Com a chegada do Windows 10 Creators Update, veio o primeiro release oficial de um recurso que os jogadores de games esperavam há muito tempo: o Game Mode. Ele promete otimizar o desempenho dos jogos ao realocar recursos de seu processador e sua placa de vídeo que estejam sendo usados em programas irrelevantes – ou pouco relevantes – para o momento em que você quer focar em seus games.

Lógico que todos estamos curiosos para saber o quão útil realmente será esse recurso, e não tem nenhum jeito melhor de verificar isso do que testando. Para isso, colocamos a novidade à uma prova inicial usando como parâmetro 3 jogos diferentes. Como o recurso suporta tanto títulos da Universal Windows Platform (UWP) quanto os Win32 (Steam, GoG, etc.), nós pegamos GTA V, Hitman e Gears of War 4.

A máquina que usamos foi de especificações intermediárias. Confira:
Placa de vídeo: Gigabyte GeForce GTX 1050 G1 Gaming 2 GB (Análise)
Processador: Intel Core i5-4570 @ 3.2 GHz (Ficha Técnica)
Memória RAM: 8 GB (dois módulos de 4 GB Kingston DDR 3-1600 MHz)
Sistema operacional: Windows 10 com Creators Update

Os testes
GTA V e Hitman são bons jogos para teste porque possuem ferramentas de benchmark bastante completas, o que deixa tudo bem padronizado. Além disso, eles dependem bastante do desempenho da CPU, que é a peça mais beneficiada pelo Game Mode.

Já Gears of War é um game que é feito por um estúdio de dentro da própria Microsoft, e que é um dos primeiros a receber suporte nativo da tecnologia Game Mode. Por ser um título da UWP, ele roda dentro de um ambiente já conhecido pela Microsoft. Teoricamente, isso torna a tarefa de otimizá-lo mais fácil, já que a Microsoft sabe quais são os processos essenciais para o funcionamento do jogo e quais só atrapalham. Seu benchmark também é um dos mais completos disponíveis, o que deixa a comparação mais confiável.

1º passo: um PC limpinho
Nosso primeiro comparativo serve como uma espécie de base para a gente. Primeiro, para ver como fica o desempenho dos jogos sem nenhum programa em segundo plano afetando-os. Depois, para ver se o Game Mode consegue operar milagres – o que achamos ser bastante improvável.  Afinal, a ideia é obter melhor desempenho a partir de programas que atrapalham os games, e não fazer alguma mágica para seu hardware ficar mais potente.

Dito isso, vamos aos resultados:

Grand Theft Auto V
O Benchmark do GTA V já é muito bem conhecido por quem acompanha aqui o Adrenaline, já que ele tem aparecido em nossas análises já faz um bom tempo. Com a necessidade de renderizar e carregar em tempo real uma cidade tão grande, complexa e povoada como Los Santos, ele precisa de todos os recursos que o processador conseguir oferecer.

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

OBS.:

  • Game baseado em DirectX 11
  • Resultados em FPS médio
  • Quanto MAIOR, melhor

[ Grand Theft Auto V | GTA V no PC recém-formatado ] Hardwares Comparados: 2

Sem Game Mode (PC Recém-formatado)
65.10

Sem Game Mode (PC Recém-formatado)
65.10

Com Game Mode (PC Recém-formatado)
65.00

Com Game Mode (PC Recém-formatado)
65.00



Hitman
Este jogo se destaca pelas suas cenas que podem ter até centenas de personagens ao mesmo tempo na tela, requisitando bastante carga de trabalho tanto do processador quanto da placa de vídeo. Ao usar a API DirectX 12, ele supostamente faz uma melhor distribuição de tarefas entre os núcleos, o que pode ser ajudado pelo Game Mode.

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

1920x1080, DX 11, Medium

OBS.:

  • Game baseado em DirectX 11 e 12
  • Resultados em FPS médio
  • Quanto MAIOR, melhor

[ Hitman | Hitman no PC recém-formatado ] Hardwares Comparados: 2

Sem Game Mode (PC Recém-formatado)
55.89

Sem Game Mode (PC Recém-formatado)
55.89

Com Game Mode (PC Recém-formatado)
55.67

Com Game Mode (PC Recém-formatado)
55.67



Gears of War 4
Por ser um jogo desenvolvido por um estúdio da própria Microsoft, ele se encaixa exatamente no perfil ideal para o Game Mode. Isso porque trata-se de um recurso que será melhorado e otimizado com o tempo. Portanto, depende muito do conhecimento que a equipe do Windows tem dos jogos e dos programas mais comuns que os usuários instalam. Gears of War 4 nos permite ver a tecnologia praticamente na sua eficiência máxima.

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

1920x1080, DX12, Alto

OBS.:

  • Game baseado em DirectX 11 e 12
  • Resultados em FPS médio
  • Quanto MAIOR, melhor

[ Gears of War 4 | Gears of War 4 no PC recém-formatado ] Hardwares Comparados: 2

Com Game Mode (PC Recém-formatado)
54.4

Com Game Mode (PC Recém-formatado)
54.4

Sem Game Mode (PC Recém-formatado)
54.0

Sem Game Mode (PC Recém-formatado)
54.0



O Game mode não faz muita diferença em um sistema formatado e sem muita coisa rodando em segundo plano

2º passo: forçando o PC para ver no que dá
Ok, então sem nenhum programa em background, não deu para ver diferenças significativas. Mas e se a gente exagerar um pouquinho e simular alguém que está exagerando no uso do PC? Para isso, abrimos a home do Adrenaline e 4 posts diferentes do site, abrimos o Adobe Photoshop assim como 17 vídeos diferentes para rodar no YouTube. Acreditem ou não, isso ainda não foi suficiente para saturar os recursos do computador, mesmo com os games abertos.

A única exceção foi GTA V, que sofreu com a carga no processador. Isso resultou numa situação bizarra, onde ele simplesmente não conseguia carregar o cenário. E sim, nós repetimos esse mesmo teste diversas vezes e o resultado sempre foi o mesmo. O Game Mode tornou o game jogável, liberando o suficiente para permitir que a CPU emitisse as draw calls necessárias para que a GPU renderizasse o cenário. Esse definitivamente foi o caso onde vimos mais diferenças. Sem o Game Mode, o jogo foi com melhor desempenho – o que é lógico, afinal não tinha quase nada para renderizar, por conta dos bugs!

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

1920x1080, Pass 4 - High

OBS.:

  • Game baseado em DirectX 11
  • Resultados em FPS médio
  • Quanto MAIOR, melhor

[ Grand Theft Auto V | GTA V com programas em background ] Hardwares Comparados: 2

Sem Game Mode (Programas em background)
67.3

Sem Game Mode (Programas em background)
67.3

Com Game Mode (Programas em background)
57.6

Com Game Mode (Programas em background)
57.6




Não sei vocês, mas eu não gostaria de jogar GTA V assim não (print do game sem o Game Mode)

O título Gears of War 4 foi outro que apresentou uma bela melhora nesse caso. O desempenho passou de meros 31.5 FPS para 45 FPS. Um ganho de incríveis 30% de desempenho. Claro que temos que ponderar que trata-se de um caso muito específico, e é difícil que alguém vá ser tão descuidado assim. Ainda assim, para PCs que estão realmente carecendo de recursos, a ferramenta pode ser muito útil, ainda mais com jogos da Universal Windows Plataform.

Com um monte de programas lotando a CPU, o Game Mode foi capaz de fazer jogos voltarem a rodar direito

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

1920x1080, DX12, Alto

OBS.:

  • Game baseado em DirectX 11 e 12
  • Resultados em FPS médio
  • Quanto MAIOR, melhor

[ Gears of War 4 | Gears of War 4 com programas em background ] Hardwares Comparados: 2

Com Game Mode (Programas em background)
45.0

Com Game Mode (Programas em background)
45.0

Sem Game Mode (Programas em background)
31.5

Sem Game Mode (Programas em background)
31.5



Em Hitman, o ganho foi mínimo, dentro da própria margem de erro ainda. Portanto, dá para imaginar que este game ainda não foi otimizado para o Game Mode. A própria Microsoft confirmou que sua equipe ainda está trabalhando no recurso, e que ele vai seguir melhorando e suportando mais jogos com o tempo.

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

1920x1080, DX 11, Medium

OBS.:

  • Game baseado em DirectX 11 e 12
  • Resultados em FPS médio
  • Quanto MAIOR, melhor

[ Hitman | Hitman com programas em background ] Hardwares Comparados: 2

Com Game Mode (Programas em background)
52.22

Com Game Mode (Programas em background)
52.22

Sem Game Mode (Programas em background)
51.73

Sem Game Mode (Programas em background)
51.73



Instalando Baidu e Hao123 até não dar mais
Já provamos que o Game Mode realmente funciona e já faz diferença, mesmo nesse estágio inicial. Mas por que não ir além? Hora de instalar tudo que possa atrapalhar o PC! Baidu PC Faster? Por que não? Hao123? Claro! Procuramos uma lista de programas que mais atrapalham os games da Steam e instalamos boa parte deles na nossa máquina. Isso até gerou reclamações por parte dos colegas de redação.

Foi uma experiência muito divertida, mas a verdade é que o Windows e alguns de seus programas já gerenciam muito bem essa situação. Quando o uso de memória chegou a 100%, programas como o Google Chrome começaram a gerenciar seu uso sozinhos. No caso do Chrome, por exemplo, nossos 17 vídeos do YouTube simplesmente pararam de rodar e o navegador exibiu uma mensagem de falta de memória. Com isso, as memórias foram liberadas e os jogos voltaram a rodar da mesma maneira que no primeiro teste, já que o PC estava mais livre. Até poderíamos continuar forçando até achar um jeito de chegar num limite, mas a verdade é que não tem muito mais desempenho para se tirar do Game Mode.

Conclusão
O Game Mode de fato fez diferença, e até mais do que esperávamos. Bastou ocuparmos o PC com várias tarefas simultâneas em segundo plano que ele logo começou a perder desempenho nos games. Em Gears of War 4, foi possível ganhar até 30% de desempenho ao ativar o Game Mode com o PC em stress. Já em GTA V, não houve ganho de desempenho, mas sim algo ainda mais curioso. Quando ativamos o Game Mode, as texturas voltaram a ser carregadas, pois o recurso tirou a carga que os programas – especialmente o YouTube dentro do Google Chrome – colocaram em cima do processador.

O game mode tem potencial para resolver problemas causados por aplicações em segundo plano consumindo recursos do sistema

Isso é muito útil num PC que já esteja "cansado" depois de muito tempo sem ser formatado, com vários programas antigos instalados e erros no registro. Mas pode ser ainda mais útil no caso de máquinas mais modestas, com pouca memória ou processadores de menor desempenho. Esses PCs podem se beneficiar imensamente de terem seu hardware praticamente todo disponível para games, já que funções do Windows e até mesmo coisas simples como antivírus podem se tornar um problema sério para o desempenho. Fico muito curioso mais para frente para fazer testes com o glorioso PC baratinho, e até ver como isso vai afetar jogos em PCs de baixíssimo desempenho, como o PC da Crise.