ANÁLISE: Guitarra e Baixo 4 em 1 Playcontrol

ANÁLISE: Guitarra e Baixo 4 em 1 Playcontrol

 A Play Control, empresa do Grupo SH8, fundado em 2002, importa produtos na Área de tecnologia voltados para a diversão eletrônica. Entre cadeiras, controles e acessórios para jogos estÁ um de seus mais recentes lançamentos, a Guitarra e Baixo 4 em 1.

Este tipo de guitarra é usado em jogos como "Guitar Hero" e "Rock Band", onde o jogador tem que simular a execução de uma música, imitando as notas de uma guitarra, baixo, bateria ou até cantando. Os jogos transformam estes acordes em sequências de cores de botões, os quais os jogadores têm que apertar os correspondentes em seu instrumento. A seguir você confere como se saiu a guitarra em nossos testes.


Rock Band

Guitarra e Baixo 4 em 1

Antes de mais nada, esta guitarra representa um grande favor aos donos de Xbox 360, jÁ que são pouquíssimas as alternativas aos acessórios originais da Microsoft. E ainda funciona em todos os outros consoles atuais.

O instrumento é uma ótima opção para quem não tem verba suficiente para comprar os acessórios originais de qualquer videogame. Ela cumpre o seu papel. Porém, faltou zelo da empresa ao lançar o produto, jÁ que pequenos detalhes negativos chamam a atenção. Veja a seguir.

{break::Especificações}Geralmente as críticas demoram um pouco mais para aparecer em nossas reviews. Só que um produto com grandes ambições não poderia vir sem as especificações do fabricante. Nem na caixa, nem no site da empresa e nem no manual, aliÁs, que manual? Ok, críticas depois.

Vasculhando o site oficial, medindo a guitarra com uma trena e entrando em contato com a Play Control, finalmente conseguimos trazer as informações para você:

Tamanho: (comprimento) 79cm X (largura) 25 cm X (altura) 4cm
Peso: 0,7 kg (com a caixa)
Cores disponíveis: Azul, verde e preto, todas com partes brancas
Compatível com os consoles: Xbox 360, Wii, PS2 e PS3
Compatível com os jogos:
Guitar Hero e Rock Band
Bateria: Lítio

Instruções

As únicas referências às instruções do produto vêm na própria caixa, na parte de trÁs. Porém, julgamos estas informação como não suficientes para um bom entendimento geral, tanto para instalação e configuração (algo que tivemos bastante dificuldade no início para entender como se ligava em cada console), quanto para utilização dos botões não-principais, por assim dizer. Simplificando, existe um guia mínimo e simples, mas que deixa dúvidas.



Estas informações parecem ser suficientes para você?

Algumas informações contidas na caixa chegam até a confundir, por exemplo, hÁ na caixa uma paleta de cores onde lê-se apenas a palavra "cores" sem mais nenhuma informação adjacente. Mesmo sem explicações chegamos à conclusão de que estas são as cores que o produto estÁ disponível, certo?

Errado. Entramos em contato com o fabricante. As cores disponíveis são as mesmas encontradas no site, as quais citamos acima. Ou seja, esta paleta continua um mistério para nós. Caso você tenha uma ideia, poderia compartilhar conosco, ou com a Play Control, quem sabe.


WTF?

{break::Design e Acabamento}Até que enfim podemos fazer críticas! Não, não é bem assim. Embora a Play Control tenha pecado em vÁrios detalhes primÁrios, a Guitarra 4 em 1 não é de todo ruim, pelo contrÁrio, ela serve muito bem para o que foi proposta a fazer.


Guitarra e Baixo 4 em 1, design bonito e arrojado

Analisando seu design, à primeira vista o que se pode notar é que ela é bonita, tem traços arrojados e muitos botões. Ao se observar mais criticamente, os detalhes começam a aparecer, e é aí que se enxerga a falta de cuidado da fabricante em alguns pontos.

Primeiro, o acabamento não é dos melhores, o material parece meio frÁgil em comparação com as guitarras originais; segundo, a maioria dos botões não tem sequer a indicação do que fazem, e não estamos falando dos botões principais, que jÁ são intuitivos, como os coloridos ou a barra que simula a batida nas cordas; estamos falando de alguns outros, como você pode observar nas fotos a seguir:



E então, pra que servem estes botões?

O que acontece é que sem fuçar, mexer, clicar e testar inúmeras vezes, não dÁ pra adivinhar pra que os botões acima servem. Claro, na caixa tem as indicações, mas não é sempre que você terÁ a caixa do seu lado pra descobrir, além de existir a possibilidade de outras pessoas, que não têm acesso à caixa e que por ventura possam utilizar a sua guitarra, não saberão como utilizÁ-la, tanto no que diz respeito à instalação quanto ao uso, jÁ que as referências são mínimas.

Os principais botões, aqueles que você realmente vai usar a maior parte do tempo, ou seja, os coloridos e a barra de toque, são bem acabados e fÁceis de saber para que servem. Mas aqui cabe uma ressalva: a barra de cordas faz mais barulho do que nos produtos originais, aliÁs, mais até que outros alternativos. Ás vezes, dependendo do volume da sua televisão, ela farÁ mais barulho que a própria música, piorando seu rendimento, ou te dando mais desculpas nos momentos que você errar.


Barra de cordas

Você sabe que aqui no Adrenaline não deixamos passar nada. Não estamos dizendo que o produto não seja bom, mas analisamos tudo com um olhar tão crítico quanto um consumidor que acabou de comprar seu produto. Principalmente porque somos formadores de opiniões e não podemos deixar detalhes como estes passarem despercebidos, pois seremos cobrados.

Escrevi tudo isso para explicar mais uma falha boba da empresa. Se você notar, hÁ na parte traseira da guitarra um espaço dedicado à utilização de pilhas AA, quatro delas para ser mais exato. Ok. Porém, se você observar mais atentamente verÁ que este compartimento não traz os contatos necessÁrios para a transmissão de energia da pilha para qualquer aparelho.

Ficamos intrigados, mas supomos que talvez esta entrada pudesse ser algum tipo de adaptação presente apenas nas versões de testes. Entramos em contato com a empresa outra vez para nos certificarmos sobre este quesito na versão comercial.  A resposta, a essa altura, não foi de todo uma surpresa para a nossa equipe. O compartimento também vem nas versões disponíveis nas lojas. Mais um mistério não explicado...




É nessa hora que a gente diz que falta capricho...

{break::Funcionalidade e Fotos}Aqui não hÁ grandes novidades. A guitarra e Baixo 4 em 1 da Play Control faz o que ela promete, funciona bem para o que se propõe. No fundo, no fundo, depois de entender o funcionamento dos botões e como configurÁ-la, ela terÁ um desempenho exatamente igual aos acessórios originais, com apenas um pouco de barulho a mais na barrinha. Mas no que diz respeito à sua diversão, nada serÁ perdido.


Um ponto positivo neste aspecto é o fato de o controle do Wii ter um encaixe próprio, onde seus botões "encostam" nos botões da guitarra, fazendo você apertar diretamente eles, além da luz indicativa de qual "player" você é, que hÁ no controle, ficar visível também na guitarra.

Mas nem tudo são flores, este mesmo compartimento, onde se dÁ a conexão do controle do Wii com a guitarra, é usado para carregar a guitarra. Disto tiramos duas conclusões: 1 - ao jogar no Wii você não poderÁ carregÁ-la, apenas um dos dois por vez. 2 - ao carregar ou jogar no Xbox (com a necessÁria utilização do fio) você não terÁ como fechar esta tampa do compartimento, tendo que guardar em algum lugar à vista e rezar para não perder. Mancada.

O adaptador que você pode ver acima foi uma boa sacada. Ele serve para escolher entre os dois jogos que a guitarra suporta (Guitar Hero e Rock Band), além de poder selecionar qual videogame estÁ sendo utilizado. Nos testes ele reconheceu automaticamente e a "luzinha" indicou o que jÁ estava conectado. Você pode trocar apertando o botão central, algo que só descobrimos depois de algumas tentativas. No início achÁvamos que era algo como o sintonizador de wireless, parecido com o dos controles do Xbox 360.

Fotos

A seguir estão mais algumas fotos para você ter uma ideia mais completa do instrumento.








{break::Conclusão}Se a pergunta mais bÁsica a se responder numa conclusão de review é se você deve comprar ou não o produto, a resposta é sim.

Sim, porque esta guitarra é uma alternativa boa às originais, o preço não é tão barato mas se você não dispõe do necessÁrio para obter uma original, esta irÁ satisfazer os seus anseios e você jogarÁ / se divertirÁ exatamente do mesmo jeito que usando uma guitarra do Guitar Hero ou do Rock Band.

Porém, existem outras conclusões a se levar em consideração. Se você não é um jogador casual, e daqueles que se prendem a detalhes, além de ter dinheiro suficiente, a minha resposta para você é um não clÁssico. Embora este instrumento seja funcional, para aquilo que foi criado, certos detalhes foram esquecidos. HÁ errinhos bÁsicos cometidos pela Play Control que um entusiasta jamais deixaria passar.

Chega a ser um pouco frustrante parar e analisar esses desleixos. As vezes nós, como reviewers, ficamos perplexos com a falta de zelo de algumas companhias. DÁ a impressão que querem lançar algo o mais rÁpido possível e esquecem de elas mesmas testarem seus produtos, como acontece nas grandes empresas. O problema é que nessa pressa em ganhar uma fatia do mercado antes das concorrentes acabam atirando no próprio pé. Dizemos isto não só à Play Control, mas a todas as fabricantes que seguem algum tipo de raciocínio semelhante.

Neste caso, por exemplo, esta guitarra poderia ter notas altíssimas aqui e em outros lugares. Poderia ser uma excelente alternativa às originais, bastaria um pouquinho mais de atenção de seus produtores, sendo mais lírico, faltava um pouco mais de carinho.

Depois alguns reclamam das críticas, vide produtores de "Duke Nukem", mas bom acabamento embora não seja o primordial é essencial.

Em resumo, a Guitarra e Baixo 4 em 1 da Play Control é uma boa guitarra, mas muito mal acabada.

PRÓS
Alternativa aos instrumentos originais
4 em 1 (serve para os consoles atuais)
Botões de "solo"
Wi-fi
Bateria de Lítio
CONTRA
Acabamento deixa a desejar
Barulho da "barra de cordas" excessivamente alto
Necessidade de um controle com fio para uso no Xbox
Wi-fi não funciona no Xbox (necessita fios)
Não acompanha manual de instruções
Instruções na caixa são limitadas
Falta indicação nos botões
Compartimento de pilhas e paleta de cores misteriosos
Assuntos
  • Redator: Pedro Lima

    Pedro Lima

    Graduando de Jornalismo e Ed. Física, Pedro cresceu jogando videogames e futebol. Dividiu sua infância e adolescência com master-system, super nintendo, 486, k6-2, playstations e outros eletrônicos. Com eles aprendeu, além de gostar de games, tecnologia e ciência, a idolatrar Homer Simpson e Jaiminho, do Chaves.