark (DX11) 
- Unigine HEAVEN Benchmark 4.0 (DX11)
- Unigine Valley Benchmark 1.0 (DX11)

- Aliens vs Predator (DX11)
- Battlefield 4 (DX11)
- BioShock Infinite (DX11)
- Crysis 3 (DX11)
- F1 2012 (DX11)
- Metro: Last Light (DX11)
- Tomb Raider (DX11)

GPU-Z
Abaixo, temos a tela principal do aplicativo GPU-Z, mostrando algumas das principais características técnicas da GeForce GTX 750 Ti OC da PNY, modelo que estÁ entre os com GPU trabalhando com clock mais alto do mercado, 182MHz acima do modelo referência. As memórias também foram overclockadas, subindo de 5.4GHz para 6GHz. Curiosamente as memórias também são da Samsung como o modelo da Asus, que não se comportou bem em overclock.


Temperatura
Iniciamos nossa bateria de testes com um bastante importante: a temperatura do chip, tanto em modo ocioso como em uso contínuo.

Para o teste da placa em uso, medimos o pico de temperatura durante os testes do 3DMark 11 rodando em modo contínuo.

Consumo de Energia
Também fizemos testes de consumo de energia com todas as placas comparadas. Os testes foram feitos todos em cima da mÁquina utilizada na review, o que dÁ a noção exata do que cada VGA consome. Vale destacar que o valor é o consumo total da mÁquina e não apenas da VGA. Dessa forma, comparações com testes de outros sites podem dar resultados bem diferentes.

 

No teste de carga, rodamos o 3DMark 11. O aplicativo exige um pouco mais do sistema e da placa de vídeo do que grande maioria dos games.

OBS.: No teste em modo ocioso consideramos 5w como margem de erro. JÁ no teste rodando o aplicativo 3DMark 11, consideramos 15w como margem de erro, devido à grande variação que acontece testando uma mesma placa.

{break::Testes sintéticos}3DMark 11
Começamos os testes com os benchmarks da Futuremark utilizando a ferramenta 3DMark 11, um dos mais utilizados no mundo para medir desempenho de placas de vídeo.

 

3DMark (2013)
Mudando para a versão mais recente, rodamos o teste mais exigente da nova ferramenta, o Fire Strike. Abaixo os resultados:

Unigine HEAVEN Benchmark 4.0
Agora em sua nova versão, o HEAVEN 4.0 é um dos testes sintéticos mais "descolados" do momento, pois tem como objetivo mensurar a capacidade das placas 3D em suportar os principais recursos da API grÁfica DirectX 11, como é o caso do Tessellation.

O teste foi dividido em duas partes: uma sem e outra com o uso do Tessellation em modo "extreme", ambas a 1920x1080 com o filtro de antialiasing em 8x e anisotropic em 16X.

O primeiro teste, com o Tessellation desativado:

E o segundo com o Tessellation ativado em modo EXTREME:

Unigine Valley Benchmark 1.0
Esse é outro benchmark sintético da Unigine, sendo o mais recente e que traz um cenÁrio bem diferente do anterior, mas também com belos efeitos.

{break::Testes em games}Aliens vs Predator
Começamos os testes em jogos com "Aliens vs Predator", game que traz o suporte ao DX11 e que foi muito bem recebido pelo público e crítica. Para os testes com este jogo utilizamos a ferramenta "Adrenaline Aliens vs Predator Benchmark Tool".

Battlefield 4
Um dos maiores lançamentos de 2013, "Battlefield 4" é um referencial da plataforma PC quando se trata de grÁficos de alta qualidade. O game foi todo desenvolvido sobre a Frostbite 3, nova engine da produtora DICE.

BioShock Infinite
O game "BioShock Infinite" é um grande sucesso de crítica (inclusive aqui no Adrenaline) desenvolvido pela 2K Games. Para os testes com este jogo utilizamos a ferramenta "Adrenaline Action Benchmark Tool".

Crysis 3
Sendo o game "Crysis 3" um dos mais incríveis jÁ desenvolvidos quando o assunto é grÁfico, não poderíamos deixar ele de fora de nossos testes em anÁlises de placas de vídeo.

GRID 2
"GRID 2" traz o que existe de melhor em tecnologia da API DirectX 11 para esse tipo de game. Os testes com o game foram feitos utilizando a ferramenta Adrenaline Benchmark Tool.

Metro Last Light
Outro excelente teste que exige o mÁximo das placas de vídeo é o game "Metro: Last Light", sendo junto com "Crysis 3", referência de qualidade grÁfica em games para PC.

Tomb Raider
O game marca o reboot da histórica franquia de Lara Croft, desenvolvido pela Crystal Dynamics com sua engine própria, a Crystal Dynamics Engine. Para os testes com este jogo utilizamos a ferramenta "Adrenaline Action Benchmark Tool".

PhysX: Metro Last Light
Para testes de PhysX, utilizamos "Metro Last Light", um dos mais recentes e com destaque para uso desse tecnologia.

{break::Overclock}A GPU tem ótimo potencial para overclock, mesmo jÁ sendo um dos modelos com overclock de fÁbrica mais altos do mercado.

Subimos o clock do GPU em mais 70MHz, colocando-o em 1272MHz, bem acima do modelo que analisamos da Asus, que ficou com clock mÁximo em 1200MHz e que decepcionou nesse sentido. JÁ a placa da PNY foi justamente o contrÁrio, comportando-se de forma excelente, sendo que não fizemos nenhuma modificação de voltagem. A placa não possui alimentador de energia e mesmo assim teve ótimo comportamento.

As memórias desse modelo da PNY também jÁ vem overclockadas de fÁbrica e estão trabalhando em 6000MHz (o modelo referência trabalha em 5400MHz). Fizemos mais um leve overclock, colocando as memórias trabalhando em 6200MHz.

É importante salientar que não é recomendado overclock altos por longos períodos, visto que pode danificar a placa. 


Temperatura
Abaixo os testes de temperatura das placas. É importante destacar que quando os clocks ficam mais altos o sistema de controle das placas tendem a aumentar a rotação dos FANs, consequentemente melhorando a dissipação de calor. Às vezes com resultados melhores do que quando trabalhando com clocks mais baixos.

Consumo de Energia
Abaixo, os testes de consumo de energia do sistema quando overclockamos a placa.

3DMark
Começamos os testes de desempenho sobre o 3DMark, confiram abaixo o desempenho:

Aliens vs Predator
Dando sequência nos testes, agora é a vez do "Aliens vs Predator".

BioShock Infinite
JÁ com o "BioShock Infinite", game de FPS lançado em 2013, o comportamento em overclock foi o seguinte:

Tomb Raider
O game "Tomb Raider" é outro lançado em 2013 que apresenta bons grÁficos. Abaixo, o desempenho sobre ele.

{break::Conclusão}Sem sombras de dúvida a GeForce GTX 750 Ti OC da PNY é uma das melhores opções disponíveis no mercado com o GPU GTX 750 Ti. Além de estar entre os modelos com overclock de fÁbrica mais alto do mercado, ainda vem sem necessidade de alimentador de energia, assim como o modelo referência.

A placa vem com o GPU trabalhando em 1202MHz, nada menos que 182MHz acima do modelo referência, números bem expressivos e incomuns, visto que normalmente as empresas evitam subir tanto assim os clocks para evitar problemas futuros com superaquecimento ou tempo de vida reduzido. As memórias também foram overclockadas, subindo de 5.6GHz para 6.0GHz e que, junto com o overclock do GPU, resulta em ganho de desempenho médio beirando os 20%. Em "Battlefield 4, o ganho foi de 21,62% sobre o modelo referência.

Apesar de ser um modelo overclockado, ainda fizemos outro overclock sobre a placa, colocando o GPU trabalhando em 1272MHz e as memórias em 6.2GHz, mas apesar dela se manter estÁvel o ganho médio de desempenho foi abaixo de 5% sobre seu clock padrão. Por ser um modelo com clocks bastante altos, não é recomendado mantê-la mais overclockada.

Seu preço em cenÁrio internacional jÁ é igual a modelos referência em alguns casos, US$149,99, no lançamento era custava US$10 a mais. A placa é com certeza uma das mais interessantes com esse gpu, mesmo custando U$10 a mais, afinal o ganho de desempenho médio beira 20%, podendo ser superior dependendo a aplicação. JÁ no Brasil ela estÁ sendo comercializada com exclusividade pela Saraiva em uma parceria que a empresa fez com a PNY. Seu preço sugerido é de R$799 parcelado, ficando R$703 à vista via boleto, muito acima do que se cobra fora do país. Bom para a Saraiva que tem um modelo bastante diferenciado, mas ruim para os consumidores, jÁ que não acontece "briga" de preços e nitidamente por ser exclusivo estÁ com valor inflacionado, jÁ que atualmente temos modelos de GeForce GTX 750 Ti de marcas conceituadas custando abaixo de R$600 por aqui, a esperança é que seu preço tenha redução com o passar do tempo ou venha a ser comercializado por outras revendas também.

Definitivamente uma das placas de vídeo com GPU GeForce GTX 750 Ti mais interessantes do mercado, com overclock que chega a trazer ganho de desempenho superior a 20%.

PRÓS
Preço apenas US$10 acima de modelos referência(fora do país);
Alto overclock de fÁbrica com ganho superando 20% sobre modelo referência;
Roda muito bem a maioria dos games atuais em alta qualidade e resolução FULL HD;
GPU com TDP mais baixo da categoria;
Bastante silenciosa e com tamanho semelhante ao modelo referência;
Farta quantidade de memória cache;
Alta eficiência energética (desempenho x consumo de energia);
GPU com um dos melhores custo/beneficio do mercado;
Não requer alimentador de energia;
CONTRA
Litografia em 28nm limita a evolução tecnológica;
Interface de memória e clock da VRAM poderiam ser maiores;
Lançada com exclusividade pela Saraiva no Brasil, que impossibilita briga de preço com outros revendedores;
Faltou o conector HDMI formato padrão de monitores e TVs.
  • Redator: Fabio Feyh

    Fabio Feyh

    Fábio Feyh é sócio-fundador do Adrenaline e Mundo Conectado, e entre outras atribuições, analisa e escreve sobre hardwares e gadgets. No Mundo Conectado é responsável pelas análise de drones e alguns gadgets relacionados a fotos e vídeo, como Action Cams.