ANÁLISE: Noblesse K-2 Ebony

ANÁLISE: Noblesse K-2 Ebony

A coreana GMC é uma das maiores empresas especialistas em design de gabinetes. Tem de todos os tipos, formas e tamanhos, todos de primeira linha. A Windys, empresa brasileira que distribui os produtos da GMC no Brasil, nos enviou o modelo Noblesse K-2 Ebony, um dos mais completos da GMC, com quatro painéis - dois deles de LCD.

À primeira vista o que mais chama atenção é a sua robustez, uma aparência mais séria, ideal para aqueles usuÁrios que gostam de muita função e botão, mas com muita elegância. Isso sem falar no controle remoto que acompanha o produto. Mas tudo isso veremos mais adiante, inclusive a relação custo x beneficio.

{break::Componentes & Montagem}O gabinete Noblesse K-2 Ebony tem uma característica bem peculiar: é incrivelmente pesado! Todas as chapas de metal são bastante grossas, praticamente impossíveis de amassar, e o interessante é que o material usado não deixa o gabinete ficar quente, a ponto de esquentar as laterais e o topo, o que é comum de acontecer.  Não importa o calor que esteja fazendo, não importa a temperatura das placas e processador, o gabinete vai estar sempre com as laterais frias, e em alguns casos, geladas. E o melhor de tudo é que o equipamento possui todas as quinas e frisos dobrados, ou seja, ficam com aspecto arredondado. Dessa forma, torna-se bem seguro, evitando acidentes como arranhões e cortes.

O gabinete vem com dois FAN´s. Um frontal de 140mm com filtro interno, na parte de baixo onde o ar entra pelas laterais. O outro, de 120mm, fica na parte traseira. Ambos são extremamente silenciosos, do tipo "noise free", o que torna literalmente impossível ouvir qualquer ruído. Chega até mesmo a dar a sensação de que estão desligados. Vale destacar ainda que a tampa lateral possui duas Áreas para mais dois FAN´s opcionais.

A montagem do gabinete tem seu lado bom e seu lado ruim. O bom é que é tudo muito prÁtico para o encaixe dos componentes, jÁ que não é necessÁrio o uso de ferramentas. É o conhecido sistema "tool free". Tudo nele é de encaixe, através de pequenas linguetas de plÁstico bastante resistentes, que, acopladas nas laterais dos drivers de DVD e nos HD´s, ficam bem presas e encaixam perfeitamente no gabinete. As fotos dessas linguetas podem ser vistas no final da Review.

O lado ruim é que, pelo fato de possuir muitos componentes na parte frontal, a quantidade de cabos é gigante, fato que pode, inclusive, assustar os menos aventureiros. É cabo e fio para todo lado e de todas as formas. Para piorar, algumas placas mães podem ter problemas com o gabinete.

O fato é que alguns componentes da parte frontal, como o iMON VFD e o leitor de cartões de memória, funcionam via USB. Isso não seria problema se não houvesse a necessidade de ter as portas USB frontais conectadas à placa mãe. Ou seja, as quatro portas frontais USB usam dois cabos que são ligados nos dois conectores USB da placa mãe. Sobram mais dois cabos USB dentro do gabinete para serem ligados. Mas onde?
Uma das soluções, que uso para o painel VFD, é um cabo-adaptador que vem no gabinete, e é ligado no cabo interno do VFD transformando-o em um cabo USB externo comum. Com isso tenho que puxar esse cabo para fora do gabinete, deixando a tampa meio torta para que o cabo saia e possa ser conectado em alguma porta USB externa. Somente assim pude ligar o iMON VFD.

Vale lembrar que ainda sobra mais um componente: o leitor de cartões, que ainda não tive como manter ligado junto a todos os componentes, justamente pela falta de espaço: minha placa mãe só possui dois conectores USB internos.

{break::Funcionalidades}Um gabinete com um painel LCD jÁ chama atenção pela beleza e, apesar de hoje em dia jÁ ser algo comum, ainda assim chama a atenção por ainda parecer algo inovador. Até aqui tudo bem. Nada demais.

Agora imagine um gabinete com não apenas um, mas dois painéis LCD´s, sendo que um deles é um poderoso iMON VFD da Soundgraph. Além deles, ainda hÁ mais dois painéis de botões multimídias, nos quais pode-se controlar cada um dos LCD´s. Se jÁ não bastasse, ainda vem um controle remoto tão complexo, no sentido de quantidade de funções, que juntando meus controles da TV mais o do DVD, não chega nem na metade das funções que esse controle tem. Realmente incrível, a ponto de servir como mouse, inclusive com um botão direcional analógico no centro e ainda os botões de esquerda e direita.

 

Vale destacar que o controle é 100% configurÁvel através do aplicativo iMON Manager, que veremos mais adiante. Existe ainda opção de se criar macros até, inclusive com possibilidade de baixar configurações jÁ prontas para o controle.

É impossível alguém passar pelo gabinete e não parar para olhar quando ele estÁ todo ligado, e claro, com os painéis de botões acesos. Para os mais desavisados, fica parecendo que é um aparelho de som, principalmente quando se ativa o visualizador de equalização de 16x2.

Obviamente, com tanto painel assim, a frente dele tem que ser totalmente destacÁvel. Ela sai inteira, de uma só vez, e por esse motivo, com o tempo, ela acaba se desgastando - fica meio frouxa e com certa folga. Isso acontece porque a frente é toda de plÁstico, e as quatro presilhas não são muito resistentes. Depois de tirÁ-la algumas vezes, jÁ deu para perceber claramente que quem não tiver muito cuidado, pode acabar quebrando.

Além desses painéis todos, o gabinete vem com um leitor de cartão de memória embutido, do tipo 9x1, que lê cartões Memory Stick, Memory Stick Pro, Secure Digital, MultiMedia Card, SMC, Compact Flash e MD.

Na parte de baixo, existe mais um compartimento que possui quatro portas USB 2.0, uma porta FireWire IEEE1394, uma saída de Áudio e uma entrada de microfone.

{break::Os Painéis #1}Como dito anteriormente, o gabinete Noblesse K-2 Ebony, da GMC, possui "apenas" quatro painéis: dois de LCD e dois de botões multimídia, além do receptor de infravermelho para o controle remoto.

O primeiro, na parte de cima, é um iMON do tipo VFD, totalmente interativo, que pode ser controlado pelo painel de botões logo abaixo dele, ou pelo software que vem no CD que acompanha o gabinete.

O software é o iMON Manager, no qual se configura todo o painel, inclusive os botões multimídia. A sua versão atualizada, que pode ser baixada no site oficial, vem ainda acompanhada do aplicativo iMEDIAN HD, um poderoso player multimídia 100% controlÁvel pelo controle remoto.

Toda a parte multimídia fica a cargo do iMEDIAN HD, onde é possível até assistir TV - caso você tenha uma placa de TV interna ou externa, ouvir rÁdio de vÁrias partes do mundo divididas por tipo de música, ver suas fotos preferidas, assistir filmes em DVD e Blu-Ray ou vídeos diversos que estejam presentes no Hard Disk, saber o clima do mundo todo, noticias em tempo real, ouvir suas MP3 preferidas, entre outras coisas.

Vale destacar que tudo que você fizer no aplicativo iMEDIAN HD aparece escrito no visor do iMON VFD que, em alguns casos, detalha o que se estÁ assistindo ou ouvindo,  fornecendo informações como, por exemplo, nome do filme, duração, nome do cantor, nome da música, tempo restante etc. Bem interessante realmente.

Claro que, através do software iMON Manager, você pode especificar quais aplicativos e funções que podem alterar o visor VFD, como Winamp, pÁginas de internet, noticias atualizadas em intervalo de tempo determinado pelo usuÁrio, informações de clima da cidade escolhida, informações do sistema - que são bastante detalhadas por sinal, informações da rede, da internet,entre outros. A variedade é enorme mesmo, a ponto de se levar um bom tempo só customizando tudo, principalmente os canais de notícia, configurados a partir dos RSS dos sites que você escolher. No caso, eu apaguei todos que jÁ existiam, até porque eram todos de fora do país, e adicionei RSS de sites nacionais, inclusive da Adrenaline, claro.

{break::Os Painéis #2}Ainda tem a função de e-mail, que você configura no iMON Manager. De tempos em tempos, estipulados pelo usuÁrio, o software checa sua caixa de entrada e, caso exista alguma nova mensagem, ela aparece no visor. Incrível!

Um detalhe interessante é que no iMON Manager pode-se configurar como o visor VFD se comportarÁ com o PC desligado. Isso mesmo! Ainda que com a mÁquina desligada, você pode personalizÁ-lo de diversas maneiras, que vão desde deixÁ-lo também desligado, ou com uma mensagem personalizada, até mostrar data e hora de uma forma bem completa. Muito bom!

Todos os botões do segundo painel, que vêm logo abaixo, servem para controlar o PC, e claro, mostrando todas as informações no VFD. Dentre eles, existe um que, a meu ver, é o mais útil de todos: o LIGHT, que nada mais é do que o botão que liga e desliga todos os LED´s de todos os painéis do gabinete. Claro, os LED´s são bonitos, dão um ar avançado ao gabinete, chamam a atenção, deixam o equipamento mais estiloso, etc.

Mas o fato é que, depois de um tempo, você pode acabar irritado com eles, que chegam até mesmo a atrapalhar algo importante que esteja fazendo no PC. Podem acabar tirando a concentração. Isso porque a quantidade é imensa: são 16 botões, incluindo o central, somente nesse primeiro painel. Número um tanto exagerado na minha opinião, embora úteis em muitos casos. Pior ainda é para quem deixa o PC ligado a noite toda. Imagina essa imensa quantidade de LED´s acesos? Pois é!

Bom, os demais botões variam de controle de volume, faixa, play, stop, avanço, retrocesso, até para assistir TV, ver filmes, fotos, ouvir música ou rÁdio via Internet.

{break::Os Painéis #3}

O terceiro painel é um LCD mais simples, embora seja o mais útil. É um LCD comum que mostra informações bÁsicas de um computador: potência dos dois coolers que acompanham o gabinete, temperatura interna e avisos de ligado e de acesso ao HD. Nada de muito inovador, jÁ que esse tipo de painel é encontrado aos montes por aí.

O mais interessante nisso tudo são os botões que vêm logo abaixo dele, no quarto painel. São oito botões: setas direcionais que substituem as do teclado, botão de abertura de aplicativos configurÁveis através do software do iMON, um botão de cancelar e outro de Enter. HÁ ainda algo mais importante: dois botões de controle de velocidade dos FAN´s. Esses, com certeza, são os mais usados de todo o gabinete. Extremamente útil para quem joga no PC, e assim quer ter mais controle sobre o aquecimento do mesmo.

{break::Especificações}

  • Características
    • Cor: Cinza e preta
    • Modelo Torre: ATX
    • Conectores frontais
    • Botão de liga / desliga
    • Display VFD no frontal
    • Controle remoto sem fio incluso
    • Lateral esquerda e direita com parafusos thumbscrew
    • Múltiplos controles multimídia e leitor de cartões no frontal
    • Duas portas frontais (não removíveis) para drives óptico de 5,25"  
  • Especificações
    • - Chassi:
      • Aço
    • - Refrigeração:
      • Duto lateral de 12cm com filtro
      • 1 x Ventoinha de 120 x 25mm na traseira (inclusa)
      • 1 x Ventoinha de 120 x 25mm no frontal (inclusa, com filtro)
    • - Baias:
      • Externas: 2 x 5,25"
      • Internas: 2 x 5,25" + 6 x 3,5"
    • - Placa mãe:
      • Padrões suportados: ATX / Micro ATX (não inclusa)
    • - Painel Traseiro:
      • Padrões suportados: ATX / Micro ATX (espelho ATX IO e 7 slots de expansão)
    • - Fonte:
      • Padrões suportados: ATX12V (não inclusa)
    • - Conectores frontais:
      • 4 x USB
      • 1 x Firewire
      • 1 x Microfone
      • 1 x Fone de ouvido
    • - Leitor de cartões:
      • Compatível com Memory Stick, Memory Stick Pro, Secure Digital, MultiMedia Card, SMC, Compact Flash e MD
    • - Dimensões:
      • L x A x P: 20,5 x 45,2 x 55cm
  • Acessórios
    • Buzzer
    • Guia do usuÁrio
    • Controle remoto
    • Trilhas para drives de 3,5"
    • Kit de instalação (parafusos, espaçadores...)

{break::Prós e Contras & Conclusão}

Conclusão

O gabinete Noblesse K-2 Ebony prima pela beleza e requinte devido aos diversos painéis frontais que possui, muito úteis. Ainda inclui leitor de cartões, adicional quase indispensÁvel hoje em dia para evitar o uso contínuo de cabos USB de câmeras digitais e filmadoras. Ainda possui dois FAN´s sem ruídos.

Tudo isso faz com que o gabinete seja um dos mais estilosos jÁ feitos, até porque ele tem a aparência de um gabinete comum, sem muita apelação, mas com informações e funções bastante úteis na sua parte frontal, podendo ser totalmente controlado pelo controle remoto sem fio que o acompanha.

Se tiver um bom dinheirinho sobrando, e gostar de algo bem moderno, mas sem aquelas aparências surreais que alguns modelos de gabinete possuem, o K-2 Ebony foi feito para você. 

{break::Mais imagens}

PRÓS
Funções para todos os gostos 
Sistema de presilhas bem interessante. Não necessita de ferramentas para montagem 
iMON VFD é um espetÁculo. Funciona mesmo com o PC desligado 
As chapas de metal usadas são extremamente resistentes 
Controle total dos FAN´s 
Controle remoto completo 
É um perfeito HTPC 
Possui sete Slots de expansão
CONTRA
Depois de um tempo, as dezenas de LED´s podem irritar e tirar a concentração 
Toda a parte frontal não parece ser muito firme e resistente 
É muito cabo interno. Difícil deixar tudo organizado sem parecer um ninho de rato 
Ter que ficar com cabo USB para o lado de fora é dose 
Botão de RESET é logo abaixo do LIGHT. JÁ resetei o PC vÁrias vezes sem querer 
São tantas funções no controle remoto, que podem deixar muita gente confusa 
Feito para poucos, pois ainda é caro para o mercado brasileiro
Assuntos
  • Redator: João Paulo Losada

    João Paulo Losada

    Gamer por natureza, JP Losada, ou simplesmente DJLosada como é conhecido por toda a comunidade gamer, é um grande conhecedor de games em geral. Eventualmente analisa lançamentos e comenta sobre os sucessos e decepções relacionadas aos games que chegam ao mercado através do portal Adrenaline. Já escreveu para revistas de games, artigos para produtoras, além de ter citações em seu nome em caixas de jogos de PC lançados no Brasil. Possui parceria com algumas produtoras, principalmente de corrid