Adrenaline: Fonte de informação sobre Tecnologia e Jogos

MicrosoftXbox

Engenheiro da Microsoft explica por que Project Scorpio não usa uma CPU Ryzen

Engenheiro da Microsoft explica por que Project Scorpio não usa uma CPU Ryzen

18/04/2017 08:55 | | @joao_gan | Reportar erro

18/04/2017 08:55 | | @joao_gan | Reportar erro





Share on Google+

Uma das maiores expectativas para os entusiastas de hardware com o Project Scorpio era ver uma nova CPU customizada baseada na geração Ryzen de processadores AMD. Não foi o caso. A Microsoft acabou optando pela arquitetura anterior mesmo, conhecida como Jaguar, mexendo ainda mais no hardware para extrair a performance necessária para o "verdadeiro 4K" e o motivo pra isso não foge o esperado: tempo e dinheiro.

O Project Scorpio está sendo desenvolvido há anos. Possivelmente desde o lançamento do do Xbox One ou até mesmo antes, numa época em que nem se falava de Ryzen ainda. A Microsoft tem investido esse tempo todo numa customização profunda da plataforma Jaguar, tanto que na empresa a CPU nem é mais chamada por esse nome, de tanto que ela teria sido modificada. E todo esse trabalho foi feito em conjunto com a GPU, a Polaris, para que os dois componentes centrais da performance trabalhassem em perfeita harmonia com o software, extraindo o máximo possível do hardware. É o tipo de decisão que resultou na programação do DirectX 12 diretamente na GPU, por exemplo.

Assim, passar para o Ryzen significaria jogar trabalho fora, uma decisão desnecessária já que a Microsoft virtualmente construiu uma nova CPU própria. Além disso, não pode ser ignorada a questão econômica, já que uma nova geração de hardware significaria o encarecimento de um console que provavelmente já vai ser lançado por um valor que não vai ser dos mais acessíveis.

"No lado da CPU, nós ainda conseguiríamos chegar aos objetivos do design com as customizações que fizemos. No fim das contas, nós ainda somos um produto para o consumidos. Queremos atingir os preços em que os consumidores vão querer comprar isso. É uma questão de balancear as duas coisas."
Kevin Gammill, gerente de grupo na plataforma central do Xbox


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Adrenaline. Se achar algo que viole nossas condições de uso, denuncie através do link de report de erro do conteúdo.

Comentários que não são pertinentes a discussão, com caráter ofensivo, com xingamentos etc., serão deletados sem aviso prévio e os usuários serão BANIDOS. Não iremos fazer análises de reclamações sobre banimentos, então pedimos a colaboração para evitar inconvenientes.

* Esse é um espaço de troca de conhecimentos e opiniões, use-o para esses propósitos *