Adrenaline: Fonte de informação sobre Tecnologia e Jogos

IntelHardwareMicrosoftWindows

[+UPDATE] Intel indica processo contra Qualcomm e Microsoft por emular Windows em CPUs ARM

[+UPDATE] Intel indica processo contra Qualcomm e Microsoft por emular Windows em CPUs ARM








UPDATE: A Qualcomm nos enviou seu posicionamento a respeito das declarações da Intel, que replicamos abaixo, na íntegra. A empresa reconhece o que foi dito, mas não chega a dar uma resposta direta a respeito das acusações:

"Após nosso recente anúncio com a ASUS, HP e Lenovo, achamos a publicação no blog de um de nossos concorrentes muito interessante. Nós estamos ansiosos para o lançamento do Windows 10 com o Qualcomm Snapdragon 835 Mobile PC Platform nesse ano. Como demonstramos com a Microsoft durante a Computex 2017, o Qualcomm Snapdragon 835 Mobile PC Platform traz uma experiência sempre conectada para PCs, com o suporte de conectividade LTE em gigabits e bateria capaz de durar o dia todo. A tecnologia irá mudar o futuro da computação pessoal."


ORIGINAL: O pessoal da Intel não está nada satisfeito com o novo projeto da Microsoft e da Qualcomm para criar computadores com Snapdragon 835 com capacidade para rodar programas do Windows 10 através de emulação da arquitetura x86.

De acordo com a equipe jurídica da Intel, a tecnologia infringe algumas patentes da companhia. Apesar de não terem citado especificamente o nome das empresas envolvidas, fica muito claro de quem se trata.

"Fomos informados de que algumas companhias podem tentar emular a tecnologia proprietária x86 ISA sem a autorização da Intel", escreve o diretor jurídico da Intel, Stephen Rodgers, em conjunto com o diretor do Intel Labs, Richard Uhlig.

"Nós não receberemos bem infringimentos ilegais de nossas patentes, e nós esperamos que outras companhias continuem respeitando os direitos de propriedade intelectual da Intel", continuam, em tom ameaçador.

Eles depois deixam o discurso ainda mais sério, dizendo que protegem suas inovações em plataformas x86 com cuidado, e que não as licenciam de maneira ampla para os outros usá-los. Como exemplo, eles falam das poucas empresas com esses direitos: AMD, Cyrix e Chips and Technologies.

O texto da Intel até fala de situações anteriores onde eles levaram o uso dessas patentes a julgamento. "Emulação não é uma tecnologia nova, e a Transmeta foi notavelmente a última companhia a ter alegado produzir um processador compatível com x86 usando técnicas de emulação", diz o comunicado. Depois do processo, a Transmeta saiu do mercado de CPUs.

Eficiência do projeto da Qualcomm ameaça Intel
A Intel tem muitas razões para se sentir ameaçada pelo projeto da Qualcomm. Primeiro, o mais recente processador ARM da companhia, Snapdragon 835, já é feito em tecnologia de 10 nm. Enquanto isso, a Intel ainda tem dificuldades para reduzir sua arquitetura.

A empresa lançou recentemente as CPUs Kaby Lake, sua segunda geração com 14 nm. Ainda nem chegaram ao mercado as CPUs Coffee Lake, que também serão feita no processo de 14 nm.

Os computadores com tecnologia da Qualcomm ainda terão a vantagem do suporte a conexões mais avançadas, como Bluetooth 5.0, internet 4G e até mesmo futuras conexões 5G. Ainda há a expectativa de duração de bateria 50% maior do que a vista em máquinas com processadores x86 da Intel.

Computadores com Snapdragon 835 e Windows 10 deverão chegar entre setembro de dezembro de 2017. Eles serão feitos por empresas como Asus, HP e Lenovo.


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Adrenaline. Se achar algo que viole nossas condições de uso, denuncie através do link de report de erro do conteúdo.

Comentários que não são pertinentes a discussão, com caráter ofensivo, com xingamentos etc., serão deletados sem aviso prévio e os usuários serão BANIDOS. Não iremos fazer análises de reclamações sobre banimentos, então pedimos a colaboração para evitar inconvenientes.

* Esse é um espaço de troca de conhecimentos e opiniões, use-o para esses propósitos *