Primeiro de tudo, o teclado da urna eletrônica brasileira é um teclado mecânico, mas ele não é igual a como teclados mecânicos normalmente são construídos, pois usa um switch completamente diferente.

O que é usado, são switches do tipo "Snap Action", o acionamento é quase idêntico aos que há nos botões esquerdo e direito do seu mouse, mas o tamanho é bem maior e há uma "alavanca" que tem como funções:

1. Impedir que o botão seja pressionado acidentalmente, aumentando a distância que o botão deve ser pressionado.
2. Aumentar a resistência do botão, o que também previne pressionamentos acidentais.

Eles também são popularmente conhecidos como "Chave Fim de Curso". E uma das principais razões para ser necessário pressionar tão fundo a tecla, é devido ao teclado em braille, para que ele possa ser usado sem pressionar alguma tecla acidentalmente.

Estes componentes também são utilizados para várias aplicações industriais, especialmente quando botões não podem ser pressionados acidentalmente. Controles de guindastes, botões de aeronaves, terminais de fábricas, etc...

As keycaps (o plástico com escritas em cima) da urna eletrônica brasileira são bastante altas, elas precisam ser pressionadas até o fundo para ativar, se você pressionar até a metade, ela não ativa, e você vai escutar um "clique" do botão mecânico quando chegar próximo ao fundo da tecla.

Já a impressão presente nas teclas é feita através do método "Laser Engraving", o que garante uma ótima durabilidade à impressão dos caracteres:

O switch da urna eletrônica é o switch correto para ela, e não é um switch adequado para qualquer aplicação, por isso não vemos ele em mouses ou teclados mecânicos, mas algumas máquinas de Arcade possuem switches um pouco similares, porém com menor distância de ativação e resistência.

Uma das questões que acabaram surgindo para mim foi "Wetto, é possível fazer um botão responder a outro?", ao que eu posso responder: sim, é possível soldando um fio entre os dois switches, mas este número responderia 100% do tempo como o outro, o que ficaria muito suspeito.


Teclado mecânico antigo com fios conectados aos switches. Fonte: Arcade Cabinet

Porém, é extremamente improvável isto acontecer na urna eletrônica brasileira pois ela possui uma camada grossa de epóxi protegendo ela, então a placa do teclado não pode ser modificada facilmente.


Fonte: Manual do Mundo - Abrimos a Urna Eletrônica!

Aliás, a própria placa do teclado se comunica com a urna havendo criptografia, o que também impede que dispositivos externos que possam ser colados na urna (conhecidos como "chupa-cabras") influenciem o resultado ou captem dados. Isto também impede que o teclado seja substituído por outro que não seja uma peça de reposição do próprio TSE.

Enfim, não estamos aqui para defender a integridade da Urna, há entidades mais competentes para isto e você possui o direito em acreditar no que quiser, mas o que foi possível notar é que o teclado da Urna Eletrônica Brasileira fora bem projetado e possui um bom sistema de proteção contra interferências externas, especialmente de eleitores mal intencionados.

Isto porém não quer dizer que este teclado não possa apresentar as mesmas falhas que podem ocorrer em switches de mouses e teclados, tal como botões duplicando (apertar 0 e sair 00) ou até mesmo botões falhando, isto infelizmente pode ocorrer em uma pequena porcentagem das urnas, é normal quando é produzido uma quantia enorme de teclados alguns apresentarem defeitos, mas nestes casos deve-se informar o defeito para que seja feita a reposição da urna.

Os comentários para este artigo estão desativados.