Games

Mal chegou e já "deu pau": nosso Xbox One e a tela verde da morte (e como resolvemos)

[+update 4]

20/12/2013 16:44 | | @twitter







[+update 4]: Após mais de duas horas de testes iniciais com os jogos "Ryse: Son of Rome" e "Dead Rising 3" e de testes de algumas funções do console, como os comandos por voz do Kinect, o Xbox One não apresentou um problema sequer e manteve o funcionamento constante sem qualquer tipo de falha, travamento ou bug. Realmente parece que nos livramos dos problemas relatados no começo deste artigo e, finalmente, poderemos produzir conteúdos para nossos leitores. ;)  

[+update 3]: Após o suporte da Microsoft informar que viria retirar o console em até 7 dias úteis, fizemos novas tentaivas. Atualizamos o firmware com um pendrive diferente do primeiro e isso fez toda a diferença. Após cerca 30 minutos, o console ligou sozinho e abriu direto no menu principal. A partir daí, tivemos melhor acesso aos menus do console, ainda que estivesse instável, com atrasos de navegação e o controle por vezes não respondia.

Aproveitamos que tínhamos alguma mobilidade sobre o sistema e adicionamos uma nova conta, também diferente da inicial e, mesmo um pouco travado, acessamos as configurações internas do sistema e pedimos para restaurá-las para os padrões de fábrica. A partir daí, o videogame começou a funcionar normalmente, como se nada tivesse acontecido anteriormente. Realizamos as configurações iniciais de autenticação de contas e do Kinect e, na sequência, colocamos "Ryse: Son of Rome" e "Dead Rising 3" para instalar. O procedimento é demorado e, no momento, estamos aguardando mais respostas do sistema para tirar novas conclusões. Aguardem mais updates!

[+update 2]: Fizemos o contato com a central de atendimento ao cliente Xbox One, no número 0800-891-9835. Após alguns procedimentos, como tentar outro cabo HDMI e inclusive repetir a atualização offline, como fizemos neste artigo, fomos informados que teremos que enviar para reparos, o Xbox. Em 7 dias o console será pego aqui na redação, e depois disso há um prazo de até quatro semanas para a Microsoft reparar e enviar de volta, ou nos dar um videogame novo.

[+update 1]: Após funcionar uma boa parte da manhã, o Xbox não liga mais. Tentamos repetir os procedimentos deste artigo, e agora aparece uma mensagem de erro afirmando que devemos "Entrar em contato com o suporte aos clientes do Xbox One".


O que acontece agora, quanto tentamos instalar novamente o sistema do jeito forçado

[+texto original]: O Xbox One acaba e aterrisar aqui no Adrenaline, pronto para embalar nossas reviews de games como "Ryse: Sons of Rome" e "Dead Rising 3". Ou, pelo menos, devia embalar. Assim que ligamos o aparelho, que ficou um bom tempo sem mostrar nada na tela, enfim vimos a tela inicial, com a logo sobre um fundo verde. E só! Pouco tempo depois, a tela ficava cinza e se reiniciava, em um ciclo constante que não durava 5 minutos. Esta falha é conhecida como "Green Screen of Death", algo como "Tela Verde da Morte" Sempre há um apelido trágico, para estas catástrofes eletrônicas.


Nossa primeira experiência com o Xbox One não passava desta tela

Depois de muita espera, concluímos que realmente o console não ia sair disto. Resignados que as coisas são seriam simplesmente ligar na tomada (aturar alguns updates) e jogar, o mínimo que esperamos de um videogame atual, partimos para a seguinte solução: o Offline System Update Diagnostic Tool, ferramenta offline de update e diagnóstico.

Para utilizar nossa solução, você vai precisar de um pendrive de no mínimo 2GB de capacidade, e fazer o download da ferramenta de solução e update offline. Vamos aos passos:

Parte 1 - criando o pendrive
  • Formate o pendrive para o padrão NTFS, algo que é feito clicando com o botão direito sobre ele
  • Descompacte todo o conteúdo baixado da ferramenta offline, um arquivo chamado "OSUDT1.zip"
  • Copie os arquivos descompactados para o pendrive

Assim, este pendrive está pronto para ser usado no XBox One

Parte 2 - ligando o pendrive no Xbox

  • Desligue os cabos de rede e energia, e aguarde 30 segundos
  • Reconecte o cabo de energia (não conecte o de rede)
  • Ligue o pendrive que criamos ao console
  • Agora uma parte trabalhosa: mantenha pressionado o botão BIND (na lateral esquerda do videogame) e o EJECT (na parte frontal) e só então pressione o botão de ligar. É possível que você precise de ajuda, pois estes três botões estão relativamente distantes, um dos outros
  • Mantenha BIND e EJECT apertados por 10 a 15 segundos


Mantenha estes dois botões pressionados, aperte o botão ligar, e depois de 10 a 15 segundos solte-os

Não desista se não funcionar na primeira vez. Foi preciso repetir este procedimento quatro vezes para conseguir passar esta etapa.

Se tudo der certo, o videogame vai passar por uma tela de carregamento. Ele não vai explicar nada do que está sendo feito, algo bem irritante por não nos dar pista alguma de qual era o erro que tínhamos, e também qual o progresso da solução. A tela chegou a piscar algumas vezes, mas a instalação foi concluída com sucesso.

Após isto, o videogame iniciou normalmente, já atualizado, e com a interface em inglês. Não havia a opção para localizar o console como brasileiro, o que indica que a imagem instalada é estrangeira. Mas não há problemas, pois nas configurações dá para deixar tudo em português brasileiro.

Enfim com Xbox One funcionando, tentamos configurar nossa conta, sem sucesso. Recebemos o erro (0X80A4002), sugerindo que tentássemos mais tarde a conexão. A solução só foi encontrada quando, nas configurações, definimos nosso DNS manualmente.



Processo tortuoso de configuração do DNS manualmente

Nossa teoria: ao ligarmos, o Xbox tentou se atualizar, sem sucesso pelo problema de conexão. Como a Microsoft parece partir do pressuposto que seus usuários são ignorantes, e não se dá ao trabalho de explicar nada do que se passa no videogame, a tela simplesmente se limitou a parar na imagem inicial, sem avisar o problema de conectividade que estava acontecendo. Sem o update, o sistema operacional do console não "arrancava", o que nos levou a falha.

Com nossa intervenção manual, e update "na marra", ele voltou a operar novamente, e com o sistema rodando pudemos corrigir a falha de conectividade. Agora estamos prontos para embarcar na nova geração. Mas com uma pontinha de decepção.