Adrenaline: Fonte de informação sobre Tecnologia e Jogos

InternetMicrosoftWindows

4K do Netflix no PC é o exemplo de como a luta contra a pirataria é o maior incentivo à pirataria

4K do Netflix no PC é o exemplo de como a luta contra a pirataria é o maior incentivo à pirataria

22/11/2016 16:08 | | @kerberdiego | Reportar erro







Diego Kerber

Vida Digital

Hoje a Microsoft anunciou que enfim os donos de PC poderão "ter a honra" de ver conteúdos do Netflix com quatro vezes mais pixels que o tradicional FullHD. Apresento a vocês pequena lista de requisitos para esse milagre esse recurso entrar em ação:

1) Um monitor ou TV 4K
2) Uma conexão com 25mb/s
3) Pagar a assinatura mais cara do Netflix (29,90 reais) que torna disponível conteúdos 4K
4) Utilizar o Netflix no navegador Edge
5) Rodar no sistema Windows 10
6) Possui um processador Intel Core de sétima geração


São seis passos. Dá pra fazer um bolo em três, e se você quiser com calda ainda não ultrapassa a marca de seis. A maioria de nós já não passaria do item 1, já que a porcentagem de pessoas que possuem um monitor com resolução 3840 x 2160 está em algum lugar dentro de apenas 2% da categoria "outros" nos PCs, segundo levantamento do Steam. Se o nicho gamer já não está aparelhado o bastante, parece ser ainda menos promissor o quadro geral dos PCs.

O grande problema não é a necessidade de uma tela de alta resolução, de uma internet muito rápida ou pagar por uma assinatura mais cara para ter acesso a conteúdo com maior qualidade de imagem. Todas essas limitações fazem sentido. É que do item 4 para frente nós começamos a dar de cara com requisitos que não são meramente técnicos, e entramos em limitações por pressões comerciais.

O que torna o Edge no melhor navegador existente para conteúdos por streaming tem a ver com uma questão comercial e que atende pelo nome de PlayReady 3.0, uma tecnologia de gerenciamento de direitos autorais (DRM) desenvolvida pela Microsoft e que tem parceria com a Open Media Alliance. O recurso tem com o objetivo acabar com um problema serio para os produtores de conteúdo: a pirataria nos computadores. O uso dessa tecnologia tornou possível ao browser da Microsoft ser um dos únicos rodando Netflix em 1080p e agora o único capaz de rodar a 2160p.


Gilmore Girls, o lançamento usado para levantar o hype do 4K no Edge no Windows 10 nos PCs com Intel Kaby Lake conectados a uma rede com 25mb/s de velocidade

O grande problema do desenvolvimento dessa tecnologia, e que não deve ser surpresa para ninguém, é que não há interesse por parte da Microsoft em trazer essa tecnologia para softwares mais antigos, o que significa que usuários de versões anteriores do Windows não devem ficar otimistas sobre a chegada dessa capacidade em seus PCs com Windows 7.  Enquanto a postagem super-empolgada da Microsoft fala de como é ótimo agora poder ver os novos conteúdos de Gilmore Girls, na verdade essa notícia pode muito bem ser lida como a grande quantidade de consumidores que não terão a possibilidade de ver nessa qualidade.

Mais uma vez a luta contra a pirataria vira "um tiro no pé". E do consumidor

Se já está chato ver a limitação de direitos autorais nos ferrando a vida, mesmo com nossas assinaturas do plano 4K do Netflix devidamente pagas e legalizadas, limitar a transmissão em processadores Intel Core de sétima geração, codinome Kaby Lake, parece uma piada. O motivo seria uma questão técnica: as CPUs mais recentes da Intel são as únicas que suportam 10-bit HEVC, codec utilizado pelo Netflix quando quer encher nossa tela de mais pixels. Mas esses processadores mal foram lançados, tanto que até quem comprar o belíssimo e nem enviado Surface Studio vai receber um produto que será defasado, para o conceito das travas de DRM do Netflix.

Já é um clássico: se você colocar travas demais contra a pirataria, você começa a travar também os usuários legítimos

Se você quiser ver seus conteúdos do Netflix em 4K, existem alguns aparelhos que isso será mais fácil. São eles: Air 7410X, Amazon Fire TV (nova versão), British Telecom – BT DTRT-4000, Broadcom VIP5662 (Bell Canada), Chromecast Ultra, Dish Hopper 3, Fetch Mighty, Nvidia Shield, Orange Livebox Play 4, PCCW now One, Roku 4 Sagem 4K, TiVo Bolt, Virgin Media – V6 powered by TiVo e Xbox One S. Também há televisores e blu-rays da Hisense, Insignia, LG, Panasonic, Philips, Samsung, Sharp,Sony, TAtung, TCL, Toshiba, Vestel e Vizio compatíveis. Resumindo: mesmo sendo mais poderoso que todos os dispositivos (em termos de performance) listados, o PC é o pior lugar para se ver conteúdos em 4K no Netflix.


Não importa o que tem no seu PC, essa caixinha chamada Air 7410X é bem melhor pro Netflix

O PC é o pior lugar para se ver conteúdos do Netflix em 4K

A luta contra a pirataria é justa, mas feita dessa forma, acaba tendo o efeito oposto. Não importa quantas travas forem colocadas, elas eventualmente caem, e por resultado o conteúdo 4K vai estar no torrent. Então, para tripulação do Pérola Negra, ver 4K no PC é composto de 2 passos (menos que o do bolo de chocolate lá do começo):

1) Um monitor ou TV 4K
2) Saber de onde baixar os conteúdos sem instalar diversos vírus e o Baidu em seu PC

É tão mais fácil que fica óbvio porque muitos acabam sendo como Guybrush Threepwood: um aspirante a pirata. Ou simplesmente vão ficar vendo em 1080p ou até mesmo em 720p, afinal o objetivo é ver suas series e filmes, e não ficar verificando checklist de requisitos necessários.

Aproveito para lançar o desafio final: quero alguém que seja capaz de listar todos os requisitos técnicos, seja hardware e software, para rodar Netflix em 4K no PC... com HDR.

Diego Kerber
Sub-editor

Twitter: @kerberdiego

Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego colabora com a Adrenaline na produção de notícias e artigos na coluna "Vida Digital".



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do Adrenaline. Se achar algo que viole nossas condições de uso, denuncie através do link de report de erro do conteúdo.

Comentários que não são pertinentes a discussão, com caráter ofensivo, com xingamentos etc., serão deletados sem aviso prévio e os usuários serão BANIDOS. Não iremos fazer análises de reclamações sobre banimentos, então pedimos a colaboração para evitar inconvenientes.

* Esse é um espaço de troca de conhecimentos e opiniões, use-o para esses propósitos *