Canal: Internet



Siga a Adrenaline


Brand Channels


Colunas


Artigos


Enquete da vez

Qual API é o futuro dos games?
Ver outras enquetes


e-commerce categoria : e-commerce | 15.03.2012 / 11h44 | comentários : 0


Tamanho do texto:


E-commerce brasileiro fatura R$ 18,7 bilhões em 2011

autor: subzero

O e-commerce brasileiro faturou R$ 18,7 bilhões em 2011, de acordo com dados 25º edição do relatório WebShoppers, da e-bit. O comércio eletrônico atingiu crescimento de 26% em relação a 2010, quando a receita do setor foi de R$ 14,8 bilhões. O tíquete médio do consumidor ficou em torno de R$ 350, um pouco abaixo do registrado no ano anterior (R$ 373), reflexo da participação maior dos consumidores da classe C, que atingiu 61% do total de compradores.

De acordo com Gustavo Furtado, Ceo da Tricae – loja virtual especializada em produtos infantis – a classe C tem se tornado um público extremamente importante para as empresas. “Em uma recente pesquisa realizada com nossa base de clientes, vimos que cerca de 35% dos nossos clientes se encaixam nesse perfil”, comenta. 

A pesquisa do e-bit também revela que mais de 32 milhões de pessoas compraram pelo menos uma vez pela internet no ano passado, e nove milhões destas realizaram sua primeira experiência de compra em lojas virtuais. Furtado ainda conta que a preocupação com a facilidade na navegação é uma das prioridades da organização. “Buscamos constantemente melhorar a navegação do site para facilitar a compra dos marinheiros de primeira viagem”, explica.

A profissionalização do mercado e a democratização que a internet proporciona estão entre os principais benefícios que esse crescimento do e-commerce gera, segundo o Ceo da Kanui – loja virtual especializada em artigos para a prática de esportes de ação e aventura. “Grandes empresas começam a investir no País, fazendo com que surjam mais organizações profissionais no setor, aumentando a confiança dos consumidores”. Ainda de acordo com Marques, produtos que antes tinham destino apenas para o Sul e Sudeste do País, começam a ser comercializados em todas as regiões.






Comentários (0) Assinar







ENVIAR NOTÍCIA POR EMAIL:Fechar
seu nome: seu e-mail:
enviar para: separar os emails por vírgulas
comentários:
Máx. 800 caracteres (restam 800 caracteres).



Facebook
YouTube
Twitter
Fórum
RSS