Depois de muitos anos com placas-mãe socket AM3 trazendo tecnologias ultrapassadas quando comparadas as placas mais recentes para processadores Intel, finalmente chegaram os CPUs AMD da linha Ryzen, com eles as novas placas-mãe socket AM4, trazendo por tabela as principais tecnologias do mercado para esse tipo de produto, entre elas USB 3.1 Gen2, suporte a SSDs M.2 NVMe, suporte a memórias DDR4, etc.

O primeiro modelo que recebemos e que vamos analisar é a Gigabyte AX370-Gaming 5, atual modelo topo de linha da Gigabyte, com custo de U$195 dólares nos EUA, valor semelhante a uma placa com mesmas características da empresa para processadores socket LGA 1151. Já por aqui ela apareceu um pouco inflada, provavelmente devido se tratar de um modelo semanas mais novo que os concorrentes com chipset Z270.

Site oficial da placa-mãe Gigabyte AX370-Gaming 5
Veja nossa análise do processador AMD Ryzen 7 1800X

Veja nossa análise do processador AMD Ryzen 7 1700X

Tecnologias
Abaixo você confere um panorama geral das principais tecnologias oferecidas na placa-mãe topo de linha da Gigabyte com o chipset X370 socket AM4:

RGB Fusion
A placa traz personalizações em LED com cores RGB, além de tiras de LED para personalizar ainda mais seu sistema DIY. Com um software de controle, o usuário pode sincronizar a iluminação das tiras RGB do gabinete do computador com a iluminação da sua placa-mãe.

Usando o aplicativo RGB Fusion (disponível para Android e iOS), os usuários também são capazes de definir até oito modos de iluminação. Diferentes zonas da placa-mãe podem ser personalizadas com cores e efeitos diferentes.



Killer™ E2500 Gaming Network + Intel® Gigabit LAN
O Killer E2500 é um controlador Gigabit Ethernet de alto desempenho para aplicações de jogos e mídia online. Essa opção é melhor em comparação com soluções padrão, e oferece várias funcionalidades que melhoram o desempenho, tais como o processamento avançado para ajudar a reduzir a sobrecarga da CPU e suporte ao Jumbo Frame para pacotes de dados pesados.


Smart Fan 5
A interface oferece um diagnóstico da temperatura da placa e suas respectivas zonas por meio de sensores térmicos onboard. O software também pode controlar os fans e definir perfis de comportamento das ventoinhas.


Conector de energia inteligente
A placa-mãe possui um conector de energia inteligente que identifica o tipo de componente de refrigeração que está conectado à ele. Assim, a placa pode adaptar-se para trabalhar melhor com qualquer tipo de solução.

Portas USB DAC-UP 2 
Possui portas USB que fazem compensação de voltagem, entregando mais estabilidade de conexão com dispositivos se comparadas à portas USB tradicionais, além de consumir menor energia.


Dual ALC 1220 120dB SNR HD Audio com  Dual Smart Headphone Amps
A placa-mãe AORUS AX370-Gaming 5 oferece dual ALC1220 Codecs, um codec de áudio de alta definição multi-channel de alto desempenho com 120dB SNR. Esses codecs oferecem recursos como Smart Headphone AMP, gravação em SNR 114dB e decodificação DSD128, garantindo aos usuários a melhor qualidade de áudio.

E para aumentar ainda mais o potencial de áudio em sua placa-mãe, o software Sound Blaster X-Fi MB5 oferece uma interface com vários modos de configurações.


Preparada para VR
Com tecnologias como suporte NVMe via M.2 ou U.2 e uma estrutura capaz de suportar placas de vídeo mais robustas, a AORUS pode oferecer a melhor experiência em VR.

U.2 Onboard (NVMe PCIe Gen3 x4)
Os novos SSDs da série Intel 750 oferecem um incrível aumento no desempenho SATA. Usando o protocolo NVMe que tira proveito da largura de banda de PCIe Gen3 x4 (32 Gb / s), as unidades são uma vantagem para usuários que procuram inicializar o sistema operacional mais rapidamente.

Diagnostic LEDs
Os LEDs onboard controlados pela BIOS do sistema indicam se um mau funcionamento está ocorrendo, permitindo aos usuários diagnosticar rapidamente qual componente principal (CPU / DDR / VGA / HDD) está funcionando incorretamente.

Ultra Durable Memory Armor
O exclusivo design de blindagem em aço inoxidável exclusivo da AORUS impede a distorção e a torção do PCB além de evitar qualquer interferência ESD.

Fotos
Visualmente a placa se parece com os modelos mais recentes para processadores Intel, ficando por conta do socket a principal diferença. Até então existia uma diferença visual maior quando comparávamos modelos AM3+/FM2+ com placas socket LGA1151/1150, sendo que a maioria dos modelos AMD não traziam suporte a tecnologias mais recentes como suporte a conexões M.2, U.2, Sata Express etc, apesar de algumas se tratarem de tecnologias não utilizadas pela maioria dos usuários, ainda assim várias podem ganhar força com maior popularização, como M.2 e memórias DDR4.

Podemos citar como destaque as conexões para SSD, tanto o M.2 com suporte a NVMe como U.2 e SATA Express, o suporte a memórias DDR4, no caso dessa placa com clocks até 3200MHz, apesar da AMD ainda indicar o uso de clocks mais baixos. Ela ainda traz chip de áudio Realtek ALC1220 com 7.1 canais e suporte a Sound Blaster X-Fi.

Assim como demais placas utilizando chipset X370, além de suportar Crossfire, elta também suporta SLI. Porém suporta mais placas através da tecnologia da AMD, sendo limitada em até 2 placas combinadas em SLI como acontece em TODAS as demais placas AM4 lançadas por enquanto.

Como a grande maioria das placas ela traz no mínimo uma conexão de vídeo, no caso uma HDMI, porém em versão 1.4, ou seja, sem suporte a 4K em 60Hz, uma pena já que as novas APUs da AMD prometem gráficos integrados bem superiores do que os encontrados em CPUs da Intel. Em se tratando das demais conexões, destacamos duas USB 3.1, uma tipo A e outra tipo C. A placa ainda traz duas conexões de rede, uma com controlador Intel e outra Killer 2500.

O processo de instalação do CPU é bastante semelhante aos sockets anteriores da AMD, porém agora vários coolers vão utilizar a própria base que fica por baixo da placa-mãe como suporte, ou seja, apesar de remover os brackets de plastico que ficam por cima, não será necessário uma estrutura nova por baixo, ao menos não para a maioria. Na foto abaixo o Ryzen 7 1800X já encaixado e com os brackets do Noctua NH-U12S.

BIOS
A interface de BIOS da Gigabyte continua a mesma dos modelos Intel, em nossa opinião, um pouco abaixo das principais concorrentes. Outro fator que nos incomoda um pouco é a regularidade na atualização de BIOS visando maior compatibilidade com kits de memórias por exemplo. Asus e MSI costumam atualizar com maior regularidade, Gigabyte e ASRock atualizam com intervalos mais longos.

A interface não é um grande problema para a maioria das pessoas; mas para quem faz overclock no sistema por exemplo, apesar de ter as opções avançadas, as mesmas poderiam ter uma organização melhor para facilitar o acesso.

Abaixo algumas telas da BIOS da placa.

Sistema Utilizado
Abaixo, detalhes sobre o sistema que utilizamos, além de drivers e aplicações utilizadas nos testes.

Mas antes mais algumas fotos do sistema montado:

Máquinas utilizadas nos testes:
Todas os sistemas utilizaram os mesmos hardwares para os testes:

- Processador: AMD Ryzen 7 1800X
- Placa de vídeo: NVIDIA GeForce GTX 1080 (referência)
- Memórias: 8 GB Kingston HyperX Predator @ 2122/3000MHz (2x4GB)
- SSD: Kingston HyperX 3K 240GB Sata 6Gb/s
- HD: Seagate Barracuda 2TB 7200RPM Sata 6Gb/s
- Cooler: Noctua NH-U12S
- Fonte de energia (PSU): Thermaltake Toughpower 850W GOLD PSU

Sistema Operacional e Drivers:
- Windows 10 64 Bits com Updates
- GeForce 378.66

Aplicativos/Games:
- AIDA 5.xx
- AS SSD Benchmark 1.9.x
- CPU-Z Bench
- wPrime 2.10
- WinRAR 5.4x
- 3DMark (DX11)
- Grand Theft Auto 5 (DX11)

CPU-Z
Abaixo, telas do CPU-Z mostrando detalhes da placa-mãe e sistema utilizado nos testes.

Overclock
O overclock dos processadores Ryzen é bastante simples em placas com chipset X370, bastando alterar o multiplicador e pronto. Em nosso caso o overclock colocamos o Ryzen 7 1800X trabalhando em 4GHz em todos seus núcleos, para isso setamos a tensão em 1.425v, menos que isso o sistema não ficou estável em todos os testes.

Faltou perfis de overclock para os novos CPUs da linha Ryzen

Faltaram perfis de overclock para os processadores Ryzen. Especialmente para usuários sem grande conhecimento de overclock os perfis são de grande ajuda.

Abaixo telas do CPU-Z com detalhes do CPU após o overclock aplicado, diferente da análise do Ryzen 7 1800X que fizemos apenas o overclock no processador mantendo as memórias em 2133MHz, aqui na análise da placa-mãe nós também setamos o perfil máximo de clock do kit de memórias, que no caso é de 3000MHz, porém a própria AMD indicou usar o clock máximo de 2677MHz enquanto não sejam feitas otimizações de BIOS, mas como em nosso caso o sistema se comportou normalmente, apesar do perfil ser um pouco abaixo dos 3000MHz, optamos por deixar no máximo que a placa suportava para esse kit.

Adicionamos testes com sistema em default, overclock só do CPU,
do CPU+memórias e de um Core i7-7700K+Z270

Consumo de energia
Fizemos os testes do sistema em modo ocioso e rodando o 3DMark, aplicativo que exige bastante do sistema. Começamos pelo teste com o sistema em modo ocioso (IDLE).

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

Sistema ocioso (idle)

OBS.:

  • Consumo do sistema inteiro
  • Resultados em Watts
  • Quanto MENOR, melhor

[ Consumo de Energia | Gigabyte AX370-Gaming 5 ] Hardwares Comparados: 4

Gigabyte AX370-Gaming 5
52

Gigabyte AX370-Gaming 5
52

Gigabyte AX370-Gaming 5 @ Overclock só do CPU
57

Gigabyte AX370-Gaming 5 @ Overclock só do CPU
57

Gigabyte AX370-Gaming 5 @ Overclock CPU e memórias
59

Gigabyte AX370-Gaming 5 @ Overclock CPU e memórias
59

Gigabyte Z270X-Gaming 9 + Intel Core i7-7700K
80

Gigabyte Z270X-Gaming 9 + Intel Core i7-7700K
80



Rodando o 3DMark
Quando colocamos os sistema com vídeo integrado rodando o 3DMark, temos os seguintes resultados de consumo:

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

Rodando 3DMark

OBS.:

  • Consumo do sistema inteiro
  • Resultados em Watts
  • Quanto MENOR, melhor

[ Consumo de Energia | Gigabyte AX370-Gaming 5 ] Hardwares Comparados: 4

Gigabyte AX370-Gaming 5
289

Gigabyte AX370-Gaming 5
289

Gigabyte Z270X-Gaming 9 + Intel Core i7-7700K
310

Gigabyte Z270X-Gaming 9 + Intel Core i7-7700K
310

Gigabyte AX370-Gaming 5 @ Overclock só do CPU
316

Gigabyte AX370-Gaming 5 @ Overclock só do CPU
316

Gigabyte AX370-Gaming 5 @ Overclock CPU e memórias
328

Gigabyte AX370-Gaming 5 @ Overclock CPU e memórias
328



Testes de desempenho
Abaixo temos uma série de testes de desempenho com o sistema, comparando a placa com outros modelos do mercado utilizando os mesmos componentes e fazendo exatamente os mesmos testes; com exceção de overclock, que é diferente em cada placa-mãe/sistema.

CPU-Z Bench
Abaixo o resultado do teste "Multi Thread" do aplicativo CPU-Z.

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

CPU Multi Thread (15.01.64)

OBS.:

  • Resultados em pontos calculados pelo aplicativo
  • Quanto MAIOR, melhor

[ CPU-Z Bench | Gigabyte AX370-Gaming 5 ] Hardwares Comparados: 4

Gigabyte AX370-Gaming 5 @ Overclock CPU e memórias
20789

Gigabyte AX370-Gaming 5 @ Overclock CPU e memórias
20789

Gigabyte AX370-Gaming 5 @ Overclock só do CPU
20360

Gigabyte AX370-Gaming 5 @ Overclock só do CPU
20360

Gigabyte AX370-Gaming 5
18677

Gigabyte AX370-Gaming 5
18677

Gigabyte Z270X-Gaming 9 + Intel Core i7-7700K
9630

Gigabyte Z270X-Gaming 9 + Intel Core i7-7700K
9630



AIDA64 
Iniciamos os testes de desempenho em aplicações com o AIDA64 e seu teste de memórias, mostrando o resultado de latência, confiram:  

AS SSD Benchmark
Dando sequência, abaixo um teste de desempenho do mesmo SSD utilizado em todas as placas:  

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

Media Final (1GB)

OBS.:

  • Resultado em pontos calculados pelo aplicativo
  • Quanto MAIOR, melhor

[ AS SSD Benchmark | Gigabyte AX370-Gaming 5 ] Hardwares Comparados: 2

Gigabyte AX370-Gaming 5 + Ryzen 7 1800X
783.00

Gigabyte AX370-Gaming 5 + Ryzen 7 1800X
783.00

Gigabyte Z270X-Gaming 9 + Intel Core i7-7700K
743.00

Gigabyte Z270X-Gaming 9 + Intel Core i7-7700K
743.00



WinRAR
Outro teste indicado que pode ser usado para medir o comportamento do processador é o WinRAR, que consegue fazer bom uso de todos os cores.

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

Padrão

OBS.:

  • Pontuação calculada pelo aplicativo
  • Quanto MAIOR, melhor.

[ WinRAR | Gigabyte AX370-Gaming 5 ] Hardwares Comparados: 4

Gigabyte AX370-Gaming 5 @ Overclock CPU e memórias
12176

Gigabyte AX370-Gaming 5 @ Overclock CPU e memórias
12176

Gigabyte AX370-Gaming 5 @ Overclock só do CPU
10849

Gigabyte AX370-Gaming 5 @ Overclock só do CPU
10849

Gigabyte Z270X-Gaming 9 + Intel Core i7-7700K
10799

Gigabyte Z270X-Gaming 9 + Intel Core i7-7700K
10799

Gigabyte AX370-Gaming 5
10488

Gigabyte AX370-Gaming 5
10488



wPrime
Rodando o wPrime, teste que estressa todos os cores do processador, temos os resultados abaixo:  

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

1024M

OBS.:

  • Resultados em segundos calculados pelo aplicativo
  • Quanto MENOR, melhor

[ wPrime | Gigabyte AX370-Gaming 5 ] Hardwares Comparados: 4

Gigabyte AX370-Gaming 5 @ Overclock só do CPU
95.647

Gigabyte AX370-Gaming 5 @ Overclock só do CPU
95.647

Gigabyte AX370-Gaming 5 @ Overclock CPU e memórias
97.287

Gigabyte AX370-Gaming 5 @ Overclock CPU e memórias
97.287

Gigabyte AX370-Gaming 5
103.578

Gigabyte AX370-Gaming 5
103.578

Gigabyte Z270X-Gaming 9 + Intel Core i7-7700K
168.376

Gigabyte Z270X-Gaming 9 + Intel Core i7-7700K
168.376



3DMark
Começamos nossos testes com foco em vídeo com o 3DMark, mas por enquanto com a placa de vídeo dedicada.

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

Fire Strike (default)

OBS.:

  • Resultados em pontos calculados pelo aplicativo
  • Quanto MAIOR, melhor

[ 3DMark | Gigabyte AX370-Gaming 5 ] Hardwares Comparados: 4

Gigabyte AX370-Gaming 5 @ Overclock CPU e memórias
17739

Gigabyte AX370-Gaming 5 @ Overclock CPU e memórias
17739

Gigabyte AX370-Gaming 5 @ Overclock só do CPU
17405

Gigabyte AX370-Gaming 5 @ Overclock só do CPU
17405

Gigabyte Z270X-Gaming 9 + Intel Core i7-7700K
17281

Gigabyte Z270X-Gaming 9 + Intel Core i7-7700K
17281

Gigabyte AX370-Gaming 5
16678

Gigabyte AX370-Gaming 5
16678



Grand Theft Auto 5
O game GTA V para PC está entre os mais exigentes da atualidade, trazendo ótima qualidade gráfica. Confiram abaixo o comportamento das placas rodando o game e como fica a diferença entre os processadores:

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

1920x1080, Pass 4 - Ultra

OBS.:

  • Game baseado em DirectX 11
  • Resultados em FPS médio
  • Quanto MAIOR, melhor

[ Grand Theft Auto V | Gigabyte AX370-Gaming 5 ] Hardwares Comparados: 4

Gigabyte AX370-Gaming 5 @ Overclock CPU e memórias
129.8

Gigabyte AX370-Gaming 5 @ Overclock CPU e memórias
129.8

Gigabyte AX370-Gaming 5 @ Overclock só do CPU
115.8

Gigabyte AX370-Gaming 5 @ Overclock só do CPU
115.8

Gigabyte AX370-Gaming 5
115.6

Gigabyte AX370-Gaming 5
115.6

Gigabyte Z270X-Gaming 9 + Intel Core i7-7700K
110.9

Gigabyte Z270X-Gaming 9 + Intel Core i7-7700K
110.9




AVALIAÇÃO:

Tecnologias

9.0

Acabamento

9.5

Overclock

9.0

Preço

7.0
Conclusão

Não tínhamos novas placas-mãe de alto desempenho para processadores AMD há muito tempo, isso porque a plataforma AM3+, a mais "parruda" da AMD tinha várias limitações em se tratando de tecnologias, segurando o lançamento de novos produtos para fazer frente ao que a Intel colocava de novo no mercado. Com a chegada do socket AM4 e especialmente do chipset X370 junto com os processadores Ryzen 7, uma série de novas placas-mãe já chegam trazendo as principais tecnologias disponíveis , e a Gigabyte AX370-Gaming 5 é um desses modelos, junto com a Gaming K5 é o que a empresa tem de melhor no momento em socket AM4, sendo uma das boas alternativas para quem está montando um sistema baseado nos novos processadores Ryzen 7.

Entre as boas opções de placas-mãe para montar uma máquina entusiasta com processador Ryzen 7

Como destaque, finalmente temos as tecnologia mais recentes do mercado presentes em uma plataforma AMD, o destaque fica por conta do suporte a memórias DDR4, ainda que com certa limitação, mas que tende a ser normalizado através de atualizações de BIOS. A própria AMD indicou o uso de frequências mais baixas durante os testes, mesmo tendo enviado em nosso kit uma mainboard com suporte a memórias de 3200MHz e um kit com suporte máximo a essa mesma velocidade. Nós rodamos os testes de overclock com um kit de 3000MHz utilizado em todos os sistema que fazemos para análises de CPUs e não tivemos problemas. Fica a dica para quem comprar kits com clocks altos ficar de olho no site oficial da placa-mãe escolhida a fim de manter a BIOS atualizada. Em se tratando do overclock do CPU, ela se comportou bem, apesar da limitação do OC no X1800, mas que acreditamos ser uma limitação do CPU e não da mainboard.

Entre as demais tecnologias podemos citar o suporte as conexões mais recentes do mercado para SSDs, como M.2, U.2 e PCI-Express, todas baseadas em NVMe, a exceção não suportada é o Optane, que tem sido mantido exclusivo da Intel, mas ele sequer está disponível ainda e deve vir com preços bem altos, então não vemos como um grande problema. Outro destaque é o suporte a USB 3.1, porém em Gen1 via chipset, mas no caso dessa placa-mãe e de outros modelos, com suporte a Gen2 através de um chip específico. Outro destaque específico desse modelo é o suporte a duas conexões de rede, uma com chip Killer E2500 e outra com chip Intel.

Modelo é destinado a usuários entusiastas

Enfim temos placas-mãe com recursos atualizados, prontos para combinar com os ótimos processadores Ryzen 7 de alto desempenho da AMD, trazendo ainda suporte aos processadores Ryzen 5 e Ryzen 3 e também as novas APUs, estratégia muito legal para os consumidores sendo que suporta os modelos de processadores mais potentes aos mais simples, no caso da Intel a estratégia ao menos até agora é ter plataformas com soquetes diferentes, forçando mudança de placa-mãe dependendo do processadores escolhido. A grande maioria das placas está trazendo conexões de vídeo, que indicam o suporte ao vídeo integrado das novas APUs, porém é bom ficar de olho, tem modelos que não trazem conexões de vídeo, a AX370-Gaming 5 traz uma HDMI, mas pecou por ser versão 1.4, sem suporte a 4K em 60Hz, ponto contra especialmente porque a AMD deve trazer o melhor vídeo integrado do mercado em suas novas APUs.

Nos EUA a Gigabyte AX-370-Gaming 5 foi lançada por U$195, preço semelhante a modelos como a Z270X-Gaming 5 para processadores Socket LGA 1151 da Intel. No Brasil a placa está disponível em pré-compra por R$ 1.4 mil, porém uma Z270X-Gaming 4 custa quase R$200 a menos. Esse preço é considerado um pouco acima do normal para uma placa com essas características, a tendência é o preço cair um pouco com o tempo e ficar na casa de R$1200 na medida que mais lojas receberem a placa para venda.

A tendência é que a concorrência entre placas AMD e Intel
façam ambas baixarem em promoções

Apesar do preço não ser tão alto, como comparativo uma Asus Z270E Strix Gaming socket LGA1151 custa também abaixo dos U$200, mas traz conexões Wifi, Bluetooth e porta USB 3.1 frontal para gabinete, sim, passou a ser para processadores que perdem em desempenho para vários modelos Ryzen 7, porém fica evidente que os preços dessas mainboards AM4 podem estar inflados para aproveitar o "boom inicial". Uma Crosshair VI Hero que também não tem Wifi+Bluetooth está custando em média U$250.

Galeria da análise da Gigabyte AX370-Gaming 5

Recomendamos ficar de olho em nosso fórum FOR SALE! para aproveitar as principais promoções da Internet, especialmente as de hardwares.


PRÓS
  • Excelente acabamento e visual
  • Componentes de alta qualidade
  • Duas conexões de rede com controladores difedrentes
  • Suporte a múltiplas placas de vídeo em Crossfire e SLI
  • Suporte a SSDs M.2, U.2, Sata Express e PCI-Express
  • Conexões USB 3.1 Gen2
CONTRAS
  • HDMI versão 1.4 e não 2.0