Adrenaline: Fonte de informação sobre Tecnologia e Jogos

XboxNintendoPlaystationGames

Japão torna ilegal modificações de consoles e edição de saves

Japão torna ilegal modificações de consoles e edição de saves





Share on Google+

O governo do Japão tornou ilegal o fornecimento de serviços de modificação de console e de edição de saves de videogames, e quem descumprir as leis poderá ser condenado a pagar uma multa de até ¥ 5 milhões (R$ 171.000) e até 5 anos de prisão.

Essa nova legislação é parte do que está sendo chamado de "Ato para Prevenção da Competição Injusta" no Japão, e que se tornou público em dezembro de 2018. A ideia do projeto é impedir que alguém tenha lucro de maneira injusta usando um produto eletrônico ou software de uma outra companhia.

Com isso, a distribuição de editores e programas que alteram dados de jogos salvos se torna ilegal. A venda, o leilão ou a distribuição de códigos de série ou chaves de produto sem a permissão dos criadores do software também passa a ser crime.

Finalmente, prestar serviços que ofereçam como benefício a edição ou o hackeamento de dados de saves e a modificação ou o hackeamento de consoles é outra atitude proibida.

Conforme aponta o site Gamespot, a maneira como a lei foi escrita permite que ela afete alguns tipos de modificação que costumavam ser considerados inofensivos. Isso inclui adicionar novos games para consoles como Super Nintendo ou PlayStation 1 usando mods ou Action Replay.


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Adrenaline. Se achar algo que viole nossas condições de uso, denuncie através do link de report de erro do conteúdo.

Comentários que não são pertinentes a discussão, com caráter ofensivo, com xingamentos etc., serão deletados sem aviso prévio e os usuários serão BANIDOS. Não iremos fazer análises de reclamações sobre banimentos, então pedimos a colaboração para evitar inconvenientes.

* Esse é um espaço de troca de conhecimentos e opiniões, use-o para esses propósitos *