ANÁLISE: IObit Advanced System Care PRO 4

ANÁLISE: IObit Advanced System Care PRO 4

Existem diversos softwares especializados em manter o desempenho da mÁquina em dia. Alguns, fazem parte de suítes completas de segurança, como é o caso do Norton 360, que conta com alguns recursos de otimização. Outros, não são muito confiÁveis e não cumprem o prometido, e ainda hÁ os falsos aplicativos que se espalham por aí para infectar computadores com malwares, aproveitando-se das necessidades dos usuÁrios.

HÁ quem desenvolva soluções bem específicas, cada aplicação com um objetivo bem determinado. É o caso da IObit. Fundada em 2004, a companhia acumula prêmios, como o Editor's Choice da CNET e os Editor's Pick da Majorgeeks, da ZDNet e da Softpedia.



A equipe Adrenaline recebeu para anÁlise três produtos da firma: o Advanced System Care PRO, o Malware Fighter PRO e o Game Booster Premium. Nossa review serÁ um apanhado dos três softwares, que podem co-existir na mesma mÁquina, cada um desempenhando uma função específica. Todos possuem uma instalação rÁpida e simples, bastando escolher o diretório de destino e optar por incluir ou não um atalho na Área de trabalho.

Minha única crítica no processo fica por conta da solicitação da instalação de uma toolbar do Yahoo e da própria IObit nos navegadores. Recomendo que fiquem de olho e só aceitem a instalação se realmente fizerem questão do recurso. Toolbars não possuem uma fama muito boa por aí e boa parte delas, que nem sempre são desejÁveis, surge após procedimentos de instalação realizados sem muita atenção do usuÁrio.



Depois da instalação, os três softwares ficam separados, mas também podem ser acessados através do painel do Advanced System Care. Nas pÁginas a seguir, você confere o funcionamento de cada um.

{break::Advanced System Care (1)}Dos três, esse é o software mais completo. Trata-se de um "enfermeiro" do PC, colocando à disposição algumas funcionalidades para melhorar o desempenho do sistema e eliminar tralhas indesejadas. Com uma interface limpa, bonita, simples e funcional, o aplicativo é intuitivo e prÁtico, ideal para agendar limpezas ou executar otimizações sob demanda. É possível, inclusive, customizar a skin da interface, mudando as cores, ícones e ajustando o nível de transparência. As mudanças são grandes de tema para tema, uma opção legal pra quem gosta de personalizar a Área de trabalho e enjoa rÁpido do visual dos programas.



São quatro opções principais: reparação rÁpida, reparação profunda, turbo boost e caixa de ferramentas. A primeira é personalizÁvel: basta selecionÁ-la para que o ASC mostre uma série de ações possíveis: o usuÁrio pode executar tudo de uma vez ou marcar nas caixas de seleção apenas algumas. Aqui, estão  a busca rÁpida por malwares, a reparação do registro e dos atalhos invÁlidos, a manutenção de privacidade e a eliminação de arquivos inúteis. Clicar em "opções" leva o usuÁrio a uma série de configurações avançadas (que também podem ser acessadas pelo menu "configurações", através do botão "mais" na tela inicial) que permite, entre outras funções, escolher os tipos de rastros que serão eliminados. Para usuÁrios iniciantes e médios, a configuração padrão é suficiente.



A reparação rÁpida é... bem, é realmente rÁpida, não excedendo um minuto de duração. Claro que isso vai depender da quantidade de arquivos no computador, mas, em geral, cada procedimento selecionado não vai demorar muito mais do que isso. Ao final do escaneamento, o software gera um relatório dos problemas encontrados, através do qual o usuÁrio pode selecionar manualmente os inconvenientes que deseja ajeitar. Outra opção é simplesmente clicar em "reparar" diretamente, fazendo com que o software crie um ponto de restauração do sistema e logo em seguida corrija as ocorrências.


A verificação rÁpida de malwares não é completa como dos anti-malwares tradicionais. Aparentemente, o recurso busca apenas infecções baseadas em poucas definições pré-definidas de ameaças bastante conhecidas, como o Vundo e bankers. Não é, nem de longe, o ideal. JÁ a verificação por problemas no registro, infelizmente, ao contrÁrio de outras soluções disponíveis no mercado, como o CCleaner, não dÁ a opção de fazer um backup do registro antes da reparação. De qualquer forma, o ponto de restauração é facilmente acessível através do próprio painel do ASC, possibilitando a reversão de qualquer consequência negativa que possa ocorrer após a atividade do programa.



A reparação profunda traz as mesmas opções da rÁpida, embora, como o nome jÁ indica, mais complexas (portanto, mais demoradas também, mas nada além dos oito minutos). HÁ alumas novidades também, como a otimização do sistema, defesa passiva, exame do disco, reparação de vulnerabilidades e desfragmentação de disco. Mais uma vez, a busca por malwares não se mostra tão completa, pesquisando por ameaças em executÁveis em diretórios determinados. Não parece eficiente para encontrar códigos maliciosos mais escondidos, especialmente rootkits.



As outras funções aprofundam um pouco mais as atividades da reparação rÁpida. A limpeza do registro, por exemplo, encontrou três ocorrências a mais, além das mais de 600 corrigidas no procedimento anterior. Focaremos a anÁlise, portanto, nos recursos exclusivos dessa Área.
A otimização do sistema dÁ uma melhorada no desempenho do PC de acordo com o perfil selecionado nas configurações, que pode ser doméstico, empresarial, ou servidor, por exemplo. Após uma anÁlise do sistema, o software sugere algumas alterações em serviços do Windows, interface, configurações de rede e do sistema. Faltam apenas explicações mais detalhadas sobre cada opção, o que pode deixar o usuÁrio na dúvida se aceita ou não a reparação do ASC. Apenas os serviços são explicados, mas, mesmo assim, podem confundir o usuÁrio leigo.

A defesa passiva cria um escudo para evitar a infecção por malwares conhecidos, especialmente hijackers, dialers, spywares e adwares. Serve como um complemento à proteção tradicional – não recomendo utilizar o recurso como única fonte de segurança. O Exame de disco procura por erros no HD (lembra do ScanDisk? Por aí).

A reparação de vulnerabilidades procura por brechas ainda não corrigidas no Windows e faz o upgrade do sistema através dos servidores da Microsoft. Nada que não possa ser feito a partir do próprio Windows. Seria bem mais legal se o software conseguisse buscar atualizações de todos os softwares instalados no PC. Por fim, a desfragmentação de disco dÁ uma ajeitada geral no HD, "reorganizando" os pedaços. Algo que o próprio Windows também jÁ faz.

{break::Advanced System Care (2)}O Turbo Boost é uma ferramenta avançada, que não recomendo para usuÁrios leigos. Isso porque ele busca aprimorar a performance do PC, mas, para isso, precisa desativar algumas funcionalidades e serviços, que podem fazer falta para algumas pessoas. De qualquer forma, felizmente, o software permite personalizar as alterações, de modo que, quem sabe muito bem o que estÁ fazendo, pode tirar muito proveito do recurso.

A vantagem é que ele permite selecionar quais processos serão encerrados ao ativar o Turbo Boost. Isso facilita a tarefa de impedir que aplicativos inúteis permaneçam abertos no sistema, "comendo" memória. É uma forma prÁtica de resolver esse tipo de incômodo sem precisar recorrer a soluções mais complexas, como o msconfig, por exemplo. Por fim, é possível reverter as alterações com um único clique na interface do Advanced System Care: basta desativar o Turbo Boost.



O último recurso do ASC é a caixa de ferramentas. Infelizmente, ao contrÁrio de todo o restante do software, essa Área estÁ totalmente em inglês, o que dificulta a vida de quem não estÁ familiarizado com o idioma e dÁ uma impressão de software mal acabado. Algumas funcionalidades não parecem acrescentar muito às demais opções do software, como o "Registry Cleaner", por exemplo, que também faz uma varredura por entradas danificadas no registro do Windows. Nada que não possa ser feito através da tela de reparação rÁpida ou profunda.



Uma funcionalidade interessante é o IOBit Uninstaller, um gerenciador de arquivos instalados um pouco melhor que o nativo do sistema. Ele mostra todos os programas instalados, lista os que foram instalados mais recentemente, além de enumerar também as toolbars atreladas aos navegadores. A partir do painel, o usuÁrio pode apagar os softwares e toolbars e, no caso dos softwares mais teimosos, é possível forçar o uninstall.



Outro recurso muito útil é o File Shredder, feito sob medida para quem não quer deixar rastro nenhum no PC. Ele apaga arquivos ou pastas de uma forma que os dados ficam irrecuperÁveis. UsÁ-lo é muito fÁcil, basta selecionar as pastas ou arquivos desejados e deixar que o software faça o restante do serviço. São três opções de segurança, sendo que a melhor é a que leva mais tempo para ser executada. Mesmo assim, o processo é relativamente rÁpido e não prejudica o desempenho da mÁquina.



No mais, o Smart RAM faz uma rÁpida limpeza para liberar memória e aprimorar a performance do sistema, o Internet Booster dÁ uma geral nas configurações de rede para melhorar a navegação, o Startup Manager permite adicionar ou remover aplicativos da inicialização do sistema e o Undelete recupera arquivos excluídos por engano, mesmo após esvaziar a lixeira. Após o scan, você provavelmente vai encontrar MUITA coisa, embora nem tudo possa ser recuperado. De qualquer maneira, isso pode livrar você de alguma encrenca um dia.

{break::Malware Fighter}O software anti-malware da IOBit é um ótimo complemento para a proteção do Advanced System Care, jÁ que o aplicativo é ótimo no que diz respeito à otimização de desempenho e gerenciamento de recursos, mas possui um scan contra ameaças incompleto e pouco eficiente, não devendo ser utilizado como único recurso. O Malware Fighter segue a tendência da interface limpa e intuitiva e traz apenas os recursos essenciais, o que facilita e agiliza bastante a busca por ameaças no PC.

O software, aparentemente, também convive bem com programas antivírus e suítes de segurança mais completas. Ao menos aqui em nossas mÁquinas, não houve problemas ao deixÁ-lo residente junto ao Norton 360. Além disso, o programa é bastante leve e serve como uma segunda opção na hora de procurar por malwares, especialmente para os usuÁrios mais cuidadosos.

Além da proteção residente, são três as opções de varredura sob demanda: a "inteligente", mais rÁpida, que busca apenas nas Áreas mais críticas do sistema; a profunda, e a customizada, que permite ao usuÁrio selecionar diretórios e arquivos específicos. Mesmo o scan profundo pode ser executado sem problemas durante outras atividades, sem grandes gargalos no sistema, embora o processo seja mais demorado do que aquele executado pelo Advanced System Care. Um bom sinal, demonstrando que o processo aqui é realmente mais completo.



No final do escaneamento, o software apresenta as ameaças encontradas e dÁ a opção de reparar ou apenas salvar um relatório e fechar o aplicativo. Felizmente, é possível selecionar apenas algumas das detecções para reparar, jÁ que alguns falsos positivos podem ocorrer e você pode querer preservar alguns arquivos, mesmo que considerados suspeitos.



É possível configurar a proteção em tempo-real ativando ou desativando alguns elementos, como proteção de arquivos, de cookies e de dispositivos USB removíveis, por exemplo. Por padrão, tudo vem ativado e é recomendado manter dessa forma.



Por fim, o Malware Fighter traz um recurso muito interessante, o Cloud Security. Ele permite que você envie arquivos para anÁlise na nuvem, obtendo retorno quase imediato sobre o tipo de arquivo e seus detalhes, bem como se ele é seguro ou não. Tudo isso via browser.

{break::Game Booster}O último software da IOBit que testamos nessa anÁlise tem promessas interessantes: incrementar o desempenho nos games, aumentar a taxa de FPS e diminuir os lags. Assim como os outros aplicativos, o Game Booster traz uma interface intuitiva e simples, embora conte com um visual mais "agressivo" em tons de vermelho, preto e cinza, o que remete ao seu propósito.

Logo na tela inicial, hÁ um convidativo botão "click to boost". Ou seja, rapidamente é possível deixar a mÁquina em modo "turbo", para iniciar a jogatina. Basta um clique no botão e selecionar alguns processos para o software encerrar a fim de liberar memória. Nos nossos testes, não fizemos cena e encerramos tudo sem pensar duas vezes.



Na parte à direita, o programa mostra graficamente o quanto de recursos estão disponíveis, o que pode dar uma ideia se o uso do recurso vai mesmo valer a pena ou não. E, para facilitar ainda mais o processo, automatizando a liberação de recursos, basta arrastar o executÁvel do game para a janelinha inferior do Game Booster, a "Game Box". Assim, sempre que determinado jogo for iniciado, o modo turbo entra em ação.



O resultado, na prÁtica, você confere na pÁgina a seguir. Por enquanto, vamos detalhar outros aspectos do Game Booster, que traz mais algumas ferramentas interessantes para os gamemaníacos de plantão.

O menu "Drivers de Jogos" ajuda o usuÁrio a manter seus drivers sempre atualizados. É só dar uma olhada ali de vez em quando para obter sugestões de novos downloads disponíveis. O mesmo princípio se aplica aos "Programas essenciais", que lista alguns utilitÁrios focados nos games, possibilitando o rÁpido upgrade dos arquivos.



O desfragmentador de jogos, por sua vez, faz basicamente o mesmo que o desfragmentador de disco, mas apenas na pasta de um determinado game. Segundo a IOBit, a ideia é acelerar o carregamento dos games, jÁ que organiza os arquivos de uma forma que facilite o acesso pelo sistema operacional.



O "turbinar sistema" ajuda o jogador a liberar recursos com o único clique, assim como restaurar as configurações originais. Por fim, o Game Booster aglomera uma série de ferramentas disponíveis no Windows que podem ser úteis para os gamers, como configurações de mouse, joystick e teclado, configurações de energia e verificação do "índice de experiência do Windows".

{break::Testes com o Game Booster}Fizemos alguns testes de desempenho para esclarecer alguns pontos a respeito do Game Booster. A mÁquina utilizada é baseada em processador Intel Core 2 Quad Q6600 com 3GB de RAM e placa de vídeo GeForce 9600GT .

Muita gente pode esperar que esse "aplicativo" vise ganho de FPS, mas assim como qualquer outro aplicativo, ele não faz milagre. O conceito do Game Booster é liberar a memória utilizada pelo sistema "desativando" aplicativos desnecessÁrios durante o gameplay, dessa forma tornando a jogabilidade mais "lisa", sem as famosas travadinhas que algum programa rodando de fundo no windows possa causar. Mas esqueça que ele vÁ dar algum ganho de FPS. Abaixo podemos ver que em nenhum dos games que testamos houve aumento, o que mais uma vez comprova: FPS em games? Quem manda é a placa de vídeo.

{benchmark::1912}

{benchmark::1913}

{benchmark::1914}

De qualquer forma, utilizar o software pode ser interessante para evitar incômodos como atualizações de antivírus no meio da jogatina, por exemplo. Quando, de repente, um software que roda em background decide utilizar mais memória que o normal, podem ocorrer instabilidades na jogatina, o que o Game Booster ajuda a evitar. Além disso, é legal ter uma interface única para gerenciar drivers e configurações de controle antes de iniciar qualquer jogo.

{break::Conclusão}O Advanced System Care Pro é um ótimo software, mas é importantísstimo frisar que nenhum programa faz milagres. A solução da IObit ganha pontos pela interface limpa, intuitiva e bonita, pela facilidade de uso das ferramentas, velocidade nos procedimentos e pouco consumo de recursos do sistema. Por outro lado, peca por não fornecer maiores informações sobre os processos que irÁ executar, o que pode dificultar uma tomada de decisão.

A ferramenta anti-malware da IObit ainda precisa de aprimoramentos, o que é perdoÁvel, jÁ que estÁ na versão 1.0. Mas é imprescindível manter atualizações e aumentar constantemente o banco de dados para melhorar a capacidade de detecção. A boa notícia é que ele serve muito bem como complemento a outras proteções, e ainda inclui um recurso de anÁlise de arquivos suspeitos na nuvem que pode esclarecer eventuais dúvidas facilmente.

O Game Booster, por fim, decepcionou um pouco. Em mÁquinas com boas configurações, provavelmente o software não farÁ diferença e fica a dúvida se vale o investimento. Em PCs menos potentes, nos quais vÁrios processos vivem comendo mais recursos do que deveriam, pode ser uma alternativa interessante para evitar gargalos. Mas não espere significativos aumentos de FPS.

Na dúvida, é possível utilizar as versões gratuitas dos softwares para ver por si se vale a pena atualizar para PRO. Se sim, ao menos o preço é convidativo: os três softwares, somados, saem por US$43. De todos, o mais recomendÁvel é, sem dúvida, o próprio Advanced System Care, sem os adicionais Malware Fighter e Game Booster. É uma ótima ferramenta para manter o computador em dia, livre de arquivos inúteis acumulados e de erros no registro, o que ajuda a manter estÁvel e positivo o desempenho do sistema. Por US$12,97, é um bom custo-benefício.


PRÓS
Interface intuitiva e bonita
Ótimo desempenho
Limpa rapidamente arquivos indesejÁveis
Evita travadas eventuais em games
FÁcil restauração em casos de problemas causados pelas alterações
CONTRA
Proteção anti-malware ainda precisa melhorar
Sem incremento significativo de FPS com o Game Booster
Faltam informações detalhadas sobre alguns procedimentos
Assuntos
  • Redator: Risa Lemos Stoider

    Risa Lemos Stoider

    Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e gamemaníaca desde os 4 anos de idade. Já experimentou consoles de várias gerações e atualmente mantém uma ainda modesta coleção. Aliando a prática jornalística com a paixão pela tecnologia e os games, colabora com a Adrenaline publicando notícias e artigos.