A AMD enfim detalhou mais de sua próxima geração de processadores Ryzen, os Ryzen 3000, construídos na litografia de 7 nanômetros e baseados na microarquitetura Zen2. Entre os grandes destaques estão a evolução massiva na quantidade de cache, na capacidade de calcular pontos flutuantes e um ganho de 15% no IPC, comparado à geração anterior.

Durante o lançamento foram apresentados 3 modelos: o Ryzen 7 3700X, que foi comparado ao 9700K da Intel durante a apresentação, o Ryzen 7 3800X, mostrando que a linha 800X faz seu retorno depois de estar ausente nos modelos 2000, e o Ryzen 9 3900X.

No duelo com a empresa rival, o Intel Core i7-9700K versus Ryzen 7 3700X, há uma vantagem de 33% para o processador AMD executando o CineBench, um teste de uso intensivo de múltiplos threads. No duelo Ryzen 7 3800X versus Core i9-9900K, a AMD afirma que ambos os processadores entregam um nível semelhante de desempenho.

Junto com os processadores da série 3000, também foi introduzido o chipset X570, que irá equipar as primeiras placas compatíveis com o PCIe 4.0, com uma quantidade de até 40 linhas PCI-Express.

Apesar da nova placa-mãe, o soquete segue sendo o AM4, usado desde o lançamento dos primeiros modelos de processadores Ryzen. Em teoria, todas as placas lançadas com o soquete AM4 podem receber suporte aos novos processadores, porém começam a aparecer sinais de que algumas fabricantes podem não atualizar a BIOS em alguns modelos devido algumas limitações técnicas.

O grande destaque da noite foi o Ryzen 9 3900X. Confirmando rumores, a AMD foi capaz de adicionar mais estruturas ao chip Ryzen para o mercado mainstream, e o resultado é o primeiro processador do segmento com um total de 12 núcleos, operando com clock base de 3.8GHz e chegando a até 4.6GHz em boost. Isso foi viável graças ao tamanho menor dos componentes, viabilizando incluir mais um die e assim crescer a contagem de núcleos.

No confronto direto, o Ryzen 9 foi capaz de entregar uma renderização do Blender em 32 segundos versus 38 segundos necessários para o Core i9-9920X, um modelo também equipado com 12 núcleos e 24 threads. Apesar de ser uma boa aplicação para medir performance de CPU, graças ao uso intenso desse componente no teste, assim como no CineBench a AMD costuma ter uma vantagem sobre a Intel nesse cenário de testes.

Como vem sendo uma característica dos modelos Ryzen, o preço é bastante competitivo, com o modelo topo de linha de 12 núcleos com o mesmo custo do 9900K da Intel, que vem equipado com 8 núcleos. Todos os processadores chegam ao mercado globalmente no dia 7 de julho. 

Além dos modelos mais "parrudos", a AMD também anunciou dois modelos intermediários, o Ryzen 5 3600X e o Ryzen 5 3600, ambos com 6 núcleos e 12 threads. O modelo 3600X terá um TDP mais alto, provavelmente devido ter clocks mais altos também. Eles chegam por US$249 e US$199 respectivamente.

Abaixo tabela com as especificações técnicas e valores de cada um dos modelos da série Ryzen 3000:

Desenvolvedor AMD AMD AMD AMD AMD
Distribuidor AMD AMD AMD AMD AMD
Plataformas AMD Socket AM4 AMD Socket AM4 AMD Socket AM4 AMD Socket AM4 AMD Socket AM4
Site oficial Link Link Link Link Link
Preço no lançamento U$ 499,00 U$ 399,00 U$ 329,00 U$ 249,00 U$ 199,00
Especificações
Socket AM4 AM4 AM4 AM4 AM4
Processo de fabricação 7nm 7nm 7nm 7nm 7nm
Conjunto de instruções 64-bit 64-bit 64-bit 64-bit 64-bit
Número de núcleos 12 8 8 6 6
Threads 24 16 16 12 12
Multiplicador desbloquado Sim Sim Sim Sim Sim
Canais de memória dual-channel dual-channel dual-channel dual-channel dual-channel
Codinome Zen2 Zen2 Zen2 Zen2 Zen2
TDP 105 105 65 95 65
Cache L3 64 32 32 32 32
Clock 3800 3900 3600 3800 3600
Clock (Turbo) 4600 4500 4400 4400 4200
Memórias suportadas DDR4 DDR4 DDR4 DDR4 DDR4
PCI Express 4.0 4.0 4.0 4.0 4.0
Canais PCI Express 40 40 40 40 40
Vídeo Integrado
GPU SEM VÍDEO INTEGRADO SEM VÍDEO INTEGRADO SEM VÍDEO INTEGRADO SEM VÍDEO INTEGRADO SEM VÍDEO INTEGRADO
Características Gerais
Acompanha cooler? SIM, Wraith Prism RGB SIM, Wraith Prism RGB SIM, Wraith Prism RGB SIM, Wraith Spire SIM, Wraith Stealth