ANÁLISE: MSI Radeon HD 5770 HAWK

ANÁLISE: MSI Radeon HD 5770 HAWK

É com satisfação que apresentamos aos leitores da Adrenaline o review da MSI Radeon HD 5770 HAWK. Satisfação porque, além de ser uma das melhores placas 3D do mercado baseada no chip Juniper, a MSI, juntamente com a Adrenaline, brindarÁ nossos leitores com o sorteio da placa!

A equipe de desenvolvimento da MSI vem ao longo dos últimos anos se esforçando em produzir soluções cada vez mais diferenciadas e especiais aos seus clientes. Foi assim com as linhas Lightning e Cyclone. E é agora com a série premium HAWK.

Apesar da nova geração de GPUs da ATi estar a beira de ser lançada, a atual geração Evergreen (Radeon 5000) tem ainda muita "lenha para queimar", sobretudo os modelos da série 5700 em diante.

A MSI R5770 HAWK é elogios em todos os aspectos. A VGA possui um projeto de PCB próprio - mais inteligente e otimizado em relação ao modelo de referência – contando com componentes de altíssima qualidade (a famosa classe militar) e um super sistema de refrigeração que, combinado com um programa de overlock próprio, garante um extraordinÁrio potencial de OC, com a GPU ultrapassando a barreira de 1Ghz.

{break::O Bombardeiro da MSI}A MSI não poderia ter sido mais feliz com a escolha da imagem de ilustração na caixa da R5770 HAWK. O F-117 Stealth traduz muito bem o "espírito" da placa. Além de ser rÁpido e mortal, o caça-bombardeiro é praticamente ainda imperceptível, uma perfeita analogia para o sistema de refrigeração utilizado, o Twin Frozr II.

O super cooler é composto por duas ventoinhas de 80mm do tipo PWM, montadas sobre um imenso dissipador formado por inúmeras aletas de alumínio, que se ligam à 3 heatpipes de 8mm, chamados pela MSI de SuperPipes. Além de conferir uma dissipação bem mais eficiente que o tradicional sistema de refrigeração do modelo de referência da ATi – segundo a companhia, o Twin Frozr II deixa a VGA com temperatura até 13°C menor – o cooler trabalha de forma surpreendentemente silenciosa.

Outro destaque, conforme adiantado na introdução do review, é a presença de componentes tops de linha, do tipo "classe militar", como é o caso dos capacitores Hi-c CAP (Highly-Conductive Capacitor) de altíssima condutividade para a GPU, sendo compostos com núcleo tântalo, um raro metal de imensa estabilidade e extremamente resistente à corrosão, que reduz a perda de energia em calor, em até 15 vezes se comparados aos capacitores comuns, melhorando a estabilidade da GPU e o potencial para overclock.

Outro tipo de componente que recebeu a atenção especial foi o Solid-State Choke (SSC) de ferro puro, gerenciando assim altas correntes elétricas (55A) que os chokes tradicionais do tipo bobina, reduzindo o zumbido do barulho das altas freqüências a zero.

Além disso, o uso de capacitores sólidos com núcleo de alumínio garantem uma vida útil de 10 anos, sem risco de explosões, com temperaturas reduzidas e baixíssima resistência equivalente (ESR).

A MSI R5770 HAWK conta com design PWM de energia de 7+1 fases, contra 3+1 fases. Trata-se da primeira Radeon HD 5770 do mercado com tal configuração, provendo o dobro de corrente elétrica que o tradicional modelo e garantindo uma maior capacidade de overclock.

Enquanto que uma Juniper tradicional tem tensão de 1,15V, a MSI R5770 HAWK possui a função de sobre tensão que, com ajuda do software Afterburner, pode-se elevar esse patamar para 1,35V, permitindo overclocks mais elevados (acima de 1Ghz) e mantendo a placa totalmente estÁvel. Com o programa, o usuÁrio poderÁ fazer até 5 configurações diferentes e guardÁ-las no profile, facilitando o seu uso no futuro.

Fechando a lista de atrativos da placa, a MSI disponibilizou ainda V-Check Points, que são pontos de checagem de tensão para a GPU e memórias, que facilitam o gerenciamento das tensões da placa, através do uso de voltímetro, conferindo uma segurança extra ao overclocker.

{break::A arquitetura da Juniper}A construção da GPU Juniper não tem grandes segredos. Para ser sincero, trata-se de algo bastante "simples", se é que podemos utilizar tal expressão. Conforme adiantado na introdução, o chip é, na verdade, uma espécie de "versão simplificada" da Cypress, possuindo metade de suas especificações (excetuando-se obviamente os clocks).

Tal atitude certamente só foi possível graças ao imenso poder de processamento da RV870, possibilitando que mesmo em tais condições, a Radeon série 5700 tenha fôlego de sobra para disputar com suas concorrentes.

Desta forma, a Radeon HD 5770 possui, ao invés de dois, apenas um agrupamento com 800 shaders/stream processors (SPs). Conforme pode ser visto na imagem abaixo, a Radeon HD 5770 possui 10 clusters do tipo SIMD (a 5870 possui 20), cada um com 16 thread processors, 4 unidades de texturas (TMUs), 32KB de espaço para armazenamento local de dados e 8KB de cache L1 para texturas. Por sua vez, cada thread processor conta com 5 stream cores, resultando assim em 800 shader cores (10x16x5) e 40 TMUs (10x4).

Assim como na RV770, a Juniper conta com 5 unidades de stream processors por Thread Processor (segmento), onde um deles pode ser considerado como unidade central (facilmente identificado na imagem abaixo pelo seu tamanho, maior do que os outros quatro), que fica responsÁvel por lidar com instruções de shaders complexos.

Obviamente que os SPs receberam melhorias necessÁrias para lidar com o DirectX 11 e toda uma gama de novas instruções.

Assim como na Radeon série 5800, a 5700 conta com uma espécie de "segunda geração" de memória GDDR5, na qual as mudanças de clocks agora acontecem de forma muito mais rÁpida e eficiente, sem qualquer cintilação. Como resultado, as velocidades das memórias podem diminuir quando a placa não estiver sendo utilizada a "pleno vapor", economizando, assim, uma significativa quantidade de energia e, consequentemente, reduzindo o calor. A grande diferença da Juniper para a Cypress estÁ na sua controladora de memória: ao invés de possuir 4 unidades de 64 bits, possui 2, resultando assim em um bus de 128 bits.

Seguindo a sua "irmã maior", a Radeon HD 5770 conta com código para detecção de erro presente dentro da controladora de memória, que passa agora a procurar e corrigir qualquer discrepância de dados da memória, automaticamente corrigindo-o. O maior beneficiÁrio é, sem dúvida, o overclocker. Enquanto as VGAs das gerações passadas apresentavam altas taxas de erros na renderização dos dados (como o aparecimento de "fantasmas" na tela), quando se aumentava a velocidade das memórias, na Juniper isso praticamente não ocorre mais, pois o novo algoritmo de detecção de erro faz a correção do dado na controladora, disponibilizando a informação precisa.

Uma grande diferença da Radeon HD 5770 para a HD 5870 (e mesmo para as HD 4850/4870/4890), estÁ na ausência da capacidade em processar instruções de pontos flutuantes de precisão dupla (DP), ao qual reduz em até um quinto o trabalho para o processamento, por exemplo, de instruções com precisões simples.

Contudo, o processamento de instruções DP não é utilizado para a renderização dos grÁficos, ficando restrito apenas a algumas situações específicas do conceito conhecido como GPGPU, onde a GPU é utilizada para o processamento de tarefas de uso geral, comumente realizadas pelo processador. Vale ressaltar que o trabalho de compressão de vídeo e feitos, bem como da simulação da física nos games, são plenamente realizÁveis sem maiores complicações com o uso de ponteiros/dados do tipo inteiros ou pontos flutuantes de precisão simples (FP).

Desta forma, a decisão da ATi pode ser considerada como assertiva, uma vez que ao excluir tal capacidade, a companhia economizou não apenas espaço no chip (tornando-o menos complexo), como também cortou custos no processo de fabricação, pontos vitais para uma placa voltada para o segmento intermediÁrio.

{break::Os recursos da Radeon 5770}Confiram abaixo os principais recursos presentes na Radeon HD 5770, sendo os mesmos do modelo referência e desse modelos "single slot" que estamos analisando:

- 1,04 bilhão de transistores;
- Litografia em 40nm;
- 800 Stream Processors;
- 16 ROPs;
- 40 TMUs;
- 1GB de memória GDDR5;
- Bus de 128 bits;
- Suporte às tecnologias: Eyefinity; ATI Stream Technology; e Accelerated Video Transcoding (AVT);
- Compatível com o DirectX 11 e Windows 7;
- Suporte ao OpenGL 3.1;
- Suporte aor OpenCL 1.0/1.1;
- Suporte ao CrossFireX;
- ATI Avivo HD vídeo; e
- Gerenciamento dinâmico de energia ATI PowerPlay technology


(1-Cypress, 2-Juniper, 3-RV770 e 4-RV740)

Analisando "friamente" os números da Radeon HD 5770, ao menos no "papel", a placa deu um belo salto qualitativo e quantitativo em relação a sua "irmã mais velha", a 4770, podendo até ser comparada a HD 4870, como é o caso da quantidade de stream processors, que saltou de 640 para 800. Apesar de contar com mais de 1 bilhão de transistores, o die tem Área de apenas 166 mm², contra 263 mm² da RV770, com um pouco mais de 950 milhões de transistores. Essa "equação" só foi possível graças à litografia mais refinada em 40nm; com ajuda, é claro, do excelente trabalho de engenharia da equipe de desenvolvimento da ATi.

Para maiores detalhes da GPU, basta acessar o review completíssimo da XFX Radeon HD 5770, clicando aqui.

{break::Fotos}Abaixo uma série de fotos da MSI Radeon HD 5770 HAWK, comprovando todo seu diferencial em acabamento sobre modelos referência. Inclusive em algumas fotos podemos ver ela sendo comparada com uma XFX Radeon HD 5770 com características de um modelo referência.

Como podem ver, a 5770 HAWK tem apenas um conector Crossfire, dessa forma suporta no mÁximo dual crossfire, além de ter 1 conector DVI, ao contrario de modelos referência que possuem 2 conectores.

{break::MÁquina/Softwares utilizados}Comparamos a MSI Radeon HD 5770 HAWK com uma série de placas destinadas ao segmento intermediÁrio, tanto de entrada como top. Os modelos selecionados foram: Radeon HD 5830, 5770, 5750 por parte da ATI, e GeForce GTX 460 768Mb e GTS 450 por parte da Nvidia.

A seguir, detalhes da mÁquina, sistema operacional, drivers, configurações de drivers e softwares/games utilizados nos testes.


MÁquina utilizada nos testes:
- Mainboard ECS P55H-AK
- Processador Intel Core i7 875K @ 4.1GHz
- Memórias 4 GB DDR3-1600MHz G.Skill Trident
- HD 1TB Sata2 Wester Digital Black
- Fonte XFX 850W Black Edition
- Thermalright HR-02 com FAN

Sistema Operacional e Drivers:
- Windows 7 64 Bits
- Intel INF 9.1.2.1007
- ForceWare 258.96 WHQL: Placas da Nvidia
- ATI Catalyst 10.9: Placas da ATI

Configurações de Drivers:
Games
- Texture filtering: High Quality
- Vertical sync: OFF
- Demais opções em Default

Aplicativos/Games:
- 3DMark Vantage (DX10)
- Unigine Heaven Benchmark 2.1 (DX11)

- Aliens vs Predator (DX11)
- Crysis Warhead (DX10)
- DiRT 2 (DX11)
- Just Cause 2 (DX10.1)
- Mafia II (DX9)
- Metro 2033 (DX11)
- StarCraft II (DX10)

{break::GPU-Z, Temperatura}GPU-Z
Abaixo, a tela principal do GPU-Z, mostrando as principais características da Radeon HD 5770 HAWK da MSI.


(MSI Radeon HD 5770 HAWK)

Temperatura
Começando os testes pela temperatura, vemos uma pequena melhora do sistema de refrigeração da HAWK sobre a referência, 3º em ambos as situações, modo ocioso e FULL. Vale destacar que a placa da MSI ainda possui um pequeno overclock de 25MHz no core. Por ser baixo, pouco deve influenciar na temperatura.

{benchmark::1037}

{break::3DMark Vantage, Unigine HEAVEN 2.1}3DMark Vantage
Começamos os testes de performance com o Vantage, onde vemos bom resultado da HAWK, mas pouco acima de um modelo referência, que jÁ era esperado devido os clocks bem próximos.

{benchmark::1038}

Unigine HEAVEN Benchmark 2.1
Se com o Vantage a diferença foi pequena, com o Unigine ainda menor. Reparem que mal podemos dizer que existe diferença, afinal de contas o mÁximo que chegou foi 4 pontos com tessellation ativado.

{benchmark::1039}

{break::Aliens vs Predator}Começamos os testes em games com o "Aliens vs Predator" como de costume. Como podemos ver, a 5770 HAWK se mostra pouco superior à 5770 referência.

Na comparação com a 5830 e com a GTX 460 a placa da MSI fica com FPSs cerca de 25% menor na média geral.

{benchmark::1040}

{benchmark::1041}

{benchmark::1042}

{break::Crysis Warhead}Em "Crysis Warhead" temos algumas mudanças. A diferença entre a HAWK e a 5830 caiu consideravelmente, apesar de que a diferença para com o modelo referência continua baixo, situação que deve acontecer nos demais testes.

Podemos ver também que a GTX 460 se destacou sobre os demais modelos.

{benchmark::1043}

{benchmark::1044}

{benchmark::1045}

{break::DiRT 2}Rodando "DiRT 2", outro game baseado em DX11, a HAWK novamente consegue se aproximar da 5830, ficando atrÁs por pouco mais de 10% na média geral. Destaque na queda de performance da GTX 460 na resolução de 1920x1080, ficando empatada tecnicamente com a HAWK, assim como com o modelo referência.

{benchmark::1046}

{benchmark::1047}

{benchmark::1048}

{break::Just Cause 2}Com "Just Cause 2", game onde a ATI tem amplo domínio sobre as placas da Nvidia, vemos a HAWK e a referência da 5770 ficarem a frente da GTX 460, com a 5830 liderando com média de 10% a frente.

{benchmark::1049}

{benchmark::1050}

{benchmark::1051}

{break::Mafia II}Em outro game onde a ATI tem melhorado bastante à medida que novos drivers são lançados, "Mafia II" faz com que a HAWK chega muito perto da GTX 460, em média, 10% atrÁs. A liderança ficou com a 5830 em todas resoluções, mesmo que muito pouco a frente da GTX 460 como podemos ver.

{benchmark::1052}

{benchmark::1053}

{benchmark::1054}

{break::Metro 2033}Se com "Just Cause 2" a ATI consegue boa melhora sobre as placas da Nvidia, com "Metro 2033" a situação se inverte. Tirando a GTX 460 que toma a dianteira, e a 5830 pouco acima, as placas 5770 HAWK, 5770 referência e GTS 450 ficam com resultados idênticos em 2 resoluções, na outra a diferença fica em 0,5 FPS, mostrando muito equilíbrio entre os modelos.

{benchmark::1055}

{benchmark::1056}

{benchmark::1057}

{break::StarCraft II}Para finalizar os testes, "Starcraft II", novamente um título onde a Nvidia tem se mostrado superior.

Como podemos ver, ambos os modelos de GeForce testados ficam a frente das demais placas, todas ATI. O curioso é ver que a 5830 não consegue colocar grande diferença sobre as 5770, em especial a HAWK que estÁ muito próxima.

{benchmark::1058}

{benchmark::1059}

{benchmark::1060}

{break::Overclock: Temp, 3DMark Vantage}Uma das principais características da Radeon HD 5770 HAWK, além de seu belo acabamento e sistema de resfriamento, é que ela foi desenvolvida para agradar usuÁrios exigentes que desejam tirar o mÁximo em overclock, para isso a MSI utilizou componentes de primeira linha, de acordo com a empresa, utilizados em materiais militares, tudo para dar maior durabilidade e aguentar situações estremas, normal em overclocks de alto nível.

Como a placa vai ser utilizada em um concurso cultural após essa review, não tentaremos forçÁ-la de mais, mas como podem ver abaixo nas imagens, deixamos ela trabalhando de forma estÁvel com core a 975MHz e memórias a 1350MHz, números considerÁveis se levarmos em conta que o clock do core de um modelo referência é 850MHz, no caso da HAWK, com um pequeno overclock de fÁbrica a placa trabalha por padrão em 875MHz, ou seja, aumentamos em 100MHz o clock default dela.

Vale destacar que além de suportar overclocks ainda mais altos, ela possui conectores para medir a voltagem exata, dessa forma facilitando a vida de overclocks mais exigentes, alias, suporta voltagens acima de modelos normais justamente por ser desenvolvida com componentes jÁ preparados para isso.


Nessa review mudamos os testes de overclock em games. Com a intenção de mostrar como é o comportamento da placa em mais jogos, escolhemos uma resolução onde focaremos os testes, como se trata de uma placa intermediÁria, a resolução escolhida foi 1280x1024. Diferente dois testes anteriores em apenas um game, agora teremos 4 games.

Temperatura
Começamos os testes de temperatura, comprovando que mesmo overclockada em 125MHz acima do modelo referência a temperatura se manteve igual quando o sistema em modo ocioso.

Quando rodamos o Vantage temos uma pequena vantagem para o modelo referência, nda que comprometa o funcionamento da placa, apenas 3 FPS a mais que a referência.

{benchmark::1061}

3DMark Vantage
Começamos os testes de performance em cima do Vantage, onde a HAWK após overclockada consegue um resultado muito bom, pouco mais de 1.000 pontos acima do modelo com clocks padrões, representando pouco menos de 10%. Resultado muito bom, mas ainda longe das duas primeiras placas, 5830 e GTX 460.

{benchmark::1062}

{break::Overclock: Games}Aliens vs Predator
Começando os testes em games pelo "AvsP", onde a HAWK overclockada conseguiu um aumento de 10%, parecido com o resultado do Vantage.

{benchmark::1063}

Just Cause 2
Em "Just Cause 2" a melhora foi ainda mais, quase 15%, fazendo inclusive da 5770 HAWK a placa mais rÁpida dentre todas testadas, batendo até mesmo a 5830.

{benchmark::1064}

Mafia II
Se antes a HAWK ficava um pouco atrÁs de 5830 e GTX 460, após overclockada no game "Mafia II" ela se recupera e briga de igual com esses dois modelos, também com melhora beirando os 10%.

{benchmark::1065}

StarCraft II: Wings of Liberty
Seguindo o resultado dos testes anteriores, novamente em "StarCraft II" a melhora é de 10%, apesar de não deixÁ-la perto das placas da Nvidia, ultrapassou novamente a 5830, o que jÁ é um resultado muito bom.

{benchmark::1070}

{break::Crossfire}Hoje, praticamente todo modelo de placa de vídeo lançado traz suporte à tecnologia de cascateamento de placas, seja Crossfire por parte da ATI, ou SLI pela Nvidia.

A Radeon HD 5770 é tida como uma das melhores placas da série 5000 para se utilizar em Crossfire. Como tínhamos duas outras 5770 fizemos não apenas um Crossfire de duas placas, mas também com três.

Antes dos benchmarks, vamos esclarecer um ponto que pode ser visualizado nas fotos abaixo. Em dual-crossfire deixamos a HAWK como principal, mas em triple-crossfire o sistema não ativava a tecnologia. Mas ao colocarmos ela como "terceira" placa, tudo funcionou perfeitamente. Reparem que ela possui apenas um conector Crossfire, diferente dos modelos referência, isso quer dizer que não é possível fazer triple-crossfire só de HAWK, jÁ que ela só pode ficar nas "pontas", impossibilitando uma placa no meio para fazer a "ponte".

3DMark Vantage
Rodando o 3DMark Vantage o Crossfire duplo de 5770 quase passou uma 5870, situação considerada normal. No caso dos testes dessa review, seja por drivers ou combinação de placas, não ocorreu, e a 5870 ficou poucos pontos a frente.

Quando fazemos os testes com Crossfire triplo de 5770, não teve jeito, a diferença para com a 5870 aumenta em mais de 6.500 pontos, mostrando o benefício de tal tecnologia no Vantage.

{benchmark::1066}

Aliens vs Predator
Também fizemos alguns testes com o game Aliens vs Predator. Confiram nos grÁficos que temos comportamento bem distinto do sistema quando rodando em Crossfire duplo e triplo. O salto de uma 5770 "sozinha" para Crossfire duplo é bem alto, coisa que não acontece de duas placas para três placas. Isso se deve a vÁrios fatores, principalmente relacionado ao suporte do game a tal tecnologia, e aos drivers que podem ser melhoradas especificamente para essa combinação.

De qualquer forma, vemos as 5770 bem próximas da 5870 em modo dual, e ultrapassando em modo triple.

{benchmark::1067}

{benchmark::1068}

{benchmark::1069}

{break::Conclusão}A MSI Radeon 5770 HAWX mostrou ser uma ótima opção em nosso review. Além de contar com fôlego para rodar os games mais badalados do momento em boas resoluções e filtros ativados, a placa possui ainda como destaque, um bonito, elegante e acima de tudo, eficiente sistema de refrigeração, o Twin Frozr II.

Graças ao super cooler, a placa chegou sem maior esforço a 975Mhz de GPU, com memória a 5.4Ghz (HÁ ainda relatos na web da GPU a 1050Mhz e memória a 5.66Ghz com o uso do Rivatuner). Trata-se de um ótimo "extra", uma vez que o usuÁrio tem sempre a sensação de ter um "coringa guardado na manga" pronto para utilizar sempre que necessÁrio.

Apesar dos clocks respeitÁveis alcançados com o overclock, o uso de componentes da chamada "classe militar", conferem estabilidade e acima de tudo, segurança e durabilidade à VGA.

Na verdade o único ponto merecedor de crítica refere-se ao preço. Embora seja prÁtica comum do mercado cobrar um valor a mais por produtos especiais e preparados para o overclock, como é o caso da R5770 HAWX (~US$170,00), resta saber até que ponto é interessante a compra do produto, em detrimento de outros concorrentes, como é o caso da própria Radeon 5830 ou da GTX 460 de 768MB/192 bits.



Quer ganhar essa placa de vídeo? Participe do Concurso Cultural MSI Radeon HD 5770 HAWK.

PRÓS
• Extremamente silenciosa;
• Ótimo potencial para overclock;
• Pontos de medição das voltagens no PCB (V-Check Points);
• Components de primeiríssima qualidade (classe militar); e
• Baixa temperatura;
CONTRA
• Preço concorrente com VGAs de segmento superior; e
• Segunda saída DVI ou saída VGA analógica poderia ser mais útil que a DisplayPort.
Assuntos
  • Redator: Filipe Braga

    Filipe Braga

    Filipe Braga é um cearense extremamente simpático formado em Ciências da Computação e apaixonado por computadores e tecnologia em geral. Também participa de reviews de hardware, especialmente placas de vídeo, processadores e placas mãe.