Siga a Adrenaline


Brand Channels


Colunas


Artigos


Enquete da vez

Começaram a aparecer os novos smartwatches. Qual te interessou?
Ver outras enquetes


Biblioteca



Menu - Notícias



Nota da redação: 8.5
Nota dos leitores: 8.1
0.0

NOTA DETALHADA DA REDAÇÃO
PERFORMANCE: 9.5 | Poderoso, mas games não são sua "praia"
PREÇO: 5.0 | Muito salgado, o triplo do 4770K
TECNOLOGIAS: 10.0 | O que existe de melhor
INOVAÇÃO: 8.0 | Apenas uma discreta evolução sobre o SNB-E
OVERCLOCK: 10.0 | Preparem-se para novos recordes

Compre aqui
FICHA TÉCNICA
Tipo/estilo: Hardwares
Desenvolvedor: Intel
Distribuidor: Intel
Plataformas: Processador socket LGA 2011
Data de lançamento: 07 de novembro de 2013
Sistema requerido: Placa-mãe socket LGA 2011
Preço de lançamento: U$999
Link oficial: http://ark.intel.com/products...


ANÁLISES + POPULARES DO MÊS
Notícia

MSI Radeon R7 265 OC

diola e diego

01.09.2014 / 20h08


Notícia

AMD Radeon R9 270X - Placa de vídeo...

diola e subzero

04.12.2013 / 19h11


Notícia

ECS Z87H3-A2X EXTREME

diola

26.07.2013 / 19h53


Notícia

Asus GeForce GTX 750 Ti - sistema de...

diola e jose

28.03.2014 / 20h13


Notícia

AMD A10-7850K (Kaveri) - APU não bri...

diola e subzero

31.01.2014 / 20h19





hardwares categoria : hardwares | 21.11.2013 / 19h46 | comentários : 31

Intel Core i7-4960X - O processador desktop mais rápido e caro do mundo

autor: diola e subzero

Apesar de ser um mercado altamente estratégico, o segmento de processadores para desktops voltados para entusiastas e profissionais que necessitem de alto poder de desempenho não goza do mesmo ritmo de lançamentos das CPUs de entrada e intermediárias/intermediárias de alto desempenho. Enquanto que nos últimos 22 meses o mercado de processadores de menor valor foi inundado por dezenas opções da AMD e Intel, os consumidores domésticos e de pequenas empresas/profissionais liberais que necessitam de alto poder de processamento ficaram restritos unicamente às CPUS LGA-2011 da geração Sandy Bridge-E (SNB-E) da Intel.

A situação finalmente mudou no início de setembro, com a chegada do Ivy Bridge-E (IVB-E). Assim como o seu “irmão mais velho”, a nova geração de processadores de alto desempenho da Intel traz como grandes destaques, muitos núcleos x86 (até seis), farta quantidade de camadas PCIe (40) e uma robusta controladora RAM, capaz de prover uma expressiva largura de banda de memória.

(Imagem do die do Ivy Bridge-E, ressaltando a distribuição das principais estruturas) 

 Ainda que chegue com o status de “nova geração”, o IVB-E praticamente não passa de um SNB-E com litografia mais refinada (de 32nm high-K para 22nm FinFET/Trigate), sendo completamente destravado para o overclock. Há, contudo, uma importante diferença em termos estruturais. Enquanto que o Sandy Bridge-E tenha 8 núcleos físicos (sendo dois desativados), o Ivy Bridge-E é um processador nativamente hexa-core. Desta forma, não há “desperdício” de transistores (são 410 milhões a menos em relação ao SNB-E), resultando assim em uma menor área do die da CPU (435mm2 x 257mm2), além de contribuir para uma redução da temperatura e consumo de energia.

A quantidade de memória cache L3 não mudou em relação à geração anterior, ficando o modelo mais poderoso com 15MB, o intermediário com 12MB, e finalmente o de entrada com 10MB. Se por um lado não houve melhoria no tamanho da L3, por outro, a Intel passou a oferecer o suporte oficial ao PCI Express 3.0 e às DDR3 de 1866MHz (1DIMM por canal – lembrando que se trata de uma CPU quad channel de 256 bits), contra 1600MHz do Sandy Bridge-E e Haswell, resultando assim, em um incremento na largura de banda de memória dos atuais 51,2GB/s para 59.7 GB/s. Além disso, as tecnologias como Turbo Boost 2.0 e Hyper-Threading,  bem como o conjunto de instruções AVX, AES SSE 4.1 e 4.2 continuam presentes. 

Outro importante aprimoramento diz respeito ao potencial para o overclock (capacidade de turbinar a frequência de operação do processador). É possível agora alcançar o multiplicador 63x, contra 57x da geração anterior, bem como configurar a memória para um patamar acima de 2400 MT/s, além de ser possível acessar a relação (ratio) em tempo real, tensão e limites de energia.

Para quem ainda não sabe, assim como o SNB-E, os processadores da geração IVB-E não possuem GPU integrada, tampouco vem acompanhados de cooler box de refrigeração, forçando o usuário optar pela solução que julgar a mais adequada. A própria Intel possui uma opção especialmente projetado para a nova geração, chamado de TS13X.

O modelo analisado pela Adrenaline é o Core i7-4960X, topo de linha da nova geração Ivy Bridge-E, trazendo 6 núcleos físicos, 12 lógicos (ou 12 threads), frequência padrão de 3.6GHz (alcançando 4GHz via Turbo Boost), 15MB de cache L3 e dissipação térmica máxima de 130W. Tudo por US$ 999 no atacado (lotes de mil unidades), ou US$ 1.049 no varejo.

Conforme pode ser visto na tabela acima, os pontos que mais despertam a atenção dos consumidores em termos de macro-especificações do 4960X sobre o 3960X estão no suporte de memórias mais velozes, além da frequência de operação nominal 300MHz maior.

Fotos
Abaixo algumas fotos do Core i7 4960X, processador que tem exatamente o mesmo tamanho físico do Core i7 3960X, já que ambos suportam o mesmo socket, LGA 2011. 

 Nas fotos abaixo, temos o Core i7 4960X (LGA 2011) ao lado do Core i7 4770K (LGA 1150) e de uma moeda de um real, mostrando bem a diferença de tamanho entre os dois processadores e dando uma noção do tamanho de cada um.






Comentários (31) Assinar


sinfatus
Postado
22/11/2013
09:20
citação do post de NeeDX

O valor dele aqui em porto alegre a vista esta R$ 3.400,00 não é assim tão absurdo de imaginarmos que custa U$ 1.000,00 dólares.

Resumo da conta: U$ 1.000,00 x 2,35 = 2.350,00 + Lucro+Distribuição+Imposto = 3.400,00
Ao meu ver esta mais justo que o PS4 bem mais justo o valor pois se trata de um componente que ultrapassa NetGen fácil e mesmo com Overclock você vai poder jogar, trabalhar, encodar tudo que sonhar por uns 10 anos fácil.

Investimento alto porem rentável "Rentável digo em ter TOP e poder jogar no ultra e sobra por anos" a longo prazo se você deseja suprema performance, durabilidade.


Ta mas se vc pegar o 4930 nem deve sentir diferença de performance e vai pagar quase metade do preço. Esses tops da intel sempre foram superfaturados, é igual a Titan da nvidia.

Post editado por Gms.Info em 22/11/2013 08:16:24 - ver histórico

Gms.Info
Postado
22/11/2013
08:15
Sinceramente o que mais me impressionou foi o FX 9590, achei que ele consumiria bem mais com um temperatura bem alta e teria um rendimento precario em relação aos outros mas cai do cavalo...

Post editado por NeeDX em 22/11/2013 07:58:09 - ver histórico

NeeDX
Postado
22/11/2013
07:55
O valor dele aqui em porto alegre a vista esta R$ 3.400,00 não é assim tão absurdo de imaginarmos que custa U$ 1.000,00 dólares.

Resumo da conta: U$ 1.000,00 x 2,35 = 2.350,00 + Lucro+Distribuição+Imposto = 3.400,00
Ao meu ver esta mais justo que o PS4 bem mais justo o valor pois se trata de um componente que ultrapassa NetGen fácil e mesmo com Overclock você vai poder jogar, trabalhar, encodar tudo que sonhar por uns 10 anos fácil.

Investimento alto porem rentável "Rentável digo em ter TOP e poder jogar no ultra e sobra por anos" a longo prazo se você deseja suprema performance, durabilidade.

crfrisao
Postado
22/11/2013
01:38
citação do post de GraveUypo

citação do post de Rodrigo_Jose1983

Estou com um i7 2600k numa P8P67 Deluxe comprados em 2011 e que em meus planos pretendo ficar por uns 6 anos até 2017. Só então penso numa troca e pra troca antes só se a CPU ou placa-mãe pifar. Pra quem tem um Sandy Bridge, trocar agora é só gasto de $$$ desnecessário. E pelo visto percebo que de uns tempos pra cá aquela "Lei de Moore" foi pro saco visto que não estou mais vendo o desempenho dobrar a cada 18 meses, só vemos ganhos de 10% em média de uma geração pra outra.

eles nao conseguiram manter a lei nas CPUS e tão tentando nas IGPs agora.

Na verdade a Lei de Moore fala da dobra de transistores a cada 18 meses e não na dobra de desempenho...

Post editado por SubZero em 22/11/2013 12:32:33 - ver histórico

GraveUypo
Postado
22/11/2013
01:24
citação do post de darktag

citação do post de GraveUypo

af 4.7ghz?
eu n troco meu 2500k por nenhuma dessas bos**s tão cedo mesmo. quase mesma porcaria só 20 vezes mais caro e com gpu onboard melhor. oau


Bos**? O propósito dessa linha não é jogo. Se for por causa de preço, Q6600 também já foi bosta pois custava USD 999,00 no lançamento e assim ficou por um bom tempo.

bom bos** n foi no sentido de falar q eh ruim nem nada, mas se for usar esse raciocinio o q6600 não era "praticamente a mesma coisa" que um pentium4 dual core mid-end. (que era o que tinha de equivalente a um 2500k em relação ao que esse é hoje em defasagem e preço)

ps: o q6600 chegou a ser 999? n ta confundindo com os qx9xxx da vida?

citação do post de Rodrigo_Jose1983

Estou com um i7 2600k numa P8P67 Deluxe comprados em 2011 e que em meus planos pretendo ficar por uns 6 anos até 2017. Só então penso numa troca e pra troca antes só se a CPU ou placa-mãe pifar. Pra quem tem um Sandy Bridge, trocar agora é só gasto de $$$ desnecessário. E pelo visto percebo que de uns tempos pra cá aquela "Lei de Moore" foi pro saco visto que não estou mais vendo o desempenho dobrar a cada 18 meses, só vemos ganhos de 10% em média de uma geração pra outra.

eles nao conseguiram manter a lei nas CPUS e tão tentando nas IGPs agora.

Rodrigo_Jose1983
Postado
22/11/2013
01:07
Estou com um i7 2600k numa P8P67 Deluxe comprados em 2011 e que em meus planos pretendo ficar por uns 6 anos até 2017. Só então penso numa troca e pra troca antes só se a CPU ou placa-mãe pifar. Pra quem tem um Sandy Bridge, trocar agora é só gasto de $$$ desnecessário. E pelo visto percebo que de uns tempos pra cá aquela "Lei de Moore" foi pro saco visto que não estou mais vendo o desempenho dobrar a cada 18 meses, só vemos ganhos de 10% em média de uma geração pra outra.

Durão
Postado
21/11/2013
23:43
Pior que pelo próprio curso de ROI da Intel fica difícil justificar a compra de um desses...

Post editado por SubZero em 22/11/2013 12:30:04 - ver histórico

darktag
Postado
21/11/2013
23:24
citação do post de GraveUypo

af 4.7ghz?
eu n troco meu 2500k por nenhuma dessas bostas tão cedo mesmo. quase mesma porcaria só 20 vezes mais caro e com gpu onboard melhor. oau


Bos**? O propósito dessa linha não é jogo. Se for por causa de preço, Q6600 também já foi bosta pois custava USD 999,00 no lançamento e assim ficou por um bom tempo.

Post editado por SubZero em 22/11/2013 12:32:46 - ver histórico

GraveUypo
Postado
21/11/2013
23:17
af 4.7ghz?
eu n troco meu 2500k por nenhuma dessas bos**s tão cedo mesmo. quase mesma porcaria só 20 vezes mais caro e com gpu onboard melhor. oau

PhilaDelphia
Postado
21/11/2013
22:59
uso até hoje um core 2 quad extreme qx9770, já tem 5 anos.


ENVIAR NOTÍCIA POR EMAIL:Fechar
seu nome: seu e-mail:
enviar para: separar os emails por vírgulas
comentários:
Máx. 800 caracteres (restam 800 caracteres).



Facebook
YouTube
Twitter
Fórum
RSS