Canal: Tecnologia



Siga a Adrenaline


Brand Channels


Colunas


Artigos


Enquete da vez

Tamanho é documento? Qual formato de tela você acha ideal para smartphones?
Ver outras enquetes

Biblioteca



Menu - Notícias



Nota da redação: 9.3
Nota dos leitores: 9.8
0.0

NOTA DETALHADA DA REDAÇÃO
PERFORMANCE: 9.5 | Elevou o desempenho da categoria
PREÇO: 8.5 | Embora acima da média, o valor é condizente com o desempenho
TECNOLOGIAS: 10.0 | O que há de mais moderno no momento, como DX11.1, PCIe 3.0, ZeroCore Power, Eyefinity 2.0
DIFERENCIAIS: 10.0 | A XFX caprichou, com um super cooler, belo acabamento e componentes de primeira
OVERCLOCK: 8.5 | Aumento de 300MHz sobre o modelo de referência, com bom ganho do desempenho

Compre aqui
FICHA TÉCNICA
Tipo/estilo: Hardwares
Desenvolvedor: AMD
Distribuidor: AMD
Plataformas: PCI-Express 16x 2.0
Data de lançamento: 15 de janeiro de 2012
Sistema requerido: Sistema com placa-mãe com slot PCI-Express 2.0 ou superior, fonte de energia de 500W
Sistema recomendado: Sistema com placa-mãe com slot PCI-Express 3.0
Preço de lançamento: U$ 449
Link oficial: http://xfxforce.com/pt-br/Pro...


ANÁLISES + POPULARES DO MÊS
Notícia

MSI GeForce GTX 980 Gaming 4G

diola

10.10.2014 / 20h29


Notícia

Gigabyte GA-X99-Gaming G1 WIFI

diola e luizf

06.10.2014 / 20h21


Notícia

Asus Rampage V Extreme

diola e jose

02.10.2014 / 18h14


Notícia

Asus Transformer Book T100

kerber

02.10.2014 / 20h08


Notícia

ASRock X99 Extreme4

diola

22.10.2014 / 20h46





hardwares categoria : hardwares | 18.02.2012 / 16h00 | comentários : 43

XFX Radeon HD 7950 Black Edition Double Dissipation

autor: diola, subzero e japa

Aprimoramentos e novidades

A nova geração Southern Islands não trouxe “apenas” mais desempenho. As Radeons 7000 possuem ainda uma série de novos recursos e o aprimoramento de outros já presentes nas gerações passadas, de forma a agregar ainda mais valor tangível e intangível ao usuário.

Tessellation Gen 9
Para quem ainda não sabe, o Tessellation (tess), tenha sido provavelmente uma das grandes “estrelas” presentes no DirectX 11. Sua função é a de melhorar consideravelmente a qualidade de uma cena, ao acrescentar uma imensa quantidade de detalhes geométricos às imagens. Entretanto, tal recurso gerou um grande esforço computacional extra às GPUs, resultando, em muitos casos, no comprometimento do desempenho.

Talvez essa tenha sido a principal crítica feita às Radeons das gerações 5000 e 6000, uma vez que elas não estavam devidamente preparadas para lidar com um grande fluxo de trabalho gerado pelo tess. Ainda que a linha 6000 tenha dado um importante salto em relação à 5000 nesse quesito, as placas da geração passada ainda estavam distantes de suas rivais em matéria de Tessellation.

A AMD implementou ainda na arquitetura GCN, uma nova geração de Tesselator (Gen 9) em sua Engine de Geometria, que trouxe as seguintes otimizações:

• Reutilização de vértice ampliado;
• Melhorias no buffer de memória fora do chip;
• Ampliação nos caches de parâmetro.

Assim, as Radeons HD 7000 tiveram um aumento de desempenho nos fatores de Tessellation na ordem de até 500% em relação às Radeons 6900.

DirectX 11.1
Em matéria de marketing, um dos maiores apelos das novas Radeons HD 7000 será a compatibilidade com a nova versão da API gráfica da Microsoft, o DirectX 11.1. Entretanto, até o Windows 8 chegar, tal recurso ficará apenas no papel. Ainda assim, as principais novidades do DX11.1 serão:

• Rasterização independente de objeto;
• Interoperabilidade flexível entre computação gráfica e vídeo;
• Suporte nativo ao Stereo 3D.

ZeroCore Power Technology
Trata-se de um recurso bastante interessante para o usuário (e para o meio ambiente), ainda que não traga nenhum tipo de ganho. Embora este recurso não traga nenhum aumento na performance ou melhoria na qualidade da imagem, o ZeroCore Power Technology possibilita uma economia bastante interessante na conta de luz no final do mês.

Com as preocupações em torno de um mundo mais “verde” e ambientalmente correto, a AMD fez um verdadeiro “golaço” ao disponibilizar um consumo de energia virtualmente zero para as Radeons da geração Southern Islands quando subutilizadas, como, por exemplo, ao surfar na web, mandar e-mails, utilizar suíte de escritório, entre outras tarefas rotineiras do dia a dia.

Na realidade, a companhia vem, nas últimas gerações, aumentando a sua preocupação no que diz respeito ao – digamos – consumo passivo de suas placas. Para se ter ideia da evolução obtida, em 2008, quando as Radeons tinham litografia em 55nm, o consumo em idle (em modo ocioso) era de até 90W! Essa patamar mudou consideravelmente com as VGAs em 40nm, caindo para até 20W.

Contudo, o que parecia já muito bom, ficou ainda melhor. Com a nova geração, a AMD conseguiu reduzir o TDP para apenas 2,7W, quando a GPU é demandada em menos de 95% de seu “poder de fogo”. A eficiência (e confiança) no ZeroCore Power Technology é tão grande, que até mesmo a ventoinha da GPU é desligada! Algo que seria insano de se imaginar há alguns anos.

Engana-se, porém, quem acha que os benefícios de um menor nível de consumo pararam por aí. A AMD conseguiu reduzir significativamente o TDP máximo da Radeon HD 7970 para impressionantes 210W! São 40W a menos do que a Radeon HD 6970! Em outras palavras, a nova geração Southern Islands tem uma relação de performance por watt absurdamente mais eficiente que as placas das gerações passadas.

Eyefinity 2.0
Embora a tecnologia de uso simultâneo de múltiplos monitores ainda seja algo para poucos (principalmente em mercados emergentes como é o caso do Brasil) , é inegável que o Eyefinity trouxe uma verdadeira revolução para o mercado ao permitir o uso de até seis telas por VGA (a depender do tipo de Radeon utilizada).

Conforme pode ser visto abaixo, as possibilidades para a tecnologia são inúmeras, permitindo o uso de imagens independentes, simultâneas ou um misto das duas. É possível, por exemplo, o uso de três monitores para formar uma única imagem panorâmica, com o quarto independente, quatro telas simultâneas formando um grande painel e mais duas independes da primeira e entre si. E por aí vai.

A nova geração Southern Islands trouxe como novidade o Eyefinity 2.0, que flexibiliza o uso dos múltiplos monitores. Agora, com as Radeons HD 7000, o usuário não necessita ter os mesmos monitores com as mesmas resoluções. Assim, em caso de três telas de tamanhos diferentes, é possível ajustar as resoluções independentemente, e utilizar simultaneamente os monitores.

Por falar em ajustes de resolução, com a introdução do driver Catalyst 12.2, a AMD permitirá que o usuário configure a resolução do monitor como bem entender, permitindo, por exemplo, 3072x768, ou 5040x1050, entre outras.

Outra novidade presente no Eyefinity 2.0 foi a ampliação da largura de banda de sinal do monitor. Com isso, o usuário pode agora utilizar resoluções de 16k x 16k! É possível, por exemplo, configurar cinco telas em modo Paisagem 5.1, com resolução de 2560x1600 pixels. Ou seja, um imenso painel de 12800x1600 pixels, em uma resolução de 20MPixels.

Vale ressaltar que o Eyefinity 2.0 foi um dos grandes responsáveis pela utilização de uma configuração de memória tão robusta na Radeon 7900. São ao todo 3GB de memória com interface de 384 bits.

HD3D (Stereo 3D)
Apesar de ter ficado “inerte” por várias gerações em se tratando do recurso 3D, a AMD não apenas recupera o tempo perdido, como fez importantes aprimoramentos no HD3D (tecnologia estereoscópica 3D).

A primeira delas – e a mais natural – é a de expandir o HD3D para o Eyefinity. Assim, com a chegada do driver que habilite esta função, o usuário passará a poder utilizar o 3D em mais de um monitor.

Outra importante melhoria diz respeito a expansão na especificação HDMI 1.4a, que passa agora a suportar empacotamento de quadro para Stereo 3D, permitindo uma ampliação nos framerates. As Radeons da série 7900 são as primeiras VGAs a suportar HDMI de 3GHz com empacotamento de quadro para Stereo 3D. Entretanto, o recurso está limitado às restrições da especificação HDMI 1.4a. Assim, as maiores configurações para jogos 3D são: 720p60 ou 1080p24.

Por último, mas não por menos, o usuário poderá agora, sobre o HDMI, configurar a resolução da tela em 1080P, obtendo assim 60Hz por olho (120Hz no total). Até então tal recurso não era possível, uma vez que sobre o HDMI, era possível apenas 24/30Hz em cada olho.

UVD3 - Unified Video Decoder
Para quem ainda não sabe, a tecnologia Decodificação de Vídeo Universal (UVD) da AMD já está no mercado há bastante tempo, sendo consideradas uma das plataformas mais eficientes no processamento de vídeos, e que de tempos em tempos recebe melhorias por parte da companhia.

Com a chegada da geração Southern Islands, a AMD fez pequenos, mas importantes aprimoramentos, como é o caso do suporte, via hardware,  da decodificação de vídeos usando a codificação MVC (Multi-View Codec), MPEG-4 e DiVX . A AMD adicionou ainda um pequeno recurso chamado Dual Stream HD+HD.

PCIe Gen 3

À medida que novas gerações de placas chegavam ao mercado, gerou um temor nos analistas de que o padrão de interface de comunicação PCI Express chegaria a um ponto em que não conseguiria dar mais vazão ao fluxo de dados com a intensidade necessária, gerando assim um verdadeiro gargalo para o desempenho da VGA.

Este temor, contudo, se diluiu, com o recente anúncio da geração 3 do PCIe, que dobrou a taxa de transferência em relação ao PCIe Gen 2, garantindo assim tranquilidade para as futuras placas 3D.

Com o novo patamar de desempenho advindo da Southern Islands, a AMD garantiu o suporte ao PCI Express 3.0 nas novas Radeons HD 7000, encerrando assim qualquer tipo de temor em relação a gargalo de desempenho.

Com o PCIe Gen 3, a largura de banda saltou de 16GB/s para 32GB/. Já nas placas acessórias instaladas, o ganho saiu de 500MB/s para 1GB/s por pista/linha. Assim, os dispositivos que utilizam a configuração x16 podem utilizar de 16GB/s, ou 128Gbps. Vale ressaltar, contudo, que para se beneficiar do PCI Express 3.0, o usuário deverá ter um sistema totalmente preparado e compatível com tal recurso. Assim, além de uma VGA PCIe Gen 3.0, tanto a placa-mãe quanto o processador deverão suportar a novidade.






Comentários (43) Assinar


Rogerxfx
Postado
31/03/2013
20:31
realmente excelente VGA, POSSUI A MESMA, OTIMA EM DESEMPENHO!!!

eu.vagner
Postado
10/01/2013
20:42
pow tÔ mto loco por ela!!

blitzkrieg
Postado
04/04/2012
22:14
Galera, pude comprar 2 XFX e estou muito satisfeito com o resultado em cross...

Drigo Ov3rall
Postado
23/02/2012
19:55
O lance é aguardar mesmo até meio do ano como disse o colega, não só por desempenho superior que algum lançamento da Nvidia possa vir a ter, mas também pela competitividade de preços. Mas de qualquer forma, ponto pra AMD e XFX.

coltipos
Postado
23/02/2012
16:52
O bom mesmo era esperar até meio do ano para comprar alguma VGA pois quem pagar caro nas VGA's agora pode se arrepender futuramente vai a Nvidia aparece com placa melhor e mais barata

NeoDnaX
Postado
23/02/2012
15:54
quero ver quando sair o drive mesmo.
Mas pretendo trocar minha Xfx 5850 Black Edition ou pela nova da Nvida ou da ATI.

perindanilo
Postado
21/02/2012
22:26
citação do post de fabiomp

citação do post de perindanilo

Eu estava disposto a comprar uma GTX 580 mas depois dessa análise a HD 7950 parece mais interessante viu...


Pois é, acho que até o fim do ano meu PC vai receber uma Radeon dessas novas viu!

abs!

fabiomp
Postado
21/02/2012
20:03
citação do post de perindanilo

Eu estava disposto a comprar uma GTX 580 mas depois dessa análise a HD 7950 parece mais interessante viu...


E também está mais barata, inclusive na WAZ, a versão OC estava na casa dos 1500 enquanto a GTX 580 é mais cara.

perindanilo
Postado
21/02/2012
18:30
Eu estava disposto a comprar uma GTX 580 mas depois dessa análise a HD 7950 parece mais interessante viu...

MegaAge
Postado
21/02/2012
12:04
Por que vocês nunca abrem as vgas do review?


ENVIAR NOTÍCIA POR EMAIL:Fechar
seu nome: seu e-mail:
enviar para: separar os emails por vírgulas
comentários:
Máx. 800 caracteres (restam 800 caracteres).



Facebook
YouTube
Twitter
Fórum
RSS