Buscando lançar produtos diferenciados em um mercado bastante competitivo,  a MSI lançar algumas séries que alcançaram bastante sucesso, como Lightning, Cyclone e HAWK.

A placa que iremos analisar hoje é da linha HAWK, precisamente a MSI R6870 HAWK, que utiliza o chip AMD Radeon HD 6870. 

MSI R6870 HAWK
Na próxima página mostraremos os principais diferenciais da R6870 HAWK, que diferente da versão referência, com clock do core em 900MHz, vem com core trabalhando a 930MHz. As memórias continuam em 4200MHz, assim como o modelo referência. 

 

Powered by MSI

A série HAWK é inspirada nos superpoderes  do caça F1-117 Stealth. Silencioso e mortal são duas maneiras que podem definir o caça-bombardeiro da aeronáutica estadunidense. A analogia é feita com a capacidade do objeto voador de não ser identificável. Fazendo seu trabalho com competência e sem ser percebido, provando sua capacidade de desempenho e sua eficiência, exatamente o que pretende a MSI com seus componentes Military Class II e seu sistema de refrigeração Twin Frozr II.


Military Class II

Esta tecnologia promete trazer muito mais qualidade e estabilidade à mainboard, unindo a qualidade dos componentes, HI-c CAP, SFC e Solid CAP.

Os Hi-c Caps dela são, por exemplo, feitos de tântalo, um raro elemento químico muito mais resistente e mais condutivo, material que é utilizado também na fabricação de satélites e naves espaciais. A expectativa é que estes componentes tenham uma vida útil de até oito vezes mais que os capacitores sólidos, chegando a 160 mil horas de duração.

O SFC provém mais de 10% de eficiência energética, proporcionando um melhor overclock e mais estabilidade.

Solid CAP, os capacitores sólidos utilizados trabalham numa temperatura menor, aumentando a vida útil da placa, entre 12 e 40 anos, dependendo do uso.

Propeller Blade on Twin Frozr III
O Twin Frozr III proporciona mais eficiência na manutenção da temperatura da placa, assim como a redução no ruído gerado. Para tanto, a MSI utiliza o sistema propeller blade, que utiliza nas lâminas do cooler um design que proporciona até 20% a mais de fluxo de ar do que os designs tradicionais. Este fluxo de ar, por sua vez, cobre uma área maior da placa, diminuindo o calor gerado cerca de 21º C e o ruído em até 7 dB, confira no vídeo abaixo como funciona a tecnologia:

Triple Over voltage by Afterburner
Esta é a primeira placa  HD 6870  do mundo que permite a regulação da tensão da GPU/Memória/VDDCI. Com estes ajustes o desempenho pode ser potencializado.

8+2 Phase PWM Design
O número de fases da placa aumenta a eficiência energética, fazendo com que a potência gerada seja melhor utilizada, otimizando o desempenho. O PWM Design fornece uma potência de saída extra de 80A, melhorando o poder de overclock da GPU.

 

Fotos

Abaixo temos uma série de fotos da placa, com destaque ao sistema de cooler da série Twin Frozr II, diferente do modelo referência, com dois FANs. Em uma das fotos também podemos ver um "chaveador" que faz os FANs trabalharem em modo "performance" (com rotação mais alta) ou em modo "silencioso"(com rotação mais baixa).

Outro destaque a possibilidade de gerenciar as voltagens da placa através de multímetro, importante para usuários especializados em overclock que desejam tirar o máximo da placa.


Abaixo, algumas fotos comparando a R6870 HAWK com uma 6870 da XFX, como já destacamos, destaque para o sistema de cooler com dois FANs.

 

Máquina/Softwares utilizados

Utilizamos uma máquina TOP de linha baseada em um processador Intel Core i7 980X overclockado para 4.2GHz, evitando assim qualquer dúvida sobre gargalo do processador.

As placas utilizadas nos comparativos foram, com chip AMD, a placa analisada, MSI R6870 HAWK, além da XFX Radeon HD 6870 e da ZOTAC GeForce GTX 560 com chip Nvidia.

Abaixo, uma foto da MSI R6870 HAWK montada no sistema.

A seguir, os detalhes da máquina, sistema operacional, drivers, configurações de drivers e softwares/games utilizados nos testes.

Máquina utilizada nos testes:
- Mainboard Gigabyte G1.Assassin
- Processador Intel Core i7 980X @ 4.2GHz
- Memórias 8 GB DDR3-1600MHz Corsair Vengeance
- HD 1TB Sata2 Western Digital Black
- Fonte XFX 850W Black Edition
- Cooler Thermalright Venomous X

Sistema Operacional e Drivers:
- Windows 7 64 Bits
- Intel INF 9.2.0.1030
- ATI Catalyst 11.10 Preview 3: Placas AMD 
- NVIDIA ForceWare 285.62: GeForce GTX 560

Configurações de Drivers:
3DMark
- Anisotropic filtering: OFF
- Antialiasing - mode: OFF
- Vertical sync: OFF
- Demais opções em Default

Games:
- Anisotropic filtering: Variado através do game testado
- Antialiasing – mode: Variado através do game testado
- Texture filtering: High-Quality
- Vertical sync: OFF
- Demais opções em Default

Aplicativos/Games:
- 3DMark 11 1.0.2 (DX11)
- Unigine HEAVEN Benchmark 2.5 (DX11)

- Aliens vs Predator (DX11)
- Crysis Warhead (DX10)
- Crysis 2 (DX11)
- DiRT 3 (DX11)
- F1 2011 (DX11)
- Tom Clancy´s HAWX 2 (DX 11)
- Just Cause 2 (DX10.1)
- Mafia II (DX9)
- Metro 2033 (DX11)

 

GPU-Z, Temperatura

Abaixo temos a tela principal do aplicativo GPU-Z com detalhes técnicos da placa analisada.


Temperatura
Iniciaremos nossa bateria de benchmarks com um dos testes mais solicitados e importantes de uma VGA de alto desempenho: a temperatura.

No HWMonitor, em modo ocioso a temperatura está em níveis excelentes, igualando a 6870 a GTX 560. Este teste serve apenas para verificar se há algum caso extremo, uma vez que não é esperado alto aquecimento da placa.

{benchmark::2229}

Agora em modo full, rodando o 3DMark 11 já podemos perceber o sistema de refrigeração Twin Frozr III em ação, deixando a temperatura da HAWK quase 20º C abaixo de uma 6870 referência, resultado superior ao prometido pela própria MSI.

{benchmark::2230}

 

3DMark 11, HEAVEN 2.5

3DMark 11
Embora considerados testes bastante polêmicos por parte da comunidade, por serem tachados como benchs sintéticos que não refletem, muitas vezes, a condição da placa no mundo real (leia-se jogos), a série 3DMark é um dos indicadores de performance mais amplamente utilizados em todo o mundo, e não poderíamos refutá-los

Sendo assim, neste primeiro teste, com as opções em default, podemos perceber uma leve vantagem da R6870 em relação às outras, embora ainda não possa ser considerado exatamente como desempenho superior.

{benchmark::2231}

Unigine HEAVEN 2.5 - DirectX 11
Trata-se de um dos testes sintéticos mais “descolados” do momento, pois tem como objetivo mensurar a capacidade das placas 3D em suportar os principais recursos da API gráfica DirectX 11, como é o caso do Tessellation.

O teste foi dividido em duas partes: uma sem e outra com o uso do Tessellation, ambas à 1920x1080 com o filtro de antialiasing em 8x e anisotropic em 16X.

Com o tessellation desativado temos desempenho semelhante ao apresentado no 3DMark 11 quando o assunto é placa AMD, mas vemos vantagem considerável de ambos os modelos 6870 sobre a GTX 560.

{benchmark::2232}

Com o teste com o tessellation ativado, novamente semelhança entre as 6870, com vantagem para a placa da MSI que possui leve overclock. Podemos ver novamente boa vantagem para as placas com chip AMD sobre a GTX 560.

{benchmark::2233}

 

Aliens vs Predator

Chegamos finalmente ao ponto alto da review: os testes em jogos!

Nada melhor do que começar por "Aliens vs Predator", game que traz o suporte ao DX11 e que foi muito bem recebido pelo público e crítica.

Com todas as configurações em ultra high, a placa avaliada alcançou o primeiro lugar em toda as resoluções, embora tenha ficado num considerado empate técnico com sua "meia-irmã" de mesmo chipset.

{benchmark::2234}

{benchmark::2235}

{benchmark::2236}

 

Crysis Warhead

O FPS futurístico da Crytek fez muito barulho por trazer uma qualidade gráfica bem superior aos concorrentes e por ser considerado por muito tempo como um dos games que mais exigia recursos do computador, principalmente das placas 3D. Assim, nada melhor do que submeter as VGAs da review pelo crivo de "Crysis Warhead".

No modo Enthusiast, onde as configurações são as mais potentes possível, com a resolução em 1280x1024, a 6870 da MSI continuou na primeira colocação, seguida de perto pela concorrente da XFX.

{benchmark::2237}

Nas duas resoluções mais altas a briga fica ainda mais acirrada entre todos os modelos comparados, com a GTX 560 chegando a assumir o topo da tabela, mesmo que por empate técnico com os demais modelos.

{benchmark::2238}

{benchmark::2239}

 

Crysis 2

Os testes em cima do Crysis 2 foram feitos com a ferramenta Adrenaline Crysis 2 Benchmark Tool. O game, como todos sabem, é referência em qualidade de imagem, e no mês de junho 2011 finalmente ganhou seu patch com suporte ao DirectX 11, já que originalmente rodava apenas em DX9.

Amarelo, vermelho e verde. Esta é a sequência que mais se repetiu até agora. No modo ultra com DirectX 11 de Crysis 2, não foi diferente. A diferença entre as placas continua não sendo grande, podendo ainda ser considerado empate técnico entre todas elas.

{benchmark::2240}

{benchmark::2241}

{benchmark::2242}

 

DiRT 3

Com o DiRT 3, game mais recente da série de corridas de rally mais famosa do mercado, desenvolvida pela Codemasters, utilizamos a ferramenta Adrenaline Racing Tool Benchmark para fazer os testes.

Aqui temos a GTX 560 assumindo a ponta da tabela em duas das três resoluções testadas, mesmo assim a diferença entre todos os modelos é bem pequena, assim como na maioria dos testes anteriores.

{benchmark::2243}

{benchmark::2244}

{benchmark::2245}

 

F1 2011

As Radeons se deram muito bem em "F1 2010", game baseado na engine EGO 1.5 da Codemasters, será que na versão 2011 com a engine atualizada para a versão 2.0 a supremacia das placas da AMD continuará?

Os testes em cima do F1 2011 também foram feitos com a ferramenta Adrenaline Racing Benchmark Tool.

Assim como vimos no artigo F1 2011 Benchmarks, os modelos comparados nessa review continuam com resultados semelhantes, mesmo agora utilizando versões de drivers mais recentes.

{benchmark::2246}

{benchmark::2247}

{benchmark::2248}

 

Tom Clancy´s HAWX 2

"HAWX 2" foi um dos primeiros games a fazer uso da tecnologia tessellation do DirectX 11. Agora, se existe um game no qual as placas da AMD não têm chance contra as da NVIDIA, é "HAWX 2" rodando com a tecnologia tessellation ativada.

Como podemos ver abaixo, a GTX 560 tem boa vantagem sobre as placas da AMD em todas as resoluções testadas, chegando a quase 10% acima, resultado bem diferente dos testes anteriores.

{benchmark::2249}

{benchmark::2250}

{benchmark::2251}

 

Just Cause 2

Agora a situação inverteu de lado, Just Cause 2 é um game no qual as placas da série Radeon dominam em todos os segmentos, curiosamente apoiado pela NVIDIA.

Como podemos ver abaixo, a diferença de ambas as 6870 sobre a GTX 560 chega a ser de quase 30%. Já a diferença entre as 6870 é praticamente nula.

{benchmark::2252}

{benchmark::2253}

{benchmark::2254}

 

Mafia II

"Mafia II" é um game que trouxe a continuação do aclamado título de ação em terceira pessoa ambientado no obscuro mundo da máfia italiana dos anos 40 e 50 nos EUA.

Continua a supremacia das placas com chip Radeon HD 6870 sobre a GTX 560, como nos demais benchmarks, com a R6870 HAWK levemente a frente da 6870 da XFX.

{benchmark::2255}

{benchmark::2256}

{benchmark::2257}

 

Metro 2033

Trata-se de um FPS da 4A Games baseado em um romance homônimo russo, que conta a saga dos sobreviventes de uma guerra nuclear ocorrida em 2013 que se refugiam nas estações de metrô. O game, que faz uso intensivo da técnica de Tessellation e demais recursos do DirectX 11, desbancou de Crysis o título de jogo mais pesado. Sendo assim, nada melhor do que observar como se comportam as VGAs sob este intenso teste.

Por fim, nada de novo, ambas as 6870 praticamente coladas, com a GTX 560 logo atrás.

{benchmark::2258}

{benchmark::2259}

{benchmark::2260}

 

Overclock

Um dos principais diferenciais da MSI R6870 HAWK está em seu poder de overclock. Devido a MSI ter utilizado um sistema de cooler diferenciado com dois fans, controlador de fases e componentes de alta qualidade, a placa tem comportamento melhor do que um modelo referência quando mais exigida em se tratando de clocks mais altos, assim como alterações de voltagem.

O modelo referência vem com core trabalhando a 900MHz, a R6870 HAWK vem com core a 930MHz, mas aumentando sua voltagem para 1.250v deixamos ela estável em 1GHz no core e 4600MHz nas memórias( contra 4200MHz da referência e da própria R6870 HAWK por padrão).

Em se tratando de clocks o aumento é muito bom, vamos ver como será o comportamento da placa em desempenho, que é o principal propósito do overclock, pelo menos nesse caso. 

Abaixo temos a tela do MSI Afterburner utilizado para overclockar a placa, assim como a tela principal do GPU-Z.


Temperatura
Começamos pelo teste de temperatura, direto com a placa em uso que é onde mais interessa, principalmente em condições de overclock.

Como podemos ver, o sistema de cooler da R6870 HAWK faz um excelente trabalho, com apenas 2 graus acima da placa quando com seus clocks padrões. Vale destacar que aumentamos não apenas o clock do core, mas também das memórias. 

{benchmark::2261}

3DMark 11
Em cima do 3DMark 11 o ganho não foi tão alto, 6,8%, mas muito próximo da porcentagem do aumento do clock do core, 7,5%, ou seja, dentro do esperado.

{benchmark::2262}

Além do 3DMark Vantage, fizemos testes com a placa overclockada na resolução de 1920x1080 em alguns games. Vamos acompanhar abaixo como a placa se comportou.

Aliens vs Predator
Em cima do AvsP o ganho foi semelhante ao 3DMark 11, 7,6% a favor da placa quando overclockada.

{benchmark::2263}

Crysis 2
Com o Crysis 2 praticamente a mesma coisa, ganho semelhante aos demais testes a favor da placa overclockada na comparação com ela mesma utilizando seus clocks referência.

{benchmark::2264}

DiRT 3
Por fim, resultado semelhante aos anteriores, aumento de 7% no desempenho do DiRT 3, resultado que fez a placa superar uma GTX 560(não overclockada).

{benchmark::2265}

 

Crossfire

Fizemos também alguns testes em Crossfire, com a R6870 HAWK trabalhando junto com uma XFX Radeon HD 6870 com características de um modelo referência.

Abaixo temos uma foto do sistema rodando com as duas placas juntas.


3DMark 11
Rodando o 3DMark 11 duas 6870 em Crossfire fizeram 7891 pontos, resultado 76% superior ao resultado da R6870 HAWK trabalhando sozinha, muito bom e dentro do que espera para esse tipo de tecnologia.

{benchmark::2266}

Além do 3DMark Vantage, fizemos testes na resolução de 1920x1080 em alguns games. Vamos acompanhar abaixo como a combinação se comportou.

Aliens vs Predator
Com o AvsP tivemos impressionantes 92% de ganho das placas em Crossfire, resultado muito bom, quem dera se fosse sempre aqui.

{benchmark::2267}

Crysis 2
Mas provando que não é sempre assim, abaixo temos os resultados em cima do game, onde as placas, quando rodando em Crossfire, tem seu desempenho inferior a uma única placa. Isso pode acontecer por dois motivos, ou problema com os drivers, ou problema com o game, em ambos os casos está associado a alguma deficiência do sistema em "juntar" a força das duas placas.

{benchmark::2268}

DiRT 3
Por fim, com o DiRT 3 também temos um ótimo resultado, ganho na casa de 83% para o sistema em Crossfire na comparação com a placa trabalhando sozinha.

{benchmark::2269}

 

Conclusão

A MSI está entre as grandes empresas do mercado não apenas de placas de vídeo, mas de hadrwares em geral e outros segmentos. Dessa forma não estranha a empresa ter produtos diferenciados e investir em pesquisas para desenvolver produtos que uma empresa de menor representação não consegue. As linhas de placas de vídeo Lightning, Cyclone e HAWK, todas com características semelhantes por um lado, e diferentes em outro, são exemplos desse tipo de produto diferenciado da empresa. No caso da linha HAWK, seu foco é o usuário que procura um produto diferenciado quando o assunto é overclock, já que seu sistema de cooler consegue resultado bem melhores do que uma placa com características de modelo referência, sem deixar de lado o fator ruído, também inferiores.

Se tratando da placa em si, esperava overclock padrão um pouco superior, apenas 30MHz no core é muito abaixo do que a placa aguenta, poderiam ter aumentado pelo menos um pouco as memórias. Por outro lado, como demonstramos, o próprio software de overclock MSI Afterburner que acompanha a placa conseguirá deixar ela trabalhando com um pouco mais de força.

O custo da placa está na casa de U$ 215 dólares na newegg, um pouco mais do que uma GTX 560.

Agora a parte mais interessante para nossos leitores é que essa placa analisada estará faz parte de mais uma promoção nossa em parceria com a MSI. Para participar, basta CLICAR AQUI.

AVALIAÇÃO:

Performance

9.0

Preço

8.5

Tecnologias

10.0

Diferenciais

9.5

Overclock

9.0

Nota final

PRÓS
  • Ótimo custo / benefício
  • Se comporta bem quando overclockada
  • Sistema de cooler eficiente e com baixo ruído
  • Roda em alta qualidade todos os games do mercado
CONTRAS
  • Poderia ter overclock de fábrica mais ousado