ANÁLISE: Synology DS213

ANÁLISE: Synology DS213

Com cada vez mais gadgets, as redes locais vem ficando cheias de dispositivos que precisam, em muitos casos, de formas eficientes de compartilhar arquivos. O drive NAS é um aparelho especializado nesta função: funciona de forma autônoma distribuindo dados e outros recursos para os demais aparelhos da rede, com o mÁximo de agilidade e o mínimo de consumo energético possível.

O Synology D213, modelo analisado nesta review, tem características muito interessantes, como duas baias para instalação de HDs, entrada para cartão SD e três conexões USB, uma frontal e duas traseiras no padrão USB 3.0. Além da grande quantidade de dispositivos que podem ser conectados no NAS, ele se destaca por seu baixo consumo de energia.

Outro diferencial é a interface de configuração e gerenciamento muito bem desenvolvida, a Synology DiskStation Manager (DSM), que traz também a capacidade de instalar novas aplicações, trazendo novas funções ao NAS. Neste modelo que analisamos, a DSM estÁ em sua versão 4.1.

Com custo na casa dos US$ 300, no exterior, e ainda bastante raro de ser encontrado no mercado brasileiro (e quando encontrado, vendido na casa dos R$ 1.200,00) este tipo de aparelho representa um investimento considerÁvel, sendo que neste modelo os HDs não estão inclusos, o que traz o custo adicional de adquirí-los. Com estes valores, este produto deve compensar apenas para quem necessita de seus recursos avançados de gerenciamento e compartilhamento de dados. 

{break::O que é um NAS?}A sigla que dÁ nome ao produto jÁ exemplifica bem a sua função. NAS (Network Attached Storage) ou Armazenamento conectado à rede, em tradução livre, é um servidor dedicado ao armazenamento de arquivos dentro de uma rede. O aparelho possui, logicamente, entrada para cabo de internet e os arquivos podem ser acessados de qualquer lugar com o endereço IP associado ao NAS. Embora tenha CPU, placa-mãe, memória, e seja possível executar softwares no produto, ele não foi desenvolvido para tarefas computacionais. Inclusive vem, geralmente, sem teclado ou monitor.

O dispositivo consiste em comportar discos rígidos que serão os responsÁveis por armazenar todos os dados. O número de repartições para HDs depende do modelo. Nos que possuem portas USB é possível ainda a conexão de outros dispositivos de armazenamento, como pen drives e HDs portÁteis. O NAS possui suporte à tecnologia RAID (Redundant Arrays of Independent Disks), que centraliza a responsabilidade de disponibilizar os arquivos em uma rede, liberando recursos de outros servidores da mesma rede, que são responsÁveis por outras tarefas. A tecnologia também permite a fragmentação dos arquivos e o envio de cada "pedaço" para um HD diferente disponível no NAS. Assim, quando o arquivo for acessado, todos os discos irão trabalhar simultaneamente para executar a ação, proporcionando maior rapidez no processo.

Enquanto o SAN (Storage Area Network), normalmente usado em grandes redes de computadores, só armazena os dados e deixa ao cliente a tarefa de lidar com o sistema de arquivos, o NAS oferece tanto o armazenamento quanto o próprio sistema de arquivos. A principal diferença entre o NAS e o SAN é que o primeiro fornece protocolos de arquivo, enquanto o outro fornece protocolos de camada.


Com o NAS conectado, todos os demais clientes da rede podem acessÁ-lo

O Network Attached Storage utiliza os protocolos NFS, populares em sistemas UNIX, ou CIFS/SMB (Common Internet File System/Server Message Block) em ambientes Windows, assim como o tradicional FTP. Os dispositivos NAS de uso doméstico são baseados em processadores baratos rodando uma versão embarcada do Linux. Algumas alternativas open source permitem implementações caseiras de NAS, como o FreeNAS, o Openfiler e o NASLite.

Os NAS tiveram o preço reduzido nos últimos anos com a popularização de redes domésticas, retirando os aparelhos do gênero do mundo corporativo e trazendo para o uso pessoal.

Alguns pontos negativos também cercam o aparelho. O suporte a vÁrios protocolos e à reduzida camada do CPU e sistema operacional fazem com o que o dispositivo possua mais limitações do que um sistema DAS/FC. Se um NAS estiver carregado com muitos usuÁrios e operações de E/S, ou executando uma tarefa que exija muito do processador, ele alcança suas limitações. Enquanto um sistema de servidores comuns é facilmente melhorado com um ou mais servidores no cluster (aglomerado de computadores que funcionam como um só, com um mesmo sistema), o NAS é limitado ao seu próprio hardware.

{break::Especificações}O DS213 é a uma DiskStation (DS) com duas (2) baias para HDs, sendo este modelo analisado a versão 2013 (13) da marca. A empresa sempre utiliza esta construção para formar o nome de seus produtos, o que ajuda os consumidores a identificar melhor o produto. Além destes números e letras, ao final pode ser adicionado - e +, sendo que o sinal de negativo indica um produto de entrada, enquanto o de positivo é colocado nos produtos de performance. No nosso caso, a analisamos o produto intermediÁrio.

O DS213 traz entre suas novidades sobre o DS212 uma CPU de 2.0GHz (o antigo trabalhava na frequência de 1.6GHz) e mais memória RAM, tornando o sistema mais Ágil.

Hardware

  •     CPU Frequency : 2.0 GHz
  •     Hardware Encryption Engine
  •     Memory : DDR3 512 MB
  •     Internal HDD/SSD : 3.5" or 2.5" SATA(II) X 2 (Hard drive not included)
  •     Max Internal Capacity : 8 TB (2 X 4 TB HDD) (Capacity may vary by RAID types) (See All Supported HDD)
  •     Hot Swappable HDD
  •     External HDD Interface : USB 3.0 Port X 2, USB 2.0 Port X 1, SD Card Port X 1
  •     Size (HxWxD) : 165 x 108 x 233.2 mm
  •     Weight : 1.25 kg
  •     LAN : Gigabit X 1
  •     Wake on LAN/WAN
  •     System Fan : 92 x 92 mm X 1
  •     Wireless Support (dongle)
  •     Noise Level : 19.9 dB(A)
  •     Power Recovery
  •     AC Input Power Voltage : 100V to 240V AC
  •     Power Frequency : 50/60 Hz, Single Phase
  •     Power Consumption : 18.48W (Access); 8.28W (HDD Hibernation);
  •     Operating Temperature : 5°C to 35°C (40°F to 95°F)
  •     Storage Temperature : -10°C to 70°C (15°F to 155°F)
  •     Relative Humidity : 5% to 95% RH
  •     Maximum Operating Altitude : 6,500 feet
  •     Certification : FCC Class B, CE Class B, BSMI Class B
  •     Warranty : 2 Years


Applications
File Station

  •     Virtual Drive
  •     Remote Folder

    Backup Solutions

  •     Network Backup
  •     Local Backup
  •     Desktop Backup (Windows: Synology Data Replicator 3, Mac: Apple Time Machine backup application)
  •     Shared Folder Sync - Max task number : 2
  •     USBCopy
  •     SDCopy
  •     Configuraiton Backup

Mail Server

  •     Supported Protocols : POP3, SMTP, IMAP
  FTP Server
  •     Bandwidth Control, Custom FTP Passive Port Range, Anonymous FTP, Transfer Log


Web Station

  •     Virtual Host (up to 30 websites)
  •     PHP/MySQL
  •     3rd partyApplications Support

Print Server

  •     Max Printer # : 2
  •     Printing Protocols : LPR, CIFS, IPP, Apple AirPrint, Google Cloud Print, Multi Functional Print Server (for Windows PC only)

iOS/Android Applications

  •     DS photo+
  •     DS audio
  •     DS cam
  •     DS file
  •     DS finder

Windows Phone Applications

  •     DS audio
  •     DS finder
  •     DS photo+


Add-on Packages
Surveillance Station

  •     MAX IP cam # (Licenses required) : 8 (1 Free License) (See All Supported IP Cameras)
  •     Total frame rate (FPS) : 80 FPS @ D1 (NTSC:720x480, PAL:720x576), 20 FPS @ WXGA (1280x800)

Directory Server

  •     LDAP Directory Server
  •     Backup and Restore LDAP Database

VPN Server

  •     Maximum Connections : 5
  •     VPN Method: PPTP, OpenVPN

DHCP Server

  •     Independent DHCP Server on Different Network Interfaces
  •     Multiple Subnets Support
  •     Address Reservation

Syslog Server

  •     SSL Connection
  •     Log Rotation: 6 months, 1 year, 2 years, 3 years
  •     Email Notificaiton

Mail Station

  •     Webmail Interface for Mail Server
  •     Receiving Mails from Multiple POP3 Mailboxes
  •     Customizable SMTP Server

Antivirus Essential

  •     Full System Scan
  •     Scheduled Scan
  •     White List Customization
  •     Virus Definition Auto Update

Time Backup

  •     Maximum Task Number : 2
  •     Multiple File Versions Retained
  •     Instant File Restoration

Cloud Station

  •     Maximum User Accounts : 16
  •     Retain Historical and Deleted File Versions

HiDrive Backup

  •     Backup DiskStation data to STRATO HiDrive online storage

Photo Station

  •     Supported Image Format : BMP, JPG (jpe, jpeg), GIF, RAW (arw, srf, sr2, dcr, k25, kdc, cr2, crw, nef, mrw, ptx, pef, raf, 3fr, erf, mef, mos, orf, rw2, dng, x3f)
  •     Supported Video Format : 3G2, 3GP, ASF, AVI, DAT, DivX, FLV, M4V, MOV, MP4, MPEG, MPG, QT, WMV, XviD, RM, RMVB, VOB, RV30, RV40, AC3, AMR, WMA3
  •     User can click and download the following video formats: RM, RMVB, VOB, RV30, RV40, AC3, AMR, WMA3, but not able to play it in Photo Station as compressed Flash video.

Audio Station

  •     Supported Audio Format (USB Mode) : AAC, FLAC, M4A, MP3, Ogg Vorbis, WMA, WMA VBR
  •     Supported Audio Format (Streaming Mode) : MP3, M4A, M4B
  •     Supported Playlist Format : M3U, WPL
  •     Internet Radio : SHOUTcast, Radioio

iTunes Server

  •     Supported Audio Format : MP3, M4A, M4P, WAV, AIF, The music in WAV and AIF format can be streamed, but the metadata (ex: title, album) may not be indexed on the iTunes
  •     Supported Video Format : M4V, MOV, MP4
  •     Supported Playlist Format : M3U, WPL
  •     Supported Client : iTunes for Windows and Mac

  DLNA/UPnP Media Server

  •     PS3/Xbox 360 Support
  •     Supported Audio Format : AAC, AIFF, APE, FLAC, M4A, Apple Lossless, MP3, Ogg Vorbis, PCM, WAV, WMA, WMA VBR, WMA PRO, WMA Lossless
  •     Supported Video Format : 3GP, 3G2, ASF, AVI, DAT, DivX, DVR-MS, ISO, M2T, M2TS, M4V, MKV, MP4, MPEG1, MPEG2, MPEG4, MTS, MOV, QT, SWF, TP, TRP, TS, VOB, WMV, XviD, RMVB (The actual playback capabilities may vary depending on the DLNA/UPnP client)
  •     Supported Image Format : BMP, JPG (jpe, jpeg), GIF, ICO, PNG, PSD, TIF (tiff), UFO

Download Station

  •     Supported Download Protocols : BT/HTTP/FTP/NZB/eMule
  •     Maximum Concurrent Download Tasks : 30

Packages by 3rd Party

  •     phpMyAdmin
  •     Webalizer
  •     Logitech Media Server
  •     WordPress


General
Networking Protocols

  •     CIFS
  •     AFP
  •     NFS
  •     FTP
  •     WebDAV
  •     CalDAV
  •     iSCSI
  •     Telnet
  •     SSH
  •     SNMP
  •     VPN (PPTP, OpenVPN)

File System

  •     EXT4
  •     EXT3 (External Disk Only)
  •     FAT (External Disk Only)
  •     NTFS (External Disk Only)

Storage Management

  •     Max File System Size : 16TB
  •     Max Internal Volume # : 256
  •     Max iSCSI Target # : 10
  •     Max iSCSI LUN # : 10
  •     Supported RAID Type : Synology Hybrid RAID, Basic, JBOD, RAID 0, RAID 1
  •     RAID Migration : Basic to RAID 1
  •     Volume Expansion with Larger HDDs : Synology Hybrid RAID, RAID 1

File Sharing Capability

  •     Max User Accounts : 2048
  •     Max Groups : 256
  •     Max Shared Folder : 256
  •     Max Concurrent CIFS/AFP/FTP Connections : 128

Windows Access Control List (ACL)
Windows AD Domain Integration

  •     Domain Users login via Samba/AFP/FTP/File Station

Security

  •     FTP over SSL/TLS
  •     IP Auto-Block
  •     Firewall
  •     Encrypted Network Backup over Rsync
  •     HTTPS Connection

Management

  •     Auto DSM Upgrade
  •     Administrator Group
  •     Push Notification – MSN/Skype/Mobile Devices
  •     Email/SMS Notification
  •     Customized User Quota
  •     Syslog Support
  •     DDNS Support
  •     IPv6 Support
  •     VLAN support
  •     PPPoE
  •     Hotspot
  •     Resource Monitor
  •     Connection Manager
  •     UPS Management
  •     Scheduled Power On/Off
  •     Custom Management UI HTTP/HTTPS Ports

HDD Management

  •     HDD Hibernation
  •     S.M.A.R.T.
  •     Dynamic Bad Sector Mapping

Utilities

  •     Synology Assistant
  •     Synology Data Replicator

Supported Clients

  •     Windows XP onward
  •     Mac OS X 10.5 onward
  •     Ubuntu 9.04 onward

Supported Browsers

  •     Chrome
  •     Firefox
  •     Internet Explorer : 8, 9
  •     Safari (MAC) : 5

Language

English, Deutsch, Français, Italiano, Español, Dansk, Norsk, Svenska, Nederlands, Русский, Polski, Magyar, Português do Brasil, Português Europeu, Türkçe, Český, 日本語, 한국어, 繁體中文, 简体中文

Environment and Packaging
Environment

  •     RoHS Compliant

Package Content

  •     Main Unit X 1
  •     Installation Disk X 1
  •     Welcome Note X 1
  •     Assembling Kit X 1
  •     AC Power Adapter X 1
  •     AC Power Cord X 1
  •     RJ-45 LAN Cable X 1


Optional Accessories

  •     Remote
  •     Camera License Pack
  •     VS80

{break::Tecnologias do Synology DS213}O principal destaque do DS213 é a interface DSM do produto que procurar suprir a demanda do usuÁrio no que se refere aos serviços na nuvem, gerenciamento de conteúdo digital, configuração de fÁcil armazenamento, suporte em virtualização e multi-função de aplicação NAS.

Por ser uma plataforma baseada na web, você pode escolher o serviço que deseja utilizar e instalar os aplicativos correspondentes. A empresa disponibiliza uma série de aplicativos que podem ser baixados gratuita e instantaneamente. Com apenas um clique.


Desempenho

O Synology oferece uma velocidade média de leitura de 108,41 MB/s com configuração RAID 1 em ambiente Windows e 65,36 MB/s de velocidade de escrita. Vindo com suporte a USB 3.0, que oferece velocidades de transmissão de até 5 Gbps, ou seja, 10 vezes mais rÁpido que o USB 2.0, o DS213 leva menos tempo para transferência de dados para discos rígidos externos e consome menos energia. Além disso, a fÁcil retirada dos discos torna a manutenção a substituição dos drives mais fÁcil.

Soluções Efetivas de backup

Synology DS213 oferece um destino centralizado de backup para consolidar dados fragmentados e não estruturados em uma rede. UsuÁrios de PC podem fazer backup de seus dados para o NAS utilizando o software Synology Data Replicator, e usuÁrios de Mac OS X, da Apple, desfrutam da integração nativa Time Machine.

Um assistente de apoio é fornecido para fazer backup de dados do DS213 para outro Synology DiskStation ou qualquer servidor rsync através de uma conexão criptografada, ou para um disco rígido externo através de conexão USB 3.0. O assistente também torna mais fÁcil fazer backup de dados do DiskStation para a nuvem via Amazon S3 ou STRATO HiDrive. Além disso, os usuÁrios podem fazer backup e restaurar pastas compartilhadas do DiskStation em vÁrias versões utilizando o pacote Time Backup da Synology.

O Shared Folder Sync permite que os usuÁrios sincronizem uma pasta específica do Synology DS213 para outro Synology – um mecanismo de backup servidor-para-cliente que ocorre sempre que algo é alterado no servidor. Os usuÁrios poderão compartilhar documentos dentro do seu escritório local com segurança e conexão criptografada.

Ainda é possível ter sua própria nuvem utilizando o Cloud Station para acessar e sincronizar arquivos livremente entre computadores diferentes. Cloud Station mantém vÁrias versões de um documento caso ele seja apagado acidentalmente ou seja salvo com mudanças.

Aplicações de trabalho

O Synology DiskStation DS213 é executado no famoso sistema operacional multitarefa, o Synology DiskStation Manager (DSM). Oferecendo uma lista abrangente de aplicações de negócios, o DS213 pode ser personalizado para executar vÁrios aplicativos de sua escolha para cumprir a exigência de seu ambiente de negócios. O DS213 substitui vÁrias peças de hardware de rede tradicional, com ricos recursos projetados especificamente para grupos de trabalho e escritórios, como antivírus, vigilância por vídeo, webmail, VPN e serviços de diretório LDAP.

As aplicações são geridas no Package Center, um portal de aplicativos "prontos-para-usar", que garantem a alta integração do software bem como a instalação através de um clique que torna mais fÁcil o processo. Aplicação web PHP 3rd party, assim como gerenciamento de conteúdo e relacionamento de clientes e sistema e-commerce também podem ser hospedados no DS213 através da Web Station com suporte para conteúdo PHP/MySQL.

Livre de problemas de instalação do sistema

Web Assistant é um utilitÁrio para tornar a instalação de um DiskStation fÁcil. A instalação é feita dentro do seu navegador existente com a criação de todos os componentes vitais do sistema em poucos passos. Combinado com um widget, os usuÁrios podem, simultaneamente, visitar o sistema operacional DSM e configurÁ-lo para uso imediato.

Paz de espírito com criptografia de dados

O DS213 Synology é equipado com um sistema de criptografia que executa seus cÁlculos longe da CPU principal, ajudante a melhorar a velocidade de transferência de arquivos do DiskStation.

Proteção de dados é uma questão importante para as empresas de todos os tamanhos. Características high-end disponíveis anteriormente apenas em hardware de nível empresarial são agora acessíveis através do Synology DS213 para pequenas e médias companhias. O DS213 fornece nível compartilhado AES de 256-bit por criptografia para ajudar na prevenção de tentativas de acesso não autorizadas aos HDs.

Energia Eficiente com design moderno e silencioso

O dispositivo foi projetado para garantir a eficiência energética. Possui um fã de 92x92 milímetros e um fluxo de ar inteligente que mantem o sistema sempre refrigerado durante o funcionamento. Se comparado a um computador, os ruídos são menos intensos. O suporte do Wake on LAN/WAN, power on/off programado e a hibernação dos discos ajuda a reduzir ainda mais o consume de energia.

Todos os produtos da Synology são produzidos com peças em conformidade com a RoHS e as embalagans são feitas com material reciclÁvel. A empresa diz que reconhece a responsabilidade como cidadã global e trabalha continuamente para reduzir o impacto ambiental de cada produto fabricado.

{break::Instalação e configuração}O processo de instalação do drive NAS é algo bastante simples. Para conectar os HDs é preciso abrir a porta frontal, que é encaixada no corpo do dispositivo. Aí basta deslizar o disco rígido pelas baias até ligar o HD nos conectores SATA no fundo e encaixar novamente a proteção da parte frontal. As baias são adaptadas para discos de 3.5", mas a Synology inclui no kit dois adaptadores para quem deseja conectar um HD de 2.5" ou um SSD. O NAS não inclui HDs no pacote, ou seja: jÁ prepare seu orçamento para adquirir o(s) disco(s) (ou, quem sabe, os SSDs).

 

Após a instalação dos HDs, basta conectar o NAS a fonte de energia e a rede local através de um cabo para que ele passe a estar disponível. A segunda etapa de instalação é feita através de um computador conectado a mesma rede local do drive NAS, através de aplicativos disponíveis no CD e também no site oficial do produto. O programa busca por drives na rede e abre a interface de configuração, algo que roda através do browser de forma semelhante ao que vemos em roteadores e modems.




Etapas da configuração inicial do DS213

O processo de configuração inicial é rÁpido, basicamente definindo uma senha e algumas definições menores, porém não pense que jÁ sairÁ usando o seu drive rapidamente. Após finalizada a primeira etapa, o drive NAS irÁ começar a formatação dos discos rígidos, algo feito em um padrão próprio. Não que isto seja inconveniente, jÁ que não é esperado que o HD seja retirado com frequência de dentro do drive NAS (o que nos forçaria a formatÁ-lo novamente), mas o processo de formatação é lento, levando em torno de quatro horas.


Interface do DSM 4.1

Após finalizada a instalação, passamos a ter acesso completo a tela de administração do NAS, que roda diretamente do navegador. Nesta interface podem ser feitas todas as configurações, além de diversas funções como instalar aplicativos ou realizar transferências e mudanças em arquivos. O DSM 4.1, por sinal, é o grande destaque deste aparelho, pois consegue unir uma inteface muito amigÁvel e funcional com um sistema bastante completo, com configurações avançadas e a capacidade de agregar mais funções instalando outros aplicativos.

{break::Funcionalidades}O grande diferencial deste aparelho da Synology é o sistema DiskStation Manager, presente em produtos da empresa, que além de adicionar uma interface muito intuitiva para a administração e gerenciamento do drive NAS, traz também a capacidade de instalar novas aplicações no DS213.


Central de aplicativos do Synology

Com isto, o usuÁrio pode instalar uma série de aplicativos disponíveis no "Central de aplicativos" que dão novas funcionalidades ao NAS, como o "Cloud Station", capaz de sincronizar um arquivo entre vÁrios dispositivos com gerenciamentos avançados, como múltiplas versões. Outro exemplo é o "Audio Station", aplicativo que compartilha músicas entre os dispositivos da rede local.

Outro destaque é a compatibilidade de alguns destes aplicativos com sistemas móveis, como Android e iOS. O app "DS File", disponível para o sistema da Google e da Apple, torna possível gerenciar arquivos do NAS facilmente, inclusive fazendo transferências entre os aparelhos. O "DS Audio" torna possível conectar os smartphones ao sistema do "Audio Station".


Telas do DS File no Android

Outra ótima pedida, agora falando em desenvolvedores Web, são uma série de aplicativos que transformam o NAS em um servidor local, facilitando o teste e desenvolvimento de sites. HÁ uma série de gerenciadores de conteúdos (CMS) que podem ser instalados facilmente através desta plataforma, como o Joomla o Wordpress e o osCommerce, além de aplicações importantes como o phpMyAdmin.

Além da versatilidade de aplicações, outra característica que agrega muitas funções ao drive NAS são as suas vÁrias portas de conexão, com direito a entradas para cartão SD e portas USB (três, no total). Com elas é muito prÁtico compartilhar rapidamente os dados armazenados em cartões, pendrives e HDs externos pela rede.

Uma característica muito importante de um drive NAS é sua capacidade de gerenciar o compartilhamenteo e acesso de suas pastas e arquivos. Após feita a configuração inicial, é possível criar diversas pastas e usuÁrios, com diferentes níveis de acesso de escrita/leitura em cada uma delas. Assim é prÁtico criar uma pasta espaço de 1GB onde quem não estÁ logado só consegue copiar os arquivos, pela rede, enquanto os usuÁrios permitidos poderão fazer a leitura e também modificações nos arquivos. Após criadas, as pastas compartilhadas aparecem em diversos dispostivios, como em "Rede" no sistema Windows (exceto se você configurou para a pasta ser oculta).

{break::Cópia de arquivos, consumo de energia e ruído}Nossa bateria de testes com o drive NAS incluem os três principais aspectos de performance do aparelho: a agilidade do produto em lidar com transferências de arquivos, o consumo de energia e o ruído. Além da função óbvia de ser um dispositivo de armazenamento, um drive NAS deve ser bastante discreto e, dentro do possível, consumir pouca energia.

Nestes testes utilizamos o computador e o Synology DS213 conectados através do Intelbras SG 2400 QR, Switch rack de 24 portas com suporte a conexão Gigabit. Como é o primeiro dispositivo do tipo NAS, fizemos um comparativo com o WD My Live, outro dispositivo de armazenamento e compartilhamento de arquivos e com um notebook, o Acer Aspire M3 Ultra, que em teoria também pode ser usado para compartilhar arquivos na rede, com a diferença que são poucos que vão querer manter um notebook ligado constantemente para poder disponibilizar arquivos em uma rede.


Cópia de arquivos

Começamos os testes verificando a velocidade de transferência do DS213. Os primeiros testes movem 4.5GB no total, enquanto no segundo teste trabalhamos com um conjunto maior de arquivos, com 16GB no total, para ver o desempenho lidando com um número mais expressivo de pastas (pouco mais de 800) e arquivos (35 mil) a serem copiados.

O modelo da Synology alcançou o melhor desempenho medido até o momento, em nossos testes. O DS213 bateu o WD My Live Book com tempos até 40% menores para finalizar as transferências.

Fizemos a transferência pela interface do próprio Windows, através da Área "Meus Locais de Rede", e também é possível fazer as cópias através da interface do DSM no navegador. Mas temos um porém: o tempo para finalizar a ação é muito maior. Do NAS para o HD do computador, 4.5GB levaram 11 minutos para serem copiados, e no sentido inverso piora muito: foram 40 minutos para "chegar" do HD para o NAS.


Consumo de energia
Verificamos o consumo do DS213 em duas situações: em modo ocioso, sem realizar transferências ou qualquer acesso ao produto, e o gasto durante a cópia de arquivos. Também testamos o dispositivo em duas formas: o consumo de energia com apenas um HD instalado e também com dois.

Neste teste vemos que o NAS da Synology tem um consumo bem próximo ao de um notebook intermediÁrio, consumindo mais energia quando ocioso mas levando vantagem durante uma transferência de arquivos. O grande destaque é o WD My Live Book que por conta de seu hardware mais leve fica com o consumo mais baixo.

{break::Conclusão}Os NAS ainda estão bem longe de ser algo popular por aqui, parte por ainda não termos muitos modelos disponíveis, parte pelo preço do que hÁ por aqui ser muito caro. É inegÁvel a vantagem que eles trazem em uma rede local complexa, cheia de dispositivos que precisam compartilhar dados de forma Ágil, pois com um destes dispositivos você consegue criar um "centralizador" de tudo que deseja ter acesso, com baixo consumo de energia e discrição.

O DS213 traz estas características e consegue agregar outras funções, mérito de seu sistema, o DSM 4.1. Graças a ele, além das funções bÁsicas que esperamos de um NAS (compartilhar dados de forma eficiente) conseguimos ampliar os usos do dispositivo instalando novas aplicações, o que torna este NAS muito mais versÁtil. Além desta característica, o sistema também traz com um forte ponto positivo uma interface muito bem trabalhada, que torna fÁcil gerenciar contas, modificar funções e configurar o dispositivo.

Em outros aspectos, o DS213 agrada bastante: produz pouco ruído, sendo praticamente imperceptível na maior parte do tempo, e o consumo de energia ficou dentro de algo que não irÁ comprometer a conta de luz. O design também acompanha o estilo discreto deste drive NAS.

A parte crítica é o preço, pois este tipo de produto é encontrado no país por preços superiores a R$ 1.200, e no exterior por US$ 299(Amazon), o que é um custo próximo do cobrado em alguns computadores, laptops e tablets, o que faz com a compra de um drive NAS seja interessante apenas para quem realmente estÁ interessado neste gerenciamento avançado de sua rede local.

O DS213 estÁ entre as melhores opções de do mercado, trazendo todas as características indispensÁveis de um NAS somado a versatilidade de instalar novas aplicações através do DSM 4.1. O preço pouco acessível, porém, torna este tipo de produto interessante apenas para os usuÁrios que necessitam de suas ferramentas avançadas de gerenciamento de dados.

Apesar dos valores bem altos, especialmente no Brasil, os "dispositivos" NAS da Synology estão entre as melhores soluções do mercado, bastante a frente da grande maioria quando se trata de funcionalidades agregadas diferente de apenas uma estação para compartilhamento de arquivos. Por isso de nossa recomendação, que vai além desse produto, mas também para outros da empresa que tenham suporte ao "sistema operacional" DM 4.1. É o tipo de produto que depois de comprado, mesmo gastando um valor alto, é bem pago se o usuÁrio quiser bastante funcionalidades.

Links importantes
Abaixo alguns links importantes para quem possui algum produto da Synology como o DS213 analisado:

- Sistema operacional, softwares para configuração, serviço na nuvem, bacukp
- Aplicativos diversos (anti-vírus, servidor de email, servidor php, Wordpress e uma série de outros aplicativos que podem ser instalados no sistema operacional)
- Documentos (FAQs etc)

PRÓS
Duas baias + diversas conexões USB e SD
Silencioso e baixo consumo de energia
Ótima performance
Interface muito bem desenvolvida
CONTRA
O custo do NAS no Brasil é impeditivo
Transferências pela interface web são bem lentas
É preciso adquirir os HDs