ANÁLISE: Asus Radeon HD 4890

ANÁLISE: Asus Radeon HD 4890

Na eterna "briga" entre produtos de ATI e Nvidia temos o início de um novo capítulo, onde a ATI lança agora a Radeon HD 4890 para tentar conquistar de vez o segmento TOP intermediÁrio, onde até então hÁ ligeira vantagem da GTX 260 216 Cores sobre a Radeon HD 4870.

Esse lançamento traz algumas mudanças em se tratando de clocks por parte da 4870, como veremos mais adiante. Resta saber o quanto isso irÁ melhorar na prÁtica.

Asus Radeon HD 4890 (EAH4890)
A Asus é uma das grandes empresas que, quando se trata de produtos TOP, preza pela qualidade nos mínimos detalhes. Apesar do modelo Radeon HD 4890 "EAH4890" ser baseado nos clocks referência da ATI, a placa mostra pequenos detalhes de uma companhia do porte da Asus, que vai desde o acabamento interno da caixa a detalhes da placa - detalhes esses que para muitos nem merecem ser destacados, mas que definitivamente mostram como uma empresa grande tem divisões para cuidar de cada "detalhe" em seus produtos.

No mais, o modelo que estamos testando é igual a diversos outros que chegam ao mercado durante esta semana, sendo que os clocks e o sistema de cooler seguem o padrão adotado pelo modelo referência da ATI.

Quando falamos em características técnicas temos como principais mudanças da 4890 para a 4870 clocks mais altos, consequentemente tornando a placa mais potente, com a intenção da ATI de lançar no mercado um produto para bater a GTX 260 216 Cores.

Reparem na tabela abaixo que o clock do chip saltou de 750MHz do modelo 4870 para 850MHz na 4890, assim como o clock das memórias foram de 3.600MHz para 3.900MHz. Com essas mudanças tivemos um aumento de processamento e bandwith das memórias, o que deverÁ influenciar em uma melhora de performance. Iremos confirmar essa teoria mais adiantes nos benchmarks.


Outra diferença em cima da 4870 é que a 4890 só serÁ lançada com 1GB, sem versões de 512Mb, pelo menos a princípio, afinal sabemos que diversas empresas acabam se aventurando a fim de ter modelos diferenciados, com isso pode ser que tenhamos surpresas nesse aspecto futuramente.

Outro ponto interessante é que o consumo aumentou quando a placa estÁ em uso, mas caiu quando ela estÁ em espera, como vemos na tabela acima.

{break::Física by Havoc, Softwares Asus}Uma notícia muito interessante que foi liberada na Game Developers Conference (GDC) de 2008 é que a ATI fechou uma parceria com a Havoc para que suas placas de vídeo tenham benefício de tal controle físico. Essa, logicamente, é uma saída da empresa frente à Nvidia com o PhysX, apesar de que temos sempre que frisar que a Havoc foi comprada hÁ pouco tempo pela Intel, mas também temos que levar em consideração que o mercado não estÁ deixando uma ou outra empresa simplesmente deixar de lado os problemas que teria boicotando algumas tecnologias da concorrência, afinal a briga por resultados estÁ mais acirrada e competitiva do que nunca.

Resta agora saber quando os benefícios serão notados na prÁtica para os usuÁrios da ATI, se é que podem realmente ser um diferencial na comparação com a PhsyX.

Powered by Asus
A Asus traz com suas placas alguns softwares para tentar oferecer melhorias sobre os modelos concorrentes. Esses softwares vão desde um player de vídeo a um sistema para overclock da placa. Abaixo, a discriminação desses "softwares" que acompanham não apenas esse modelo, mas outros da Asus.

ASUS Splendid: Software de visualização de filmes que tira todo o proveito das tecnologias oferecidas pela placas de vídeo.

ASUS Gamer OSD: Programa para benchmark, captura de vídeo e screenshots de qualquer game para PC.


ASUS Smart Doctor: Sistema de proteção inteligente do hardware, e ferramenta de overclock, que torna simples o overclock da placa de vídeo. Inclusive, este foi o software utilizado para o nosso teste de overclock dessa placa.



{break::Fotos}Abaixo temos algumas fotos da Asus Radeon HD 4890, inclusive algumas comparando-a com uma HiS Radeon HD 4870 1GB Turbo IceQ4, mostrando que não houve mudanças no PCB em cima de uma 4870 1GB - pelo menos não aparentemente.



{break::MÁquina/Softwares utilizados}Nos benchmarks dessa review comparamos a Radeon 4980 com uma Radeon 4870 OC e mais uma GeForce GTX 260 216 Cores, placas essas que são suas concorrentes no momento (pelo menos até chegar a GeForce GTX 275 que a Nvidia lança oficialmente hoje também justamente para tentar tirar o foco da 4890).

Vale destacar que ainda não existe driver oficial para a 4890, mas as empresas disponibilizam uma versão beta do Catalyst. Em breve iremos fazer a review de outro modelo que estÁ chegando no mercado e colocaremos novos testes jÁ com drivers oficiais.

MÁquina utilizada nos testes:
Mainboard Gigabyte EP45-DS4P (Intel P45)
Processador Intel Core 2 Quad Q9550 @ 3.53GHz
Memórias 4 GB DDR2-800 OCZ
HD 500GB Sata2 Wester Digital
Fonte SevenTeam 750W

Sistema Operacional e Drivers:
Windows Vista 32 Bits SP1 com Updates
ATI Catalyst 8.592.1 Beta: Asus Radeon HD 4890
ATI Catalyst 9.3: HiS Radeon HD 4870 1GB
Nvidia ForceWare 182.08: GeForce GTX 260 216 Cores

Aplicativos/Games:
3DMark06 build 1.1.0
3DMarl Vantage
Crysis v1.21 (Cry Engine)
FarCry 2 v1.01 (Dunia Engine)
F.E.A.R. v1.08 (Jupiter EX Engine)
World in Conflict v1.0009 (Masstech Game Engine)
Grand Theft Auto v1.0.2.0 (Rockstar Advanced Game Engine - RAGE)
Tom Clancys H.A.W.X 1.01(Engine própria)

{break::3DMark06, 3DMark Vantage}Começando os testes com o 3DMark06, como de costume temos uma ligeira vantagem da 4890 sobre a GTX 260 216 Cores, que por vez tinha resultado um pouco superior à 4870. Nesse teste a ATI jÁ consegue demonstrar uma melhora frente à sua principal concorrente.



3DMark Vantage
Na versão mais atual do 3DMark, temos um resultado favorÁvel à Nvidia e ao mesmo tempo à ATI. Calma que eu explico. Como as placas da Nvidia possuem controle físico conseguem um aumento considerÁvel nos testes baseados nos cÁlculos do processador do computador, com isso aumenta alguns pontos preciosos no score final do 3DMark Vantage. Mas, se analisarmos o teste exclusivo da placa de vídeo, a 4890 consegue ficar cerca de 8% à frente da placa da Nvidia. Aí deixamos a decisão para você leitor sobre qual resultado deve ser levado em consideração.



{break::Crysis}Começando os testes em games com o Crysis, vemos como de costume a ATI com melhores resultados. O estranho é que na resolução mais baixa a 4870 supera a 4890, mas a partir de 1280x1024 a nova placa da ATI jÁ ultrapassa sua co-irmã para não perder mais a liderança. Em se tratando da comparação com a placa da Nvidia, a nova placa da ATI chega a ser mais de 20% superior em algumas resoluções como podem ver abaixo.




{break::FarCry2}Com o FarCry2 temos uma mudança na liderança se comparamos com os scores do Crysis, pelo menos na maioria das resoluções, sendo que a placa da Nvidia leva boa vantagem na resolução mais baixa, mas que vai caindo até a GTX 260 216 Cores ser superada pela nova placa da ATI como poderão ver abaixo nos grÁficos.



{break::F.E.A.R.}Com nosso único game baseado totalmente em DirectX 9, a 4890 fica no topo desde a resolução mais baixa até a mais alta. TÁ certo que a diferença não é muito grande, mas é maior do que a GTX 260 216 Cores tem para com a 4870, mostrando que os clocks mais altos surtiram efeito nesse game também.



{break::Grand Theft Auto 4}Em cima do GTA IV a placa da Nvidia se mostra melhor nas resoluções mais baixas, mas vê a vantagem diminuir nas resoluções intermediÁrias. No final, a nova placa da ATI consegue resultados melhores - cerca de 10% - tanto sobre a GTX 260 216 Cores como sobre a 4870.



{break::Tom Clancy´s H.A.W.X.}Em cima do simulador aéreo H.A.W.X. da Ubi-Soft temos resultados bem favorÁveis a placa da Nvidia na maioria das resoluções, com um empate apenas na resolução mais alta. JÁ na comparação entre as duas placas da ATI temos uma diferença que não che a 5% em média.



{break::World in Conflict}Em cima do WiC temos resultados parecidos com o que tivemos em outros testes como com o GTA IV. A placa da Nvidia toma a dianteira no teste com a resolução mais baixa, mas vê sua vantagem diminuindo nas resoluções intermediÁrias, chegando ao ponto de ser ultrapassada pela 4890 na resolução mais alta - novamente prova que o overclock surtiu o efeito esperado em algumas situações.


{break::Overclock}Fizemos um pequeno overclock com o utilitÁrio SmartDoctor da Asus, aumentamos o clock do chip de 850MHz para 900MHz, e das memórias de 3900MHz para 4004MHz como podem ver nas imagens abaixo.

Após aplicar as mudanças de clock testamos a placa rodando o 3DMark Vantage, confiram abaixo o resultado mostrando uma pequena melhora de pouco mais de 3% no resultado final(P), mas com cerca de 5% no resultado apenas do score da placa de vídeo(G).


{break::Conclusão}HÁ poucos dias fiz a review de uma GeForce GTS 250, que em minha conclusão é uma ótima placa devido o seu custo benefício, mesmo que ela não passe de uma 9800GTX+. No entanto, seu preço altamente competitivo frente a sua principal concorrente da ATI a torna uma ótima opção, e PREÇO é o que define qual serÁ a concorrente direta quando falamos de mercado, então o que temos que levar em consideração sobre essa "nova" placa da ATI gira em torno do mesmo raciocínio utilizado: os reais benefícios das tecnologias, performance, etc. e por fim o preço que vai ser cobrado por isso.

Seguindo essa lógica, acredito que a 4890 possa se complicar um pouco, por um motivo bem simples: o lançamento da GTX 275 da Nvidia. Ou seja, caso a 4890 fosse lançada para "brigar" apenas com as placas GTX 260, especialmente para com a 216 Cores, a ATI poderia ter um sucesso muito maior do que poderÁ conseguir nesse momento. Afinal, apesar de conseguir uma melhora de cerca de 5 a 10% sobre a 4870, consegue um resultado um pouco inferior na comparação com a GTX 260 216 Cores, mas terÁ jÁ na largada que competir com a GeForce GTX 275 que a Nvidia lançou também oficialmente ontem, justamente para fazer frente a 4890 e não deixar a placa da ATI ganhar mercado.

No caso, a GTX 275 além de oferecer aumento de clocks ainda vem com alguns núcleos a mais, e que podem dar mais vantagem à Nvidia - situação que veremos na prÁtica em nossa review que colocaremos no ar na semana que vem.

Para concluir, o que definirÁ qual a melhor placa entre esses novos lançamentos serÁ qual placa terÁ o melhor preço, mas até onde vimos de momento a Nvidia poderÁ colocar a GTX 275 a preços iguais e até abaixo da 4890 - o que seria um grande banho de Água fria para esse lançamento da ATI.

Por outro lado, jÁ se comenta que a Radeon HD 4890 jÁ deu saída de mais de 50.000 em seu pedido inicial, mostrando que o nome Radeon 48xx é um grande trunfo acima até mesmo do resultado final da placa.

PRÓS
CONTRAS
Assuntos
  • Redator: Fabio Feyh

    Fabio Feyh

    Fábio Feyh é sócio-fundador do Adrenaline e Mundo Conectado, e entre outras atribuições, analisa e escreve sobre hardwares e gadgets. No Adrenaline é responsável por análises e artigos de processadores, placas de vídeo, placas-mãe, ssds, memórias, coolers entre outros componentes.