Adrenaline: Fonte de informação sobre Tecnologia e Jogos

PC GamesXboxPlaystation

Mega Man não é mais o mascote da Capcom, é refém - e a sua nostalgia é a arma do crime

Mega Man não é mais o mascote da Capcom, é refém - e a sua nostalgia é a arma do crime

20/08/2017 16:35 | | @joao_gan | Reportar erro

20/08/2017 16:35 | | @joao_gan | Reportar erro





Share on Google+

João Gabriel

Hadouken!

A Capcom não é a primeira nem vai ser a última empresa a usar sua nostalgia como arma. A nostalgia, na verdade, atualmente é uma das principais alavancas do marketing, virou comódite, talvez não demore a ter valor na bolsa. Isso por si só não seria um problema. Nada de errado em vender ao povo o que o povo quer, a velha lei da oferta e procura. Mas não deixa de ser triste ver a Capcom transformar aquele que um dia foi seu mascote num refém que os fãs precisam pagar caro pra resgatar. E esse é bem o caso de Mega Man Legacy Collection 2.

Mega Man Legacy Collection 2 é uma coletânea (não diga) dos jogos Mega Man 7, 8, 9 e 10, que complementa a primeira Mega Man Legacy Collection, que contava com os jogos do 1 ao 6 do famoso herói azul. Tudo organizado num bonito pacote que pode rodar no seu PC ou consoles da geração atual, saindo por salgados R$ 40 na Steam e por ridículos e absurdos R$ 130 nos consoles. R$ 129,99 na PSN e R$ 129 na Xbox Live, que a PSN sempre tem que ser pelo menos alguns centavos mais cara só por desaforo, parece.

Esse é o preço do resgate pra salvar o personagem que acompanhou a infância de tantos jogadores. Esse é o preço por uma dose rala de nostalgia pra manter nossa abstinência sob controle. E vai ter gente pagando. E a Capcom sabe que vai ter gente pagando. Mesmo que não sejam muitos, não tem problema, qualquer compra é lucro, já que o investimento da empresa na coletânea foi mínimo, e até preguiçoso.

O menu do game é bonito e organizado. Mas logo se percebe que as letras nem usam uma fonte original e as imagens, efeitos sonoros e música foram todos tirados de Mega Man 8. Pelo efeito da nostalgia até seria interessante pegar as músicas e os efeitos dos games pro menu, mas vindo tudo tudo mesmo de um jogo só fica nítida a preguiça.

Falando nisso, o jogo até tem extras. Ele conta com um modo de desafios e corridas contra o tempo que é muito bem-vindo, algo que já havia sido implementado na primeira coletânea. Há também uma galeria de imagens e player das trilhas sonoras de cada game, o que seria digno de apenas elogios, mas também acaba ganhando uma ressalva. Isso porque todo o conteúdo já vem liberado. A maioria dos games, nesses casos, faz um sisteminha de ir liberando os extras conforme você joga, uma maneira simples e clássica de incentivar o gameplay. Mas aqui não, provavelmente daria muito trabalho ficar decidindo em que altura de cada jogo iria liberando as imagens e as músicas, já deixa tudo liberado de uma vez e olha quem quer. Talvez a próxima coleção venha só com um link pro Google de uma vez.

E o que seria uma Mega Man Legacy Collection 2 menos preguiçosa?

Existem três coisas relativamente simples que a Capcom poderia ter feito para tornar a coleção bem mais interessante e fazer valer bem mais o investimento dos jogadores:

1 - Localizar o game em português

Quanto texto há num jogo de ação em plataforma das antigas como a coletânea de Mega Man? Não seria um trabalho imenso para uma ou duas pessoas nem um investimento tão grande da Capcom localizar o jogo para o público brasileiro também. A empresa não chega a ser uma Ubisoft quando falamos de localização no Brasil, mas ela já mostrou em outros títulos que reconhece a importância de pelo menos colocar os menus e a interface na nossa língua para o público daqui. Mas Mega Man Legacy Collection 2 não precisa disso, não. Os fãs do herói estão tempo suficiente na "seca" pra pagar pelo jogo sem isso.

2 - Redublar o Mega Man 8

OK, este item talvez seria pedir muito. Com certeza seria o mais trabalhoso e com maior investimento para uma empresa que quer só juntar um dinheiro fácil, mas imagine o quanto ia valorizar a coleção finalmente termos uma dublagem de qualidade em Mega Man 8? A título de diversão e até como um extra, poderia ser possível liberar a dublagem original depois de zerar o jogo, por exemplo. E para quem não jogou e não entende porque essa redublagem seria bem-vinda, deixo o vídeo abaixo falar por si mesmo (o áudio é o original do game):

3 - Incluir Mega Man & Bass na coleção

Essa é a opção mais simples e a que a Capcom jamais faria. Mega Man & Bass é um título um tanto obscuro, lançado para o Super Nintendo numa época em que o console já era considerado passado e depois portado para o Game Boy Advance e só. Certamente muitos fãs da série acabaram não tendo a chance de jogar este game, o que tornaria ele muito valioso para uma coleção dessas. Talvez os direitos pelo game ainda estejam com a Nintendo, e a Capcom não vai investir em recuperá-los porque ela não investe em Mega Man, ou talvez a empresa esteja segurando o título para lançar uma Mega Man Legacy Collection de spinoffs. Qualquer que seja a opção que dê menos trabalho e mais dinheiro.

Mega Man Legacy Collection 2 não vale a pena, então?

Essa coluna deve dar a impressão que o jogo todo é um lixo e não vale seu dinheiro. Então cabe aqui fazer um contraponto. Principalmente para os fãs da série não dá para simplesmente ignorar essa coletânea, até pela falta de opção. É a oportunidade de ter na Steam, uma plataforma quase eterna, 4 jogos excelentes de nossa série preferida. E são ótimos jogos mesmo, numa coletânea malfeita. 

E um recurso bastante interessante incorporado aqui, inspirado nos emuladores, é que dá pra salvar nos checkpoints. Não é como o "save state" que deixa o jogador salvar em qualquer segundo do jogo, resultando em tornar os jogos muito fáceis. O jogo permite salvar nos lugares que você já normalmente voltaria depois de morrer numa partida. Isso no máximo resulta em vidas infinitas, mas é muito prático para a maioria dos jogadores do Mega Man que atualmente são adultos e precisam ter a possibilidade de largar o jogo a qualquer momento sem perder todo o seu progresso.

Este texto é um apelo para que os jogadores não paguem o preço cheio

Então pra que fazer uma coluna toda xingando a coletânea e depois dizer que ela ainda vale a pena? Este texto, na verdade, é um apelo para que os jogadores não paguem o preço cheio.

Não é uma questão de ter dinheiro ou não. A questão é mostrar pra Capcom que se ela vai fazer um esforço mínimo nessas coleções de jogos do Mega Man, também faremos um investimento mínimo para tê-los. Por favor, não paguem R$ 40 pelo jogo e muito menos paguem R$ 130 pelo jogo. Este preço é injusto e chega a ser um absurdo.

Desenvolvedor Capcom
Distribuidor Capcom
Plataformas
Site oficial Link
Preço no lançamento R$ 39,99
Gênero
Estilo |Plataforma||Ação|

P.S.: Mega Man 7 é bom DEMAIS!

João Gabriel
Jornalista

Twitter: @joao_gan

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Adrenaline. Se achar algo que viole nossas condições de uso, denuncie através do link de report de erro do conteúdo.

Comentários que não são pertinentes a discussão, com caráter ofensivo, com xingamentos etc., serão deletados sem aviso prévio e os usuários serão BANIDOS. Não iremos fazer análises de reclamações sobre banimentos, então pedimos a colaboração para evitar inconvenientes.

* Esse é um espaço de troca de conhecimentos e opiniões, use-o para esses propósitos *