O Lenovo Vibe K6 chega com a missão de atualizar a popular linha Vibe K5, composta por aparelhos intermediários que buscam atacar em uma boa relação entre custo e benefício. O modelo dessa análise, o Vibe K6 Plus, traz características semelhantes ao modelo K6, porém chega equipado com uma tela mais ampla, pronto para atender ao consumidor que deseja um smartphone maior.

Análise [Lenovo Vibe K5] Belíssimo design e tela Full HD o diferenciam de outros intermediários, mas pequenas falhas incomodam

Em diversos aspectos o K6 é semelhante a seu antecessor, sendo que o grande diferencial é um novo recurso: a biometria através de um sensor de digitais na parte traseira. Será que essa mudança torna o Vibe K6 em um bom competidor desse segmento bastante povoado por concorrentes? Vejamos no restante da análise!

Desenvolvedor Lenovo Motorola Samsung ASUS
Distribuidor Lenovo Motorola ASUS
Plataformas Smartphone Android Smartphone Android Smartphone Android
Site oficial Link Link Link Link
Preço no lançamento R$ 1.299,00 R$ 1.500,00 R$ 1.599,00 R$ 999,00
Preço atualizado R$ 1.169,00 (em 20/12/2016 ) R$ 1.100,00 (em 27/12/2016 ) R$ 1.199,00 (em 21/10/2016 ) R$ 899,00 (em 25/10/2016 )
Especificações
Sistema Operacional Android 6.0 Android 6.0 Android 6.0 Android 6.0
Processador Qualcomm Snapdragon 430 Qualcomm Snapdragon 617 Exynos 7870 Qualcomm Snapdragon 430
Número de núcleos 8 8 8 8
Clock 1.4 GHz 1.5 GHz 1.6 GHz 1.4 GHz
GPU Adreno 505 Adreno 405 Mali-7830 Adreno 505
Memória RAM 2GB 2GB 2GB 3GB
Armazenamento interno 32GB 32GB 16GB 32GB
Cartão microSD Até 128GB Até 128GB Até 128GB até 32GB
Portas de conexão Micro-USB Micro-USB Micro-USB Micro-USB
Bateria 4000 mAh 3000 mAh 3300 mAh 4100 mAh
Dimensões 142 x 71 x 8 mm 153 x 76.6 x 9.8 mm 151.7 x 76.0 x 7.8 mm 151.4 x 76.2 x 8.3 mm
Peso 180 g 155 g 169 g 175 g
Recursos
LTE Sim Sim Sim Sim
Tipo de cartão SIM Nano SIM Micro SIM Micro SIM Micro SIM
Número de cartões SIM 2 2 2 2
Bluetooth 4.2 4.1 v4.1 4.1
TV Digital Não Não Não Não
Leitor de Digital Sim Sim Não Sim
NFC Não Não Sim Não
Radio Sim Sim Sim Sim
GPS Sim Sim Sim Sim
Extras ASUS ZenUI 3.0
Display
Tamanho 5.5 polegadas 5.5 polegadas 5.5 polegadas 5.5 polegadas
Resolução 1080 x 1920 1080 x 1920 720 x 1280 1080 x 1920
Tecnologia IPS IPS Super AMOLED IPS
Proteção Corning Gorilla Glass 3 Corning Gorilla Glass 3 Corning Gorilla Glass 2.5D
Câmera
Traseira 16 16 13 MP 16
Frontal 8 5 5 MP 8
Vídeos 1080p 30 fps 1080p 30 fps 1080p 30 fps 1080p 30 fps

Análise em vídeo

Design
Pequenas modificações e qualidade regular

A Lenovo fez ligeira modificações no visual do Vibe K6, comparado a seu antecessor. A mudança mais óbvia é a presença do sensor de digitais na parte traseira, logo abaixo do flash da câmera. O acabamento nas laterais ficou mais arredondado, e boa parte da carcaça utiliza um material metálico, enquanto uma faixa acima e abaixo utilizam plástico. Além da traseira, a tela também possui bordas levemente arredondadas, porém essa curvatura não chega a ser alinhada com a da carcaça, com uma linha separando ambas e formando um acabamento estranho à pegada na lateral.

Lenovo Vibe K6 Plus

Em termos gerais, o design é bastante genérico e vem sendo usado em diversos modelos de várias fabricantes, sendo que o Vibe K6 tem como negativo uma integração estranha entre o painel e a parte traseira, devido as linhas arredondadas um tanto diferentes que não tornam sua lateral uníssona. Apesar de não ser um aparelho dos mais bonitos, os acabamentos e a estética não compromete o seu uso.

O K6 Plus é um aparelho relativamente pesado, mas por um bom motivo: seus 155 gramas são resultado de uma bateria massiva de 4.000 mAh, bem acima da maioria dos concorrentes que utilizam em torno de 3.000 mAh. Seu porte também não é discreto, resultado de usa ampla tela de 5,5 polegadas. Apesar das bordas não serem muito largas, ele é um aparelho para quem possui mãos grandes, e alguns pontos da tela são difíceis de serem alcançados com apenas uma mão. Quem prefere aparelhos mais compactos e práticos, e não vê problema em ter uma tela menor, deve optar pelo Vibe K6.

Além da tela maior, o K6 Plus tem outra diferença no design comparado ao K6: suas caixas de som não são posicionadas na parte de trás do aparelho, e sim na lateral de baixo, uma solução muito utilizada por diversas fabricantes. O problema desse posicionamento é a facilidade de abafar o som caso você seguro o aparelho na horizontal, algo comum enquanto você está jogando ou assistindo vídeos. Apesar das duas aberturas, o áudio sai somente de um dos lados. Em termos de qualidade, ele está acima da média, com uma presença de sons mais graves e bastante intensidade nos mais agudos. Mas não que o áudio seja dos melhores: é que em geral os smartphones tem qualidade de áudio péssima, então este se sobressai nesse meio tão ruim.

O Vibe K6 Plus usa carcaça metálica e acabamentos arredondados na tela e na traseira

Como já se tornou muito comum, a bandeja de cartão SIM e cartão microSD são integradas, e é estruturada de uma forma que o usuário precisa decidir se o segundo slot será usado para um cartão SIM adicional ou para mais memória através de um cartão. As duas coisas ao mesmo tempo não são possíveis.

Tela
Display de boa resolução e qualidade regular

A Lenovo equipou novamente o Vibe com um display de resolução FullHD e tela com tecnologia IPS LCD. A definição da imagem é ótima graças a resolução 1080p é boa, enquanto as cores estão em um nível dentro do disponível no segmento, com um nível de saturação e contrastes dentro da média. O brilho de tela em seu modo mais claro atinge uma luminescência dentro da média, capaz de tornar a tela visível em uma situação de mais claridade, mas sem se sobressair nesse aspecto. 

A tela possui boa definição, com cores e contrastes em níveis dentro da média

O acabamento arredondado nas laterias torna mais confortável o movimento de deslizar do dedo nos cantos, pena que a integração com a carcaça não tenha um encaixe tão preciso e harmônico. Falando do vidro, o Vibe K6 Plus possui proteção Corning Gorilla Glass 3 contra riscos e pancadas.

Performance
Mais potente, mas dentro da média

A mudança do SoC Qualcomm Snapdragon 616 pelo Snapdragon 430 e o aumento da RAM para 3GB trazem mudanças notáveis na performance do K6 Vibe. Ele é um aparelho mais ágil que seu antecessor, algo que fica evidente em nossos benchmarks:

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

Modo padrão

OBS.:

  • Quanto maior, melhor
  • Resultados em pontos
  • Pontuação definida pelo aplicativo

[ Antutu Benchmark v6.0 | Lenovo Vibe K6 Plus ] Hardwares Comparados: 3

Motorola Moto G4
46555

Motorola Moto G4
46555

Samsung Galaxy J7 Metal
45129

Samsung Galaxy J7 Metal
45129

Lenovo Vibe K6 Plus
44444

Lenovo Vibe K6 Plus
44444



CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

Performance

OBS.:

  • Pontução gerada pelo aplicativo
  • MAIS é melhor

[ PCMark for Android | Lenovo Vibe K6 Plus ] Hardwares Comparados: 4

Motorola Moto G4
5278

Motorola Moto G4
5278

Lenovo Vibe K6 Plus
5117

Lenovo Vibe K6 Plus
5117

Samsung Galaxy J7 Metal
5014

Samsung Galaxy J7 Metal
5014

Lenovo Vibe K5
3469

Lenovo Vibe K5
3469



A troca do SoC também significou uma mudança no chip gráfico, então não é de se surpreender que houve uma melhora na performance gráfica, um bom indicativo para quem gosta de jogar em seu smarpthone.

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

Ice Storm Unlimited

OBS.:

  • Resultados em pontos calculados pelo aplicativo
  • Quanto MAIOR, melhor

[ 3DMark | Lenovo Vibe K6 Plus ] Hardwares Comparados: 4

Motorola Moto G4
9827

Motorola Moto G4
9827

Lenovo Vibe K6 Plus
9536

Lenovo Vibe K6 Plus
9536

Samsung Galaxy J7 Metal
8515

Samsung Galaxy J7 Metal
8515

Lenovo Vibe K5
7751

Lenovo Vibe K5
7751



Na experiência prática, o uso do Vibe K6 Plus foi muito confortável. As respostas do smartphone são ágeis e, principalmente por conta dos 3GB de memória RAM, é possível realizar uma alternância entre múltiplas aplicações sem lentidões nas transições.

Esse aparelho é bastante ágil ao lidar com múltiplo apps

Autonomia
Uma das maiores evoluções da linha K6

Se a quantidade adicional de memória RAM e o novo SoC aumentaram o desempenho do K6 plus em relação a seu antecessor, a maior evolução é nitidamente relacionado a bateria. Com uma quantidade massiva de miliamperes disponíveis, esse aparelho tem excelente autonomia, deixando esse aparelho acima da média nesse quesito.

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

Bateria

OBS.:

  • Duração de bateria realizando ciclos de atividades
  • Autonomia estimada em minutos

[ PCMark for Android | Lenovo Vibe K6 Plus ] Hardwares Comparados: 4

Lenovo Moto Z Play
872

Lenovo Moto Z Play
872

Samsung Galaxy J7 Metal
735

Samsung Galaxy J7 Metal
735

Lenovo Vibe K6 Plus
668

Lenovo Vibe K6 Plus
668

Lenovo Vibe K5
366

Lenovo Vibe K5
366



CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

Alto consumo

OBS.:

  • Consumo de bateria após 3 horas de execução de vídeo
  • Vídeo por streaming do app do YouTube em FullHD
  • Brilho de tela e volume em 50%

[ Autonomia de bateria | Lenovo Vibe K6 Plus ] Hardwares Comparados: 4

Samsung Galaxy J7 Metal
85

Samsung Galaxy J7 Metal
85

Lenovo Vibe K6 Plus
74

Lenovo Vibe K6 Plus
74

Motorola Moto G4
71

Motorola Moto G4
71

Lenovo Vibe K5
42

Lenovo Vibe K5
42



Minha única restrição é que gostaria de ver resultados mais expressivos. O Moto Z Play, aparelho que é de outro segmento de preço mas adicionei ao comparativo para facilitar a visualização, possui 500 miliamperes a menos e consegue pontuações mais elevadas em nossos testes, nos indicando que poderia ter acontecido melhores otimizações por parte da Lenovo nesse aparelho, ou o hardware presente não é eficiente no uso de toda essa energia disponível. O Snapdragon 430 ainda é fabricado na litografia de 28 nanômetros, diferente de chips como o presente no Galaxy J7 Metal, que usa os mais eficientes 14nm FinFET.

Em termos práticos, o Vibe K6 Plus segura um dia inteiro de uso mesmo sob alta demanda. Se você maneirar no número de vezes que vai destravar a tela, ou não ficar vendo muitos vídeos ou jogando, ele entrega próximo de dois dias com tranquilidade. Esse é um bom resultado, dentro do que vemos entre os melhores aparelhos disponíveis em termos de autonomia, uma pena não ver a quantidade adicional de miliamperes levando ele além.

Vibe K6 está entre os aparelhos com melhor autonomia. Pena que não consegue usar sua bateria massiva para ir além dos concorrentes

Outro problema é que tanta bateria não é algo fácil de se carregar quando não temos alguma tecnologia de carregamento rápido, o que é o caso do Vibe K6 Plus. Iniciamos o carregamento com 12% de bateria, e após meia hora ainda estávamos em míseros 26%. Foi preciso mais de duas horas para carregar completamente o aparelho. Fica ainda mais esquisito se considerarmos que o Vibe K6, que possui um hardware relativamente semelhante e uma bateria menor, traz carregamento rápido.

Câmera
Desempenho regular para o segmento

O Vibe K6 está dentro daquele grupo de smartphones do segmento intermediário que possui limitações em seus componentes, buscando um balanço entre custo e benefício. Como é comum nesse conjunto de aparelhos, a câmera é um dos elementos que sofre cortes para buscar um preço competitivo. O K6 Plus usa um sensor de 16MP na parte traseira e um de 8MP na parte frontal, o que é uma alta resolução de imagem mas, como o pessoal mais entendido já sabe, megapixels não são sinônimo de qualidade nas fotos.

Megapixels importam? 8MP versus 20MP colocados à prova em fotos e vídeos

A câmera do K6 Plus possui um desempenho apenas dentro da média. Em situações com muita luz ela tem resultados interessantes, mas basta ter uma situação um pouco mais adversa para que a imagem perca rapidamente definição e qualidade, resultado de uma granulação muito evidente e, principalmente, um tempo de resposta do obturador muito lenta, tornando difícil acertar a foto. Caso tente pegar um objeto em ação, terá dois problemas: 1) o foco ser feito a tempo e certo; 2) a exposição não ser prolongada demais e resultar em um grande borrão, um misto do objeto se movendo com a falta de estabilização ótica no aparelho.

A qualidade é regular em cenas bem iluminadas, e perde rapidamente definição em situações menos favoráveis

A câmera chega com um "Smart Mode", capaz de identificar situações situações e realizar ajustes baseados na cena. É assim que, por exemplo, o K6 Plus percebe que necessita ativar o HDR devido a uma fonte de luz intensa, ou que se trata de uma imagem noturna que requer mais exposição. O tempo para o aparelho identificar a situação deveria ser mais rápido, e em alguns momentos ele é muito conservador, demorando para colocar em ação recursos como o HDR. Falando nele, é preciso segurar o aparelho por alguns instantes para realizar o HDR, o que significa que é difícil acertar uma boa foto sem ficar bem firme, e impossível se alguém irrequieto estiver na cena.

Boa luz


Vibe K6 Plus, Vibe K5, Moto G4 e Galaxy J7 Metal

Pouca luz


Vibe K6 Plus, Vibe K5, Moto G4 e Galaxy J7 Metal

Flash


Vibe K6 Plus, Vibe K5, Moto G4 e Galaxy J7 Metal

Falta agilidade na câmera, tanto no foco quanto na captura da cena

Além do modo Smart, há alguns modos pré-definidos como o HDR artístico (que irá saturar bastante as cores), o câmera lenta e o câmera rápida (ou como é mais conhecido, o timelapse) entre outros. Para quem "manja" de fotografia, dá para usar o modo "Profissional", que dá ao usuário a capacidade de ter controle sobre configurações da câmera, como exposição, tempo de obturador, ISO e foco. 


Câmera frontal

A câmera passa longe de ser um destaque do Vibe K6 Plus. Ele não faz frente mesmo a modelos desse segmento de preço, e deve ser evitado por quem quer um smartphone capaz de fazer boas fotos. O jeito é ver concorrentes ou, infelizmente, se preparar para investir em um smartphone mais caro, já que as boas câmeras estão disponíveis apenas nos modelos com preços mais salgados.

Extras
Android com poucas modificações, áudio melhorado e sensor de digitais

A Lenovo costuma não ir muito a fundo na hora de modificar o Android, e esse padrão se manteve com o Vibe K6. A interface em geral é semelhante a do Google, com pequenas mudanças como o design da gaveta de aplicativos modificada, um app de câmera (o que é bem-vindo, já que o tradicional do Android é pobre em recursos) e o restante basicamente idêntico, como a barra de status e as janelas de configuração. Além de fazer a alegria de quem curte um  Android sem mexidas excessivas, isso também é acompanhado de poucos apps pré-instalados.

As adições da Lenovo nesse aparelho são principalmente duas. A que tem se tornado mais comum é a presença da biometria através de um sensor de digitais, algo que faz tempo não é mais exclusividade dos modelos mais caros e que vem povoando até esse segmento intermediário. A outra função é o sistema de áudio, algo que raramente as fabricantes investem muito de seu tempo. O Vibe K6 Plus vem equipado com o Dolby Atmos, recurso que quando habilitado traz uma definição muito superior ao áudio, especialmente aos tons mais graves. É uma pena que a fabricante não tenha direcionado melhor o áudio colocando as caixas de som para frente, como já fez no Vibe A7010 ou está fazendo com os modelos Moto Z, algo que melhoria a experiência.

O áudio está acima da concorrência, com tons graves mais proeminentes

AVALIAÇÃO:

Design

7

Desempenho

8.5

Autonomia

9.0

Câmera

8.0

Preço

8.0
Conclusão

O Vibe K6 Plus traz importantes melhorias em relação ao K5. Apesar de não ser um SoC recente, o Qualcom Snapdragon 430 representou um ganho em desempenho comparado ao Snapdragon 616 utilizado em seu antecessor, pena que seu processo de fabricação antigo aumenta o consumo de energia. O sensor de digitais também é uma inclusão interessante, tornado esse aparelho mais atrativo para quem quer abandonar as senhas e passar a usar a biometria para desbloquear o smarpthone.

Outra mudança importante é que o K6 Plus traz uma tela maior e, aproveitando o espaço disponível, uma ampla bateria de 4.000 mAh, acima da grande maioria dos concorrentes. Mesmo alcançando bons resultados, é uma pena não ver essa quantidade massiva de bateria refletir em pontuações ou uma experiência acima de outros modelos que também conseguem ficar bastante tempo longe da tomada com menos miliamperes disponíveis. Nesse momento, o uso de um SoC mais antigo e uma tela com tecnologia IPS não contribuem para estender o tempo longe da tomada.

Outro destaque da linha foi mantido: o uso da tecnologia Dolby no áudio. É notável a diferença de qualidade ligando e desligando o recurso, tornado esse um diferencial para o consumidor que quer um som de melhor qualidade, dentro das restrições óbvias que um dispositivo compacto como um celular tem em termos de intensidade (o popular volume) e definição.

No restante, o K6 Plus possui um design e acabamentos genéricos com qualidade dentro da média, com uma tela no nível dos concorrentes e com uma boa quantidade de memória, tanto RAM quanto interna, o que garante o Android e seus apps rodando de forma eficiente. Assim, ele se torna uma opção para quem quer um aparelho com boa duração de bateria, bom sistema de som e uma tela de 5,5 polegadas. Se você quiser uma tela com cores mais vivas, pode optar por um Galaxy J7 Metal, que possui tela Super AMOLED porém de menor resolução (HD). Outro concorrente para se ficar de olho é o Zenfone 3 Max, outro aparelho nessa faixa de preço com uma quantidade impressionante de bateria (4.100 mAh) e que devemos testar no futuro.


PRÓS
  • Boa autonomia
  • Sistema de áudio de boa qualidade
  • Boa performance
  • 32GB de memória interna e 3GB de RAM
CONTRAS
  • Câmera pouco ágil
  • Áudio mal direcionado
  • Bateria maior não reflete em mais autonomia que concorrentes